Pular para o conteúdo

Com atuação impecável, São Paulo vence o Flamengo no NBB

(Marcos Limonti)

A competição

A tabela do NBB (Novo Basquete Brasil) da temporada 2020/21 está definida. Por conta do coronavírus, a competição será disputada em sete sedes, para diminuir a quantidade de viagens das equipes pelo país. O torneio tem seu início marcado para 10 de novembro.

As sete sedes serão Ginásio Maracanãzinho (Rio de Janeiro), Ginásio Antonio Prado Jr. (CA Paulistano), Ginásio do Morumbi (São Paulo FC), Ginásio Prof. Hugo Ramos (Mogi das Cruzes), Ginásio Wlamir Marques (Corinthians), Ginásio Henrique Villaboim (EC Pinheiros) Ginásio da IESPLAN (Brasília-DF).

As escolhas das sedes 

Para decidir quais seriam as sedes dos jogos no primeiro turno, o Conselho de Administração do NBB tomou a decisão de realizar as sedes em capitais do Brasil para evitar os longos deslocamentos terrestres para cidades do interior ou cidades que não tenham aeroportos, por exemplo.

Não existe uma quantidade de partidas pré-definida por sedes. Para a decisão do calendário, foi levada em consideração a administração de logística das equipes e também às disponibilidades dos ginásios de cada sede. Por isso, será comum existirem sedes com sequências maiores de jogos e outras mais curtas.

O segundo turno 

As equipes do NBB optaram pela manutenção do sistema de sedes fixas, os jogos serão definidos usando o mesmo critério, a administração de logística das equipes e também às disponibilidades dos ginásios de cada sede.

O segundo turno começará após a realização da Copa Super 8, que acontecerá entre os dias 16 e 23 de janeiro de 2021. O torneio reunirá os oito primeiros colocados do primeiro turno do NBB para uma disputa de mata-mata. O campeão terá uma vaga garantida na Basketball Champions League de 2022.