Pular para o conteúdo

São Paulo domina, faz 3 a 0 no Atlético-MG e dispara na liderança

    Fernando Diniz comandou o São Paulo no Morumbi na vitória sobre o Atlético-MG — Foto: Marcos Ribolli

    O São Paulo voltou a disparar na liderança do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira, no estádio do Morumbi, o Tricolor venceu o confronto direto com o vice-líder Atlético-MG por 3 a 0, com gols de Igor Gomes, Gabriel Sara e Toró, e se recuperou da derrota no clássico contra o Corinthians. O Galo, por sua vez, viu ser interrompida uma sequência de quatro jogos sem perder na competição.

    Durante a maior parte do jogo, a estratégia de Fernando Diniz prevaleceu à de Jorge Sampaoli, que no segundo tempo ainda perdeu Allan, expulso, no melhor momento do time na partida. Com propriedade, o time paulista devolveu ao Galo a derrota de 3 a 0 no primeiro turno. Um trunfo enorme para quem pretende ser campeão brasileiro.

    O técnico Fernando Diniz, do São Paulo, analisou a vitória por 3 a 0 sobre o Atlético-MG, nesta quarta-feira à noite, no Morumbi, pelo Campeonato Brasileiro.

    Com o resultado positivo no confronto direto, o Tricolor abriu sete pontos de vantagem na liderança em relação ao próprio Galo, vice-líder.

    – É um grande jogo com um grande rival. Pelo tamanho do São Paulo e do Atlético-MG, e como os times estão na tabela, claro que tem um quê especial, envolve uma adrenalina maior. São jogos assim que de fato marcam, mas sobretudo valem três pontos. O próximo jogo vale os mesmos três pontos. Tem algo especial porque o treinador é muito bom, o time é muito qualificado e é o vice-líder do campeonato – disse.

    LEIA MAIS: Julio Casares vence Roberto Natel e é eleito o novo presidente do São Paulo

    Eleito o Craque do Jogo contra o Atlético-MG, Tchê Tchê destacou a importância da vitória do São Paulo por 3 a 0 sobre o vice-líder.

    Com o resultado, a equipe de Fernando Diniz foi aos 53 pontos, sete mais do que os mineiros, recuperando os sete pontos de vantagem que abriu recentemente.

    O jogador foi escolhido como substituto de Luciano, que se lesionou contra o Corinthians, e puxou o ataque que terminou no primeiro gol da partida, de Igor Gomes.

    – Foi uma função diferente, por isso os atacantes ganham isso (prêmio), né. Obrigado. Importância da vitória é gigantesca, eles fazem excelente campanha. Vice-líder. Treinamos bastante. Ficamos um pouco abaixo no domingo, clássico é detalhe. Saímos atrás, não conseguimos buscar, mas ficamos muito felizes pela vitória. Foi um time que nos dificultou muito, mesmo com um a menos. É comemorar e amanhã voltar ao trabalho – comentou Tchê Tchê.

    Fim da maratona

    O São Paulo terá uma semana sem jogos pela primeira vez desde o início do Campeonato Brasileiro. Depois de vencer o Atlético-MG por 3 a 0 e abrir sete pontos de vantagem sobre o rival na liderança, a equipe de Fernando Diniz só entra em campo na próxima quarta-feira, quando inicia a disputa da semifinal da Copa do Brasil, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

    Os jogadores, inclusive, ganharam folga nesta quinta e sexta, e voltam aos treinos no sábado.

    No segundo semestre, o São Paulo disputou, além do Brasileiro, a Libertadores, a Sul-Americana e a Copa do Brasil – já foi eliminado nos torneios internacionais. Por causa disso, teve partidas do Brasileiro adiadas e chegou a ter três jogos a menos do que o Atlético-MG, com quem tem disputado a ponta da competição.

    Depois do jogo contra o Grêmio, na próxima semana, o São Paulo vai ao Rio de Janeiro para enfrentar o Fluminense no sábado, dia 26. No dia 30, recebe o Grêmio no duelo de volta da Copa do Brasil. Depois disso, ganha mais uns dias de folga até o jogo contra o Bragantino, dia 6 de janeiro.

    LEIA MAIS