Pular para o conteúdo

Após derrota do Real Madrid, Vini Jr. desabafa: “Ninguém conseguiu jogar bem”

    Vini Jr / Real Madrid

    Atacante brasileiro fez gol 14 segundos após entrar em campo na vitória do Shakhtar por 3 a 2

    Em noite de gala dos brasileiros, o Shakhtar Donetsk derrotou o Real Madrid por 3 a 2 no Alfredo di Stéfano, na Espanha, na estreia da Champions League nesta quarta-feira (21). Os três gols do adversário saíram logo no primeiro tempo.

    Ao fim da partida, Vini Jr. foi um dos únicos jogadores bem avaliados pela imprensa espanhola que avaliou a atuação do Real Madrid como decepcionante, além de alertar sobre a má fase de equipe merengue, dizendo que a equipe está “cada dia pior”.

    Na volta para o segundo tempo, Modric diminuiu e Vinicius Junior precisou de 14 segundos para dar esperanças ao Real Madrid. Mas o seu gol, o segundo da equipe espanhola na derrota para o Shakhtar Donetsk nesta quarta-feira, não ajudou a afastar a desconfiança. Após o resultado ruim na estreia pela Liga dos Campeões, o atacante brasileiro não escondeu a frustração.

    “Jogamos mal e estamos todos no mesmo barco. É difícil dizer algo. Foi uma partida que ninguém conseguiu jogar bem, que ninguém conseguiu fazer as coisas que Zidane nos pediu”, disse.

    LEIA MAIS: Três times italianos disputam a contratação de destaque do Olympiakos

    Apesar do resultado negativo, Vinicius Jr. conseguiu uma marca impressionante na partida de hoje. O brasileiro bateu um recorde e anotou o gol mais rápido de um reserva na história da Liga dos Campeões. Ele fez o segundo gol da equipe apenas 14 segundos depois de deixar o banco de suplentes.
    Ele foi o mais bem avaliado pelos internautas do jornal “Marca”, que escreveu que o brasileiro “tem que jogar sempre”. Mas o recorde e os elogios não fizeram o brasileiro aliviar na autocrítica.

    – Temos que ter a consciência de que os dois tempos definem os jogos. Aconteceu o mesmo contra o Cádiz, não conseguimos manter a posse de bola, a pressão, foi um pouco de tudo. Creio que temos que seguir trabalhando e melhorando. Estamos aqui para dar o melhor para o Madrid – declarou.

    Com duas derrotas seguidas, o Real Madrid tem o clássico com o Barcelona neste sábado, no Camp Nou, às 11h (de Brasília), pelo Campeonato Espanhol. Depois, vai à Alemanha encarar o Borussia Mönchengladbach, na terça-feira, às 17h (de Brasília), pela segunda rodada da Champions.

    Números do jogo

    Real Madrid 2×3 Shakhtar Donetsk
    Finalizações: 12×6
    Posse de Bola (%): 59×41
    Faltas: 11×8
    Escanteio: 7×1
    Gols: Tetê aos 29′; Varane (Contra) aos 33′; Solomon aos 42′; Modric aos 54′ e Vini Jr. aos 59′
    Escalações:
    Real Madrid: Courtois, Mendy, Varane, Militão e Marcelo; Valverde, Casemiro e Modric (Kroos); Asensio, Rodrygo (Vini Jr.) e Jovic (Benzema).
    Shakhtar Donetsk: Trubin, Dodô, Bondar, Khocholava e Komiyenko; Maycon, Tetê, Marlos, Marcos Antonio e Solomon; Dentinho.

    O confronto que contou com 12 brasileiros em campo, 10 deles foram titulares. O Shakhtar teve Dodô, Marcos Antônio, Maycon, Marlos, Tetê e Dentinho como titulares. Vitão saiu do banco nos momentos finais e também participou da partida. Pelo lado do Real Madrid, os brasileiros foram Eder Militão, Marcelo, Casemiro, Rodrygo, além de Vinícius Júnior, que começou no banco.

    LEIA MAIS

    Com apoio da FIFA, gigantes europeus iniciam projeto para substituir a Champions