Home Basquete Russel Westbrook atrai atenção de Clippers e Knicks na NBA

Russel Westbrook atrai atenção de Clippers e Knicks na NBA

Após temporada com os Rockets, armador já se vê especulado em negociações para o próximo ano

A estrela Russel Westbrook é dono de um dos maiores contratos vigentes na NBA, o que costuma ser um empecilho considerável em perspectivas de negociação. Mas não se engane: se o astro for disponibilizado pelo Houston Rockets, a tendência é que haja interessados no mercado por seus serviços.

De acordo com Kevin O’Connor, do site The Ringer, New York Knicks e Los Angeles Clippers são duas das equipes que consideram realizar uma troca para contratar Westbrook.

“É interessante: nas últimas 24 horas, múltiplas fontes em que confio disseram que vários times acreditam que Russell pode ser adquirido, pode estar disponível. Esses dois times têm interesse. E, se isso for real, quem sabe o que pode acontecer? Mas existe uma crença nos bastidores de que ele pode ser disponibilizado por Houston”, contou o analista, apontando para a possibilidade de nova-iorquinos e angelinos fazerem negócio, em participação no podcast “The Mismatch”.

Após as saídas do técnico Mike D’Antonio e do general manager Daryl Morey, Westbrook e Harden expressaram preocupação sobre a direção do time após conversas diretas ou discussões com seus representantes e também com a direção dos Rockets. Tilman Fertitta, dono da franquia de Houston, recentemente promoveu Rafael Stone a GM, e o novo técnico, Stephen Silas, enfatizou que a equipe continua comprometida em ser candidata ao título da NBA com os dois astros.

Na carreira, Westbrook chegou nove vezes ao All-Star Game, foi por duas vezes o maior pontuador da temporada regular e foi eleito MVP da temporada 2016-2017 da NBA.

Westbrook disputou na última temporada seu primeiro ano junto do Houston Rockets, tendo disputado as 11 temporadas anteriores com o Oklahoma City Thunder.

“Alguns agentes que representam o armador acreditam que os Knicks possam sondar uma potencial troca se Houston deixá-lo avaliável. Westbrook teria visto Nova York como um destino bem-vindo no verão [americano] passado, quando Oklahoma City estava conversando com equipes sobre trocas”, analisou o repórter Ian Begley, do SNY.

Russell Westbrook tem um contrato de mais três anos com os Rockets, tendo mais de US$ 206 milhões garantidos, embora o último ano tenha uma cláusula de US$ 47 milhões de renovação automática por escolha do jogador.

Uma troca para o Knicks é um cenário muito mais realista para Westbrook do que o Clippers: a equipe de Nova Iorque possuirá amplo espaço na folha salarial na atual offseason, vínculos expirantes, uma escolha de loteria nesse draft e jovens talentos no elenco para conversar com o Rockets. Os californianos, ao contrário, utilizaram muitos de seus ativos presentes e futuros na aquisição de Paul George – que, por sinal, provavelmente precisaria ser incluído no negócio pelo armador.

Embora nunca tenha sido campeão, Westbrook possui uma longa lista de feitos e é um dos atletas mais produtivos da história da NBA: ele foi selecionado para nove Jogos das Estrelas e eleito MVP da liga em 2017, além de ter sido cestinha da liga em duas temporadas. O craque, que completa 32 anos nessa quinta-feira, anotou 27.2 pontos, 7.9 rebotes e 7.0 assistências por partida – após três anos seguidos com média de triplo-duplo. Houston foi derrotado nas semifinais da Conferência Oeste pelo Los Angeles Lakers.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Suns vencem e adiam classificação dos Blazers aos playoffs

Devin Booker acerta dois lances livres no final e da vitória aos locais sobre o Portland por 118 a 117 Com um final de arrepiar,...

Jardine convoca Claudinho, Pedro e Gerson para a seleção olímpica

Atletas do Flamengo e atleta do Bragantino são novidades na lista de convocados para a próxima Data Fifa O treinador André Jardine anunciou nesta sexta-feira...

Corinthians fracassa ao apostar no Paulistão como único caminho viável

Timão usa equipe B contra Peñarol e cai na Sul-Americana Muita gente lamentou quando o Corinthians ficou fora da zona de classificação da Libertadores via Brasileirão-2020. Mas...

NBA: volta de Harden e estreia de Didi agitam a rodada

Noite de quarta-feira também tem homenagem a Varejão e suor dos Lakers sem LeBron e Davis Depois de mais um mês fora das quadras, James...