Pular para o conteúdo

Com retornos, Tite divulga convocados para jogos contra Venezuela e Uruguai

    Reprodução Twitter @CBF_Futebol - Foto: Lucas Figueiredo/CBF

    Treinador voltou a chamar Vinícius Jr., do Real Madrid, além de Arthur e Militão

    O técnico Tite divulgou, na manhã desta sexta-feira (23), a convocação da seleção brasileira para os dois últimos jogos de 2020. E a lista teve como principais “novidades” o retorno de três atletas já chamados pelo técnico anteriormente: o zagueiro Militão, o meia Arthur e o atacante Vinícius Junior. Eles farão parte do grupo que enfrentará a Venezuela, dia 13 de novembro, no Morumbi, e o Uruguai, no dia 17, no Centenário, em Montevidéu, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022.

    A lista da seleção principal

    Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);

    Laterais: Danilo (Juventus), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Manchester United) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);

    Zagueiros: Éder Militão (Real Madrid), Marquinhos (PSG), Rodrigo Caio (Flamengo) e Thiago Silva (Chelsea);

    Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Douglas Luiz (Aston Villa), Arthur (Juventus), Everton Ribeiro (Flamengo), Fabinho (Liverpool) e Philippe Coutinho (Barcelona);

    Atacantes: Everton Cebolinha (Benfica), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG), Richarlison (Everton) e Vini Junior (Real Madrid).

    Os únicos times brasileiros que tiveram jogadores convocados foram Flamengo e Palmeiras, que serão desfalcados na 21ª rodada do Brasileirão e, possivelmente, em uma partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil – os duelos de volta estão previstos para o dia 18, um depois da partida contra o Uruguai.

    Entrevista do Tite

    Gabriel Menino ou Daniel Alves?

    Umas das primeiras perguntas foi sobre a preferencia do técnico por Gabriel Menino e não Daniel Alves. Tite afirmou que tem total respeito pelo agora meia do São Paulo. Porém, vê Eder Militão, Danilo e Gabriel Menino como boas opções para a Seleção.

    “Respeito é muito grande (pelo Daniel). As pessoas sabem da relação de respeito. Há competição em alto nível. Faz escolhas, abrindo sempre busca e acompanhamento, da melhor performance. A escolha foi do momento, pelo Gabriel Menino. Militão tem esse contexto de retomada (física), sempre em alto nível estamos acompanhando os atletas”, disse Tite.

    Capitão e melhor jogador da Copa América do ano passado, Daniel Alves segue fora da convocação de Tite na seleção brasileira. Lesionado na lista passada, o jogador do São Paulo novamente foi substituído por Gabriel Menino, volante jovem do Palmeiras, por Tite.

    Retorno de Artur

    Uma das principais (e únicas) novidades foi o retorno de Arthur, agora volante da Juventus. Porém, a escolha do treinador teve repercussão negativa entre os torcedores pela ausência de Bruno Guimarães.

    “Eu levo muito em consideração o momento do atleta, o histórico dele na seleção e projeção futura dele. O Arthur tem 24 anos e fez uma grande Copa América. Ele foi da seleção do campeonato. Essa capacidade que ele tem de se readaptar, se reajustar e crescer, porque ele é um jovem, é importante para nós”, justificou Tite, ao ser questionado.

    Preocupação em desfalcar os times brasileiros

    Ao ser questionado sobre a cautela em desfalcar equipes brasileiras nessa maratona de jogos, o técnico da seleção brasileira foi direto em sua resposta:

    – Absolutamente não. Em outros momentos sim, reconheci e coloquei pra vocês. Quando era amistoso, momento preparatório. Hoje absolutamente não. É o que a Seleção precisa para o mundial e nós já começamos o mundial.

    Thiago Galhardo e Marinho

    Por fim, Tite ainda comentou sobre a ausência de Tiago Galhardo e Marinho, afirmando que os destaques do Brasileirão estão no radar da seleção.

    “Nosso radar contempla muitos atletas do Brasileirão nessas funções ofensivas, tem muitos atletas se destacando, na Europa e no Brasil. Bruno Henrique, Marinho, Pedro que voltou ao Flamengo, mas dando espaço ao Vinícius, uma nova situação do Rodrygo, essa integração com a base. Nossas opções são muitas, acabam sobrando, a gente tem que lidar. Esses atletas têm se destacado e estão no nosso radar sim”, explicou Tite.

    Leia Mais