Home Futebol São Paulo negocia pagamento de quase R$ 30 milhões em dívidas por...

São Paulo negocia pagamento de quase R$ 30 milhões em dívidas por casos de Tchê Tchê e Kaká

São Paulo acertou na semana passada a forma de pagamento dos R$ 15 milhões de dívida com o Athletico pelo acerto por Pablo. Porém, o caminho para uma solução definitiva sobre esse quesito ainda rende. A diretoria possui mais dois casos abertos e que vão gerar um débito de quase R$ 30 milhões, em pagamentos tratados como prioridades para os próximos meses.

O caso que demanda maior urgência corresponde à negociação que trouxe Tchê Tchê ao São Paulo. Pelo meio-campista, anunciado na última terça-feira no Atlético-MG, o clube do Morumbi nutre dívida de R$ 22 milhões e negocia uma forma de pagamento com o Dínamo de Kiev, da Ucrânia.

O São Paulo está em contato com representantes do clube ucraniano e procura viabilizar uma maneira de pagar o débito, como a possibilidade de parcelamento, semelhante ao caso Pablo. O diálogo tem também como objetivo amenizar a cobrança do Dínamo, que levou o caso à Fifa.

Uma punição no caso de Tchê Tchê geraria um transtorno para o São Paulo no mercado da bola. Casos como esse denunciado pelo Dínamo têm como padrão impedir o condenado de inscrever novos jogadores por uma ou mais janelas de transferências. O Santos é um exemplo de clube punido no Brasil.

Já o caso que envolve a chegada de Kaká, ainda em 2014, está na Justiça comum. Há diálogo aberto para resolver uma pendência de R$ 6 milhões com o Orlando City, dinheiro a ser pago como parte do acordo de empréstimo que trouxe o ídolo de volta ao Morumbi há mais de meia década.

O São Paulo busca alternativas de arrecadação para solucionar esses problemas que surgem como prioridade. Com Pablo, por exemplo, o clube tricolor pagou um valor de entrada para o Athletico e parcelou o restante em cinco prestações, diante das garantias apresentadas pela diretoria.

A solução pode estar na saída de atletas como forma de gerar economia, como no exemplo do próprio Tchê Tchê, que, mesmo emprestado ao Atlético-MG, segue ligado ao Morumbi por questões fora do campo.

São Paulo faz acordo de R$ 15 milhões com o Athletico

O São Paulo fechou um acordo com o Athletico para o pagamento de parcelas atrasadas da compra do atacante Pablo. O clube paulista devia R$ 12 milhões ao Furacão, além de R$ 3 milhões futuros, e parcelou o valor total em cinco vezes.

Negociado por R$ 26,6 milhões, o São Paulo pagou as parcelas iniciais ao Furacão durante 2019 e atrasou as seguintes no ano passado, na gestão de Carlos Augusto Barros e Silva, o Leco. A dívida, que já estava na Justiça, aumentou com juros, correção monetária e multa por atraso, tudo previsto no acordo.

Essa pendência, assim, chegava a R$ 12 milhões. Outros R$ 3 milhões ainda não estavam vencidos e foram inclusos. No novo acordo, o Tricolor paulista pagou R$ 3,2 milhões à vista ao Athletico e prevê o pagamento de cinco parcelas de R$ 2,3 milhões.

No São Paulo, Pablo viveu altos e baixos em dois anos. Na atual temporada, contudo, ele começou bem com dois gols em quatro jogos. Com a camisa tricolor, o atacante tem 87 jogos e 21 gols.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

No Fluminense, Martinelli vai para 1ª Libertadores com Europa de olho

Titular absoluto com apenas 19 anos, volante recebe sondagens de clubes da Inglaterra antes do torneio de maior vitrine Em cinco meses, tudo pode mudar....

Anderson Silva reconhece favoritismo de Julio Cesar Chávez Jr. em confronto do dia 19 de junho

Spider exalta oponente, mas vê chance de conseguir nocaute Depois de deixar o Ultimate, Anderson Silva assinou contrato para enfrentar Julio Cesar Chávez Jr. em...

Miami bate Lakers e vence a quinta em seis jogos

Time da Califórnia não é páreo para Butler e Oladipo, que deixa a quadra com lesão no joelho Jogando em casa, o Miami Heat completou...

F1 2021: salário de Hamilton encolhe R$ 57 mi, mas ainda é o maior

Receita do atual campeão cai de R$ 225 milhões, em 2020, para R$ 168 milhões no novo contrato; Vettel também tem redução drástica com...