Pular para o conteúdo

Seleção peruana confirma dois jogadores diagnosticados com covid-19

    seleção peruana

    Raúl Ruidiaz e Alex Valera testam positivo para o novo coronavírus e estão fora da partida contra o Brasil nesta terça-feira

    A seleção peruana confirmou nessa última segunda feira (12) dois novos casos do novo coronavírus. O time que enfrentará o Brasil hoje (13) às 21h pelas eliminatórias da Copa do Mundo do Catar não contará com a participação dos jogadores Alex Valera e Raúl Ruidiaz.

    Além dos atacantes, os jogadores Aldair Rodríguez e Christian Ramos inicialmente testaram positivos para a doença. Neste meio tempo, fizeram a contraprova e foram liberados e direcionados para o técnico Ricardo Gareca. Os quatro jogadores não participaram do treino que aconteceu ontem. Os atacantes permanecem isolados e sem proximidade com o restante dos atletas.

    De acordo com o comunicado feito pela Federação Peruana de Futebol (FPF), a dupla está com sintomas leves e garante a segurança do time dentro do regulamento mencionado pela Confederação Sul-Americana de Futebol (CONMEBOL) e pela Federação Internacional de Futebol (FIFA). Assegura de que tem condições e irá jogar a disputa contra o Brasil.

    Reprodução Twitter @seleccionPeru

    Em nota, os testes foram analisados via PCR (capaz de identificar o aparecimento do vírus no organismo). Desde então toda a comissão esteve em isolamento.

    “A FPF espera que a evolução médica dos futebolistas desconvocados seja favorável, colocando à disposição todo seu staff de profissionais para a supervisão e acompanhamento de cada caso. Da mesma forma, seguirá o processo de isolamento coordenado pela FPF”, escreveu a Federação em comunicado ao twitter.

    Entre os infectados pela doença, o único titular no elenco liderado por Gareca é Ruidaz. Considerado cruel com a seleção Brasileira na Copa América de 2016, nos Estados Unidos, foi o autor do gol da vitória que eliminou o Brasil na primeira fase de grupos da competição.

    Sem o atacante, o técnico poderá escalar o time do Peru com: Zambrano, Tapia, Carrillo, Advíncula, Gallese, Abram e Trauco,Yotún, Farfán, Tapia ou Gonzáles.

    A seleção peruana vai à busca da sua primeira vitória nas Eliminatórias. A sua estreia chegou a um empate com a seleção do Paraguai por 2 a 2 na última quinta. Já o Brasil enfrentou a Bolívia na Neo Química Arena, no estado de São Paulo e enfiou 5 bolas na rede vencendo o time que não conseguiu marcar um gol.

    A última disputa oficial entre Brasil e Peru ocorreu em 2019 na final da Copa América. No confronto, a seleção brasileira levou a melhor vencendo por 3 a 1, no Maracanã, Rio de Janeiro, levando o título para casa.

    Segundo Julio Viscarra, em entrevista para o Jornal El Comercio, o time do Peru está em desvantagem quanto ao elenco antigo. “Em comparação ao plantel que esteve na última Copa América, esta seleção peruana, em nível, é inferior à equipe que jogou a final com o Brasil. Se bem que se mantém quase o mesmo time, fato que lhe dá vantagem, já que é um elenco que se conhece e sabe perfeitamente a ideia do técnico Ricardo Gareca”.

    A comissão brasileira partiu na tarde de ontem para Lima. Desembarcou na capital peruana por volta das 23h30, horário de Brasília. Após a realização dos testes de coronavírus, todo elenco teve a permissão de participar da partida. O duelo acontecerá às 21h desta terça-feira, no Estádio Nacional de Lima.

     

     

    Fonte: Globo Esporte e ESPN