Home Basquete Relembre a seleção brasileira feminina de basquete medalhista olímpica e campeã mundial

Relembre a seleção brasileira feminina de basquete medalhista olímpica e campeã mundial

Época que encantou os brasileiros

Conhecido como “País do Futebol”, o Brasil sempre deu mais prioridade para esse esporte, deixando outros como basquete e vôlei de escanteio. Mas a seleção brasileira de basquete feminino, do final da década de 1990, encantou a todos que acompanharam sua trajetória e fizeram história.

Em 1994, o Brasil conquistou seu primeiro título mundial na história. Traçando um caminho muito difícil, a seleção teve que passar pelo “confronto da morte” contra os Estados Unidos para chegar à final da competição. A seleção americana, por mais que contasse com jogadoras mais jovens naquela competição, ainda era favorita, mas parou em Hortência, Magic Paula, Janeth e companhia.

A trajetória na competição não foi nada fácil. O Brasil foi derrotado pela China, mas venceu a seleção de Cuba. Na última partida da fase de grupos, a seleção enfrentou a Espanha e o jogo foi um dos mais emocionantes do torneio. Estando atrás no placar durante todo o confronto, as brasileiras não desistiram e na reta final, contando com momentos inspirados de Janeth, conseguiram a virada, a segunda posição do grupo e uma vaga para a semifinal.

Aos que pensaram que o jogo seria um massacre das americanas, a resposta brasileira começou a ser escrita desde o início. Com efetividade, Janeth, Paula e companhia buscavam pontuar rápido, sem dar muito tempo para as adversárias se arrumarem na defesa, mas com o passar do tempo, a partida foi se equilibrando, até que no final do primeiro tempo o “trio de ouro” começou a brilhar e abriu dez pontos de vantagem.

Na segunda e última etapa conforme o tempo ia passando, as americanas começaram a ser vencidas pelo cansaço, perderam efetividade no ataque e intensidade na defesa, deixando muitas vezes Hortência e Paula livres para arremessar. Além das três principais jogadoras do Brasil, Alessandra, Cintia Tuiu e Leila Sobral, muitas outras tiveram papel fundamental durante o confronto e levaram o Brasil a uma vitória por 110 x 107.

Na final, a Seleção teve a oportunidade de uma revanche contra a China. Depois de serem derrotadas na fase de grupos, era a hora das brasileiras se provarem. E assim foi. Hortência, Magic Paula e Janeth combinaram para 70 pontos no jogo e o Brasil venceu por 96 x 87 e se sagraram campeãs do torneio. Além disso, a seleção brasileira quebrou uma sequência de 11 mundiais consecutivos, que só eram vencidos por EUA ou URSS.

Não satisfeitas em fazer história no Mundial, as jogadoras foram atrás de conquistar o Ouro Olímpico no ano de 1996, em Atenas. Após alcançar a 7ª posição na edição anterior, em Barcelona, a seleção queria melhorar e evoluir a posição final.

O Brasil disputou a primeira fase em grupo formado por Canadá, Rússia, Japão, China e Itália, e venceu as quatro primeiras partidas com tranquilidade, e já classificado, teve jogo parelho contra a Itália vencendo por 75 x 73.

Passando por Cuba nas quartas e Ucrânia na semifinal, a seleção brasileira chegou a mais uma decisão, mas dessa vez contra a poderosa seleção Norte-Americana. Diferentemente do Mundial, Hortência e companhia, desta vez, saíram derrotadas, mas de cabeça erguida, com uma medalha de prata no pescoço e postulando a melhor performance brasileira em Olimpíadas na história do basquete feminino.

LEIA MAIS

Flamengo vence na raça na Champions League das Américas de basquete

- Advertisment -

Popular

Conheça a origem do futsal

O futsal, também conhecido como futebol de salão, é uma modalidade de esporte que se adaptou do futebol de campo para as quadras. O...

O que é atletismo e suas modalidades?

O que é atletismo? Em tempos de Olimpíadas, o atletismo entra em pauta de jornais, programas de TV e no entretenimento da população. Mas, afinal,...

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...