Pular para o conteúdo

Tite convoca Pedro, mas mantém Neymar na lista da Seleção

    Crédito: Foto: Alexandre Vidal/Flamengo

    O técnico Tite convocou o atacante Pedro, do Flamengo, para os próximos jogos da seleção brasileira contra Venezuela e Uruguai, pela rodada dupla das Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar 2022. A decisão da comissão técnica se deu por causa da lesão de Neymar, que não estará apto para jogar a primeira partida.

    Ao lado de Bruno Henrique, Pedro já estava na lista de suplentes de Tite, enviada ao Flamengo no dia 18 de setembro. O que significa que o clube carioca deve liberá-lo de acordo com o regulamento da Fifa — que estabelece prazo de 15 dias de antecedência da apresentação para a convocação. Depois desse prazo, as seleções precisam negociar a liberação com os clubes.

    Em comunicado, a CBF indicou que Pedro foi chamado para ocupar a vaga de Neymar no confronto contra a Venezuela, no dia 13 de novembro, em São Paulo. Mas o jogador do PSG foi mantido na lista porque, na avaliação do médico da Seleção, Rodrigo Lasmar, há expectativa de que o camisa 10 esteja apto a enfrentar o Uruguai, no dia 17.

    “Tenho contato frequente com o médico do PSG e sabemos das condições físicas do Neymar desde o dia de sua lesão na Champions. Acreditamos que com uma semana intensiva de tratamento e com a estrutura do Centro de Excelência na Granja Comary temos a possibilidade de recuperação para o segundo jogo. Vamos acompanhar de perto sua evolução”, disse Lasmar ao site da CBF.

    Pedro ganha chance na seleção brasileira em meio à grande fase que vem vivendo no Flamengo, aproveitando uma sequência como titular diante da ausência de Gabigol. O atacante tem 20 gols marcados em 36 jogos na atual temporada, sendo 12 deles nos últimos 14 jogos. Ele é o terceiro atleta rubro-negro convocado para os jogos da seleção brasileira em novembro, junto a Everton Ribeiro e Rodrigo Caio – que acabou cortado por lesão.

    Segundo a CBF, o técnico Tite, o coordenador da seleção brasileira, Juninho Paulista, e o preparador físico Fábio Mahseredjian fizeram contato com o diretor esportivo do PSG, Leonardo, para entrar em acordo sobre a manutenção da convocação de Neymar, apesar da lesão na coxa esquerda.

    “Entendemos que para essa situação precisávamos alinhar com o PSG a permanência do Neymar na lista de convocados. Sabemos da preocupação do clube com a lesão, mas manifestamos nossa intenção de avaliar de perto a evolução do jogador. Confiamos muito em um trabalho integrado com nosso departamento médico e o Tite foi enfático em dizer para o Leonardo que jamais arriscaria a saúde de qualquer atleta por ele convocado”, afirmou Juninho.

    A seleção brasileira enfrenta a Venezuela no dia 13, no Morumbi, em São Paulo, e quatro dias depois pega o Uruguai, em Montevidéu, pelas eliminatórias da América do Sul para a Copa do Mundo de 2022. O time de Tite é líder da competição, com seis pontos, mesma pontuação da Argentina, que fica em segundo por desvantagem no saldo de gols (7 a 2).

    Confira a lista de convocados por Tite:

    Goleiros: Alisson (Liverpool), Ederson (Manchester City) e Weverton (Palmeiras);
    Laterais: Danilo (Juventus), Gabriel Menino (Palmeiras), Alex Telles (Manchester United) e Renan Lodi (Atlético de Madrid);
    Zagueiros: Marquinhos (PSG), Thiago Silva (Chelsea), Diego Carlos (Sevilla) e Felipe (Atlético de Madrid);
    Meio-campistas: Casemiro (Real Madrid), Douglas Luiz (Aston Villa), Arthur (Juventus), Everton Ribeiro (Flamengo), Allan (Everton) e Lucas Paquetá (Lyon);
    Atacantes: Everton Cebolinha (Benfica), Roberto Firmino (Liverpool), Gabriel Jesus (Manchester City), Neymar (PSG), Richarlison (Everton), Vini Junior (Real Madrid) e Pedro (Flamengo).

    *Jogadores cortados: Phillipe Coutinho, Fabinho, Rodrigo Caio e Eder Militão.

    LEIA MAIS