Pular para o conteúdo

Wizards batem os Pacers e pegam o Philadelphia 76ers nos playoffs

    Westbrook passa por Sabonis no play-in

    Westbrook e companhia não dão chances ao time de Indiana no play-in da Conferência Leste

    O Washington Wizards não deu chances ao Indiana Pacers e eliminou o adversário com vitória tranquila por 142 a 115, na noite desta quinta-feira (20), na última partida do play-in da Conferência Leste. O confronto foi disputado na capital dos EUA. Com isso, os Wizards conquistaram a oitava vaga nos playoffs e enfrentam o Philadelphia 76ers, primeiro colocado da temporada regular. A série melhor-de-sete tem seu primeiro encontro marcado para domingo (23), às 14h (de Brasília).

    A partida foi equilibrada no primeiro quarto, mas já na segunda parcial, Russell Westbrook e companhia mostraram por que haviam varrido o rival (3-0) na fase de classificação. O armador quase marcou mais um triplo duplo para sua conta, com 18 pontos, 8 rebotes e 15 assistências, e liderou o grito da torcida por diversas vezes no segundo tempo.

    Bradley Beal, segundo cestinha do ano, só atrás de Stephen Curry, anotou 25 pontos. O brasileiro Raulzinho fez um bom jogo e terminou com 14 pontos em 25 minutos de partida. Domantas Sabonis marcou seu triplo duplo, e Malcolm Brogdon fez o que pôde, mas a brava equipe de Indiana, muito desfalcada, verá a fase decisiva da NBA pela TV.

    Destaques

    Wizards
    Russell Westbrook (18 pontos, 8 rebotes, 15 assistências)
    Bradley Beal (25 pontos, 5 rebotes, 4 assistências)
    Raulzinho (14 pontos)

    Pacers
    Domantas Sabonis (19 pontos, 11 rebotes, 10 assistências)
    Malcolm Brogdon (24 pontos, 4 assistências)

    Principais desfalques

    Wizards
    Deni Avdija (tornozelo direito)
    Thomas Bryant (joelho esquerdo)

    Pacers
    Caris LeVert (protocolos de saúde)
    Jeremy Lamb (joelho esquerdo)
    Myles Turner (pé direito)
    TJ Warren (pé esquerdo)

    Estatísticas decisivas

    Rebotes
    Wizards 60
    Pacers 47

    Arremesso de quadra
    Wizards 54/93 (58,1%)
    Pacers 41/100 (41%)

    Pontos no garrafão
    Wizards 72
    Pacers 40

    Pontos em transição
    Wizards 16
    Pacers 5

    O jogo

    Em um primeiro quarto equilibrado, Sabonis conseguiu oito rebotes, sendo dois de ataque. O Indiana marcou sete pontos de segunda chance, contra nenhum dos Wizards. Doug McDermott e Malcolm Brogdon fizeram10 pontos cada. Rui Hachimura anotou oito, e o Washington fechou na frente: 30 a 29.

    No começo da segunda parcial, os Pacers sofreram um apagão. Os Wizards marcaram 16 pontos em sequência, com Westbrook inspirado. No intervalo, o armador já contava 15 pontos, 8 rebotes e 9 assistências. No placar, Washington 66 a 52.

    O terceiro quarto foi outro atropelo. A equipe da capital dos EUA anotou 48 a 31 na parcial. O aproveitamento dos arremessos de quadra era de 61,8% até então (42 de 68), um número impressionante. Os Wizards levaram 114 a 83 para o último quarto com a partida decidida.

    Na reta final, o fundo do banco entrou em quadra para as duas equipes.

    Números e curiosidades

    Os Wizards, oitavo colocado na temporada regular da Conferência Leste, haviam perdido para o Boston Celtics na primeira partida do play-in. Nono lugar, o Indiana Pacers bateu o Charlotte Hornets com tranquilidade jogando em casa.

    O Washington não só varreu o Indiana na temporada regular (3-0) como o rival foi sua maior vítima ofensiva entre todas as equipes da NBA: 139,7 pontos por partida, de média.

    Bradley Beal marcou 50 pontos no último encontro entre as duas equipes. Ele foi o segundo maior cestinha do ano (31,3 por partida), só atrás de Stephen Curry.

    O Indiana é o adversário contra quem Russell Westbrook tem mais triplos duplos em sua carreira na temporada regular. Foram 10, no total. Três só nesta temporada, e suas médias impressionam: 27,3 pontos, 18 rebotes e 20 assistências.

    Os Wizards tiveram o maior ritmo de jogo (posses de bola por 48 minutos) da NBA na temporada regular. O Indiana Pacers foi o quarto neste quesito.

    LEIA MAIS

    LeBron decide no estouro do cronômetro e Lakers batem os Warriors