Home Futebol Alberto Valentim diz que vice do Cuiabá quis interferir na escalação do...

Alberto Valentim diz que vice do Cuiabá quis interferir na escalação do time

Após o empate por 2 a 2 com o Juventude, o técnico Alberto Valentim foi demitido pelo Cuiabá logo na primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O treinador participou do Seleção SporTV desta segunda-feira e contou que o vice-presidente do clube, Cristiano Dresch, tentou interferir na escalação da equipe.

– Desde a minha chegada, eu fui muito aberto, o Cristiano sabe disso. Sempre deixei que fizesse as colocações dele, eu tinha as minhas, algumas não concordávamos. No domingo, quando fomos campeões (do estadual), falamos 47 minutos, porque respeito muito as hierarquias, mas tudo tem um limite. Então, quando uma coisa começa a ser levada muito para dentro do campo, querendo quase obrigar que eu colocasse certos jogadores ou tirasse outros, isso já fica um pouco mais, o relacionamento começa a ficar um pouco desgastado. Na semana que passou ele foi muito incisivo em algumas colocações – afirmou o treinador.

Alberto Valentim revelou que na quinta-feira anterior ao jogo tomou conhecimento de que poderia ser demitido após a estreia no Brasileirão. Segundo ele, os jogadores ficaram “incrédulos” com a decisão da diretoria.

– Depois do empate, pelo que eu soube quinta e sexta-feira… Eu até imaginava e não quis externar isso para ninguém, nem dentro da minha casa, para minha mulher, e nem para os jogadores porque eu não queria colocar nenhuma pressão a mais do que todos os jogadores já têm porque achei que seria uma coisa que poderia nos prejudicar no jogo.

– Os jogadores só souberam dessa conversa que estou falando, dessa pressão de escalar um ou outro que não vinha jogando… Só citei isso a eles, ficaram incrédulos com a demissão. Só passei isso depois do jogo.

Valentim também aproveitou o espaço para negar as especulações de que ele teria sido demitido por conta de uma discussão com o Elton após o jogo e por problemas pessoais com a diretoria do Cuiabá.

– Foram inverdades muito nojentas, uma nojentíssima que foi em relação à minha vida pessoal e a família também do Cristiano Dresch. A outra que não é verdade é que eu tive uma discussão com o Elton. Não teve nada disso, pelo contrário, os jogadores se mobilizaram, não deixaram nem eu sair da minha sala dentro da Arena pra que eles tentassem reverter essa situação.

“Erramos na contratação”, explica vice-presidente do Cuiabá

O vice-presidente do Cuiabá, Cristiano Dresch, assumiu a responsabilidade pela demissão do técnico Alberto Valentim em menos de dois meses de trabalho. Ele, porém, afirmou que o clube errou na contratação. Cristiano revelou que havia cobranças internas e mau desempenho na estreia do Brasileirão foi a gota d’água.

– O erro não foi ter mandando ele embora agora, foi ter contratado. Nós erramos na contratação. Nós da diretoria assumimos esse ônus e essa culpa. Ele foi demitido após o início do Brasileiro porque resolvemos dar mais uma chance – explicou o vice-presidente.

Apesar do abismo financeiro e de estrutura, o Cuiabá sofreu para ser campeão mato-grossense. Por pouco, na final diante do Operário, a decisão do título não foi para os pênaltis.

Além do desempenho abaixo do esperado no estadual, no começo do trabalho de Valentim, o time foi eliminado na segunda fase da Copa do Brasil para o 4 de Julho-PI.

– Existiam vários problemas táticos, problemas de escalação, de substituição. O Alberto tem ótimo relacionamento, trabalha muito, decente, mas que tem um estilo de jogo que ele escolheu. Eu não posso ficar interferindo no que o treinador vai fazer. Ele ganha muito bem pra isso. A partir do momento que não estávamos mais satisfeitos, tentamos dialogar. Ele preferiu continuar com as ideias dele e nós, como donos do clube, tomamos a decisão de demitir.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...

Ministro diz que Copa América no Brasil ainda não está confirmada

Decisão deve ser anunciada nesta terça-feira O Ministro da Casa Civil, Luiz Eduardo Ramos, afirmou na tarde de ontem (31) em declaração no Palácio do...

Chapecoense acerta com Jair Ventura para sequência da temporada

Treinador é aguardado na terça-feira em Chapecó para assinar contrato e ser apresentado A Chapecoense está perto de anunciar a contratação de Jair Ventura como treinador para...