Home Futebol Santos vence San Lorenzo e se aproxima de fase de grupos da...

Santos vence San Lorenzo e se aproxima de fase de grupos da Libertadores

Peixe começa bem na Argentina, marca com Marinho e Lucas Braga, vê Ángel Romero diminuir, mas consegue terceiro gol com garoto Ângelo

Santos teve autoridade, chegou a sofrer por alguns momentos, mas venceu o San Lorenzo por 3 a 1 na noite desta terça-feira, em Buenos Aires, e abriu ótima vantagem na disputa por uma vaga na fase de grupos da Copa Libertadores. O jogo de ida da terceira fase começou muito bem para o Peixe, que marcou com Lucas Braga e Marinho, de pênalti, no primeiro tempo. No segundo, Ángel Romero, ex-Corinthians, diminuiu e ensaiou uma pressão, mas Ângelo, de 16 anos, marcou nos acréscimos e garantiu a vantagem santista – o time de Ariel Holan pode até perder por um gol de diferença para se classificar.

Santos e San Lorenzo voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, às 21h30, no Mané Garrincha, em Brasília. Vitória, empate ou derrota por um gol de diferença (ou 2 a 0) dão a vaga ao Santos, enquanto o San Lorenzo precisa vencer por três gols de diferença (ou dois, caso faça quatro gols ou mais). Um 3 a 1 a favor dos argentinos leva a decisão para os pênaltis. Quem se classificar avança à fase de grupos, já sabendo quais adversários vai enfrentar – o sorteio das chaves da Libertadores é na próxima sexta-feira, antes do jogo de volta.

Aos 16 anos, Ângelo se tornou o jogador mais jovem a fazer gol em uma Libertadores. O garoto, considerado uma das maiores promessas do Santos nos últimos anos, já havia entrado para a história ao se tornar o jogador mais jovem a entrar em campo na competição continental. Agora, tem dois feitos históricos.

Até esta terça, o mais jovem a marcar numa Libertadores era o argentino Juan Carlos Cárdenas, do Racing, que fez um gol em 1962 com 16 anos, sete meses e dois dias, contra o Nacional, do Uruguai. Ângelo derrubou uma marca que já durava quase 60 anos.

Na vitória sobre o Deportivo Lara, na Vila Belmiro, por 2 a 1, o zagueiro Kaiky, de 17 anos, tinha se tornado o jogador brasileiro mais jovem a marcar na Libertadores, mas agora foi ultrapassado por Ângelo.

O gol desta terça-feira também foi o primeiro de Ângelo como jogador profissional. O garoto foi promovido à equipe principal em 2020, mas passou a ser ainda mais utilizado em 2021, com Ariel Holan. Ao todo, são 15 partidas pelo Santos.

Lucas Braga mantém estrela contra argentinos

Eleito melhor em campo em votação da Conmebol na vitória do Santos, o atacante manteve a escrita e foi decisivo diante de “hermanos”.

Desde que começou a receber chances no Santos, no ano passado, Lucas Braga sempre foi pedra no sapato de clubes da Argentina. Na última edição da Libertadores, por exemplo, marcou gols nas vitórias por 2 a 1 contra Defensa y Justicia (fase de grupos) e também nos 3 a 0 diante do Boca Juniors (semifinal).

No primeiro compromisso na atual edição do torneio sul-americano, demorou apenas seis minutos para Lucas Braga balançar as redes do San Lorenzo.

– Fico feliz em marcar gols, conseguir ajudar o Santos, especialmente contra times argentinos, a confiança aumenta. É algo que fica sempre na memória – disse Lucas Braga.

O atacante fez jus à escolha do técnico Ariel Holan, que o colocou no lugar de Ângelo, e aproveitou a chance, acirrando ainda mais a briga por uma vaga no ataque, que também tem Soteldo, Marinho, Kaio Jorge.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

No Fluminense, Martinelli vai para 1ª Libertadores com Europa de olho

Titular absoluto com apenas 19 anos, volante recebe sondagens de clubes da Inglaterra antes do torneio de maior vitrine Em cinco meses, tudo pode mudar....

Anderson Silva reconhece favoritismo de Julio Cesar Chávez Jr. em confronto do dia 19 de junho

Spider exalta oponente, mas vê chance de conseguir nocaute Depois de deixar o Ultimate, Anderson Silva assinou contrato para enfrentar Julio Cesar Chávez Jr. em...

Miami bate Lakers e vence a quinta em seis jogos

Time da Califórnia não é páreo para Butler e Oladipo, que deixa a quadra com lesão no joelho Jogando em casa, o Miami Heat completou...

F1 2021: salário de Hamilton encolhe R$ 57 mi, mas ainda é o maior

Receita do atual campeão cai de R$ 225 milhões, em 2020, para R$ 168 milhões no novo contrato; Vettel também tem redução drástica com...