Home Mais Esportes Sesi-Bauru e Praia Clube se enfrentam em confronto direto pelo G-4 da...

Sesi-Bauru e Praia Clube se enfrentam em confronto direto pelo G-4 da Superliga

Jogo é nesta terça-feira, às 19h no ginásio Panela de Pressão, em Bauru

Sesi-Bauru e Praia Clube entram em quadra nesta terça-feira (29), às 19h (de Brasília), no ginásio Panela de Pressão, em Bauru, em jogo remarcado e válido pela nona rodada da primeira fase da Superliga Feminina de Vôlei.

As duas equipes estão separadas por apenas dois pontos na tabela de classificação. Com 22 pontos, o Praia é o terceiro colocado com campanha de sete vitórias e três derrotas. Logo atrás, no quarto lugar, o Sesi-Bauru soma 20 pontos após sete vitórias e duas derrotas.

Em caso de vitória por 3 sets a 0 ou 3 sets a 1, o Sesi-Bauru assume a terceira posição. O time mineiro permanece em terceiro com vitória ou até mesmo uma derrota no tie-break.

“Ambas equipes querem melhorar suas colocações e estamos na cola do Praia Clube. Sabemos que por elas terem perdido três partidas consecutivas virão mordidas e com sede de vitória. É uma equipe muito completa em vários fundamentos e taticamente teremos que ser perfeitas para buscarmos os três pontos”, declarou a ponteira Suelle.

Na partida desta noite, o destaque será o retorno do treinador Rubinho ao banco de reservas. Após ficar oito dias internado na UTI com o novo Coronavírus, o técnico fará o primeiro jogo após se recuperar da doença. Em contrapartida, a líbero Brenda Castillo, liberada para passar as festas de fim de ano na República Dominicana, segue fora.

O jogo de hoje é o último da Superliga Feminina em 2020. A partida seria realizada no dia 11 de dezembro, mas foi remarcada devido aos casos de Covid-19 no elenco paulista.

Como chegam?

O Sesi-Bauru vive o melhor momento na competição. O time vem de duas vitórias consecutivas e tem elenco completo após os casos confirmados do novo Coronavírus. Na última rodada, derrotou o São Caetano por 3 sets a 0. A ponteira Suelle destacou a atual situação das rivais e pediu atenção redobrada em quadra.

“Por conta da parada forçada estamos buscando nossa melhor performance ainda e estamos no caminho certo, trabalhando um dia após o outro sempre juntas, e iremos em busca de mais uma vitória”, disse Suelle.

O Praia Clube, no entanto, vem de três derrotas seguidas (Osasco, Minas e Sesc-Flamengo) e vive a pior sequência de derrotas sob comando do técnico Paulo Coco na Superliga Feminina. Desde que ele está no comando do time de Uberlândia, na temporada 2017/18, a equipe nunca tinha perdido três partidas seguidas na competição. A última vez foi na Superliga 2016/17, com o treinador Ricardo Picinin.

O time mineiro caiu da liderança para a terceira colocação e pode encerrar 2020, em caso de nova derrota nesta terça-feira (29), em quarto lugar.

“Esperamos um jogo muito difícil contra um adversário que tem uma força de ataque e de bloqueio muito grande. A Tiffany e a Paulina são duas grandes pontuadoras, e as centrais também atacam muito e bloqueiam demais. E ainda tem a Suelle que dá equilíbrio ao time com muita eficiência, traz volume de jogo. Temos que focar em nosso jogo, buscar mais equilíbrio, resgatar a nossa confiança”, avaliou Paulo Coco.

“Nosso sistema ofensivo precisa trabalhar com mais eficiência e na defesa precisamos minimizar essa potência do adversário. Precisamos de um saque bastante agressivo e que nossa defesa trabalhe bem. É fundamental termos equilíbrio em todos os fundamentos”, completou.

LEIA MAIS

Cruzeiro vence Blumenau em partida atrasada da Superliga Masculina

- Advertisment -

Popular

Fred sonha com vaga direta do Fluminense na Libertadores

Camisa 9 lembra desconfiança sobre elenco no início da temporada: "Serviu para nos fortalecer" Oito anos depois, o Fluminense está de volta à Libertadores. E mais uma...

Joia do Bayern, Musiala decide defender seleção da Alemanha

Com dupla nacionalidade, meia-atacante de quase 18 anos se tornou o inglês mais jovem a marcar na Liga dos Campeões na vitória bávara sobre...

Veja a lista dos concorrentes na 22ª edição do Prêmio Laureus

Lista não tem brasileiros. Astros e estrelas como LeBron, Hamilton, Nadal e Naomi Osaka concorrem. Bayern de Munique e Liverpool disputam melhor equipe do...

Veja os recordes que Djokovic bateu e quais marcas ainda podem ser batidas

Sérvio já está entre os maiores da história do tênis Campeão do Australian Open pela nona vez, Novak Djokovic já atingiu alguns recordes históricos no...