Home Futebol Em duelo direto por Libertadores, Timão pode repetir estratégia de sucesso em...

Em duelo direto por Libertadores, Timão pode repetir estratégia de sucesso em clássico

Mancini testa Timão sem centroavante para enfrentar o Ceará; assim, já venceu o São Paulo

Com duas derrotas em sequência no Brasileirão, o Corinthians deve tentar uma reação nesta noite de quarta-feira (3), às 21h30 (de Brasília), contra o Ceará, com mudanças significativas no time titular.

A principal delas deve ser a tentativa de jogar sem um centroavante de ofício. Mudança usada em três oportunidades na temporada 2020/21 pelo próprio treinador Vagner Mancini. Contra o São Paulo, em dezembro, jogar sem o “camisa 9” resultou em vitória por 1 a 0.

  • Foram 14 finalizações, que resultaram em um gol marcado, e 41% de posse de bola contra o São Paulo.

Até então titular do time, Jô tem dois gols marcados em 2021 (contra o Sport e o Fluminense). O centroavante, na média, precisa de 321 minutos para balançar as redes neste Campeonato Brasileiro. São seis gols marcados. Nesta quarta-feira (3), na Neo Química Arena, a tendência é de que dê lugar a Léo Natel.

Após a derrota para o Bahia, na última rodada, Mancini se recusou a analisar de forma individual o desempenho de seu centroavante, mas admitiu que não esteve satisfeito na partida com ninguém.

Nos números, Natel, com dois gols marcados em 25 partidas, precisa de mais tempo do que Jô para balançar as redes: 471 minutos. No clássico, foram três finalizações e 11 passes completos. Contra o Bahia, Jô finalizou quatro vezes e completou 19 passes.

“Sobre a estratégia de jogar sem atacante (de ofício), eu gosto dessa possibilidade. Na partida contra o Bahia, nós não tínhamos como fazer isso pela ausência de vários atletas que poderiam exercer essa função. Óbvio que você não pode ter uma equipe que jogue só dessa forma”, já havia dito Mancini após a derrota para o Bahia.

Para Mancini há um desequilíbrio na parte ofensiva do time, que chega várias vezes ao ataque, mas não consegue concluir a jogada.

“Daqui para a frente, vamos enxergar qual o melhor cenário. Montar uma equipe confiante, para trazer mais segurança dentro de campo, e que a gente não desperdice tantas oportunidades, porque isso também está ligado a parte de desequilíbrio da equipe. Se você chega várias vezes na frente e não consegue concluir a jogada, é óbvio que há um desequilíbrio também na parte ofensiva”, concluiu o treinador do Corinthians.

  • Foram 15 finalizações, um gol sofrido e 57% de posse de bola contra o Bahia, comprovando a tese de Mancini sobre o atual “desequilíbrio ofensivo”.

Contra o São Paulo, quando usou a formação sem centroavante, o treinador do Timão também optou por deslocar Léo Natel para a função de homem mais avançado do ataque. O Corinthians foi a campo com: Gabriel e Cantillo; Ramiro, Cazares e Otero; Léo Natel do meio para frente.

Nesta quarta, a provável escalação do Corinthians tem: Cássio, Fagner, Bruno Méndez, Gil e Fábio Santos; Gabriel, Cantillo, Gustavo Silva, Araos e Mateus Vital (Otero); Léo Natel.

Corinthians e Ceará têm os mesmos 45 pontos na tabela e ocupam a 9ª e 10ª colocação, respectivamente. O confronto, portanto, é direto na briga por uma vaga na Libertadores.

LEIA MAIS

Cássio completa 500 jogos pelo Corinthians na noite de hoje

- Advertisment -

Popular

Mayra Sheetara reclama da decisão do árbitro apesar de admitir erro

Mineira aponta que punição não foi dada na mesma situação do que em outras lutas do evento A busca de Mayra "Sheetara" Bueno por sua...

Mogi Futsal anuncia que não terá time adulto neste ano

O time disputará torneios no sub-20 devido a redução do orçamento da equipe para 2021 A diretoria do Mogi Futsal definiu nesta segunda-feira (1), que...

Renato critica VAR após derrota para o Palmeiras e diz que sua equipe “deu mole”

Treinador reclamou de toque de mão antes do gol do Palmeiras e do pênalti não marcado em Pepê no jogo de ida da final...

Arthur Cabral passa Neymar e é brasileiro com mais gols na temporada

Atacante do Basel marca em derrota para o St. Gallen e chega aos 14 gols. Ele supera o atacante do PSG, Rodrigo Pinho, do...