Pular para o conteúdo

Thomas Tuchel não descarta volta de Neymar no domingo

Neymar sofreu lesão em duelo contra o Lyon

Jornal “Le Parisien” projeta três semanas de recuperação

Neymar pode estar de volta aos gramados ainda na primeira metade de janeiro. O jogador que não teve fratura constatada no tornozelo e com exames “tranquilizadores”, pode até voltar a atuar (em uma hipótese mais otimista), antes do fim do ano. O técnico Thomas Tuchel declarou em entrevista coletiva na última terça-feira (15), que talvez conte com a volta do craque antes da pausa para as festas de Natal e Ano Novo e nem mesmo descartou o retorno para a partida contra o líder Lille, no domingo (20).

Não é impossível que vejamos Neymar em campo antes do fim do ano. Faremos de tudo para tê-lo contra o Lille, não posso dizer ‘sim ou não’. Temos que aguardar e ver os exames na quarta-feira“, afirmou Tuchel.

Enquanto isso, a projeção montada pelo jornal “Le Parisien” indica que o astro do PSG deve ficar afastado por cerca de três semanas, diante da avaliação inicial feita pelos médicos do time. O prazo, entretanto, poderia ser reajustado depois da realização de novos exames.

Após sofrer uma dura entrada de Thiago Mendes no clássico contra o Lyon e deixar o gramado de maca e chorando, no domingo (13), Neymar passou por exames na última segunda (14), quando o PSG confirmou resultados “tranquilizadores”. A primeira avaliação não constatou fratura no tornozelo esquerdo, havendo somente uma entorse. Resta saber o impacto da pancada nos ligamentos da região.

Entretanto, o clima é de otimismo dentro do time. Neymar foi fotografado deixando o hospital Neuilly-sur-Seine, na última segunda-feira (14), sem a utilização de muletas após a realização dos exames – o que é visto como um bom sinal. O jogador deve fazer uma nova ressonância magnética nesta quarta-feira (16). O “Le Parisien” cita que o craque pode vir ao Brasil antecipadamente para as festas de fim de ano, mas que nenhuma decisão foi tomada neste sentido.

Se por ventura o prazo de recuperação se confirme em menos de um mês, Neymar estará disponível sem restrições no duelo de ida contra o Barcelona, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. O reencontro com o ex-clube e com o amigo Messi está marcado para o dia 16 de fevereiro, no Camp Nou. A partida de volta será em 10 de março, no Parque dos Príncipes.

Entretanto, mesmo com a previsão otimista, Neymar deve desfalcar o PSG em pelo menos cinco confrontos do Campeonato Francês. O clube parisiense encara Lorient, Lille e Strasbourg ainda em 2020, antes da pausa para as festas de fim de ano. Nos primeiros dias de janeiro, os rivais serão Saint-Étienne e Brest. A expectativa de retorno pode ficar para a Supercopa da França, contra o Olympique de Marselha, no dia 12 de janeiro – daqui a quatro semanas.

Com a derrota para o Lyon, por 1 a 0, o PSG deixou a liderança do Campeonato Francês, caindo para a terceira posição, com 28 pontos. Agora, a equipe de Thomas Tuchel está atrás do líder Lille, que tem 29, mesma pontuação do Lyon, que chegou à segunda colocação. O Paris volta a campo contra o Lorient nesta quarta-feira (16), às 17h (de Brasília).

LEIA MAIS

Declaração de Neymar agita bastidores de PSG e Barcelona e jornais enxergam Messi no time francês como sonho possível