Home Mais Esportes Nadal iguala Federer em número de vitórias em Roland Garros

Nadal iguala Federer em número de vitórias em Roland Garros

Espanhol disse que final contra Djokovic foi a mais difícil até hoje

Rafael Nadal conquistou seu vigésimo título de Roland Garros e, de quebra, igualou o número de vitórias de Grand Slam do suíço Roger Federer. A partida final foi contra o número um do ranking, Novak Djokovic.

Federer fez uma postagem em sua rede social homenageando o amigo e ressaltou que vencer o torneio por treze vezes é uma das melhores conquistas no esporte. O maior desafio para o atleta alcançar a 21º conquista é a sua sucessão de lesões. Durante a sua carreira chegou a pular oito Slams, um walkover e dois abandonos. Em comparação aos torneios perdidos de seus rivais, Nadal lidera o ranking.

Nadal diz estar feliz com a sua carreira e frisa estar entre os maiores na história do tênis. Com apenas 34 anos, o tenista se sente em condições de buscar novos objetivos no mundo do esporte.

Foto: REUTERS/Christian Hartmann

“Sou uma pessoa de sorte por todas as coisas que me aconteceram por tantos anos. A vida, até hoje, sorriu para mim. O que resta a ganhar? Você verá o que resta, mas a ilusão é seguir em frente, porque se você não está animado para fazer o que faz, é hora de se dedicar a outra coisa. Enquanto mantiver a ilusão de jogar tênis e competir, é hora de continuar fazendo o que sempre fiz, que é me empenhar para continuar gerando opções para competir no mais alto nível”, ressaltou o número 2 do mundo.

Não estão definidos os próximos passos de Nadal até o fim da temporada. O atleta prefere conversar com a sua equipe para que as decisões sejam analisadas da melhor maneira.

Novak Djokovic

No topo do ranking dos melhores tenistas, Novak Djokovic com 33 anos de idade está atrás de Frederer e Nadal por apenas três títulos. Sua última desclassificação no US Open custou a oportunidade de tentar diminuir a diferença entre os big 3. O atleta que acertou um dos juízes de linha no pescoço com uma bola após perder um ponto da disputa. O espanhol acabou levando a melhor e derrotou Djokovic com facilidade.

Em conversa com o apresentador Graham Bensinger, Djokovic disse que não acredita em limites. Disse que são ilusões do ego ou da mente. “Não acredito em limites. Acho que os limites são apenas ilusões do seu ego ou da sua mente”. Acrescentou também: “Acredito que posso vencer a maioria dos campeonatos e quebrar o recorde de ficar como número 1 do mundo por mais tempo. Esses são meus objetivos claros”, discurso feito pelo jogador em maio deste ano.

- Advertisment -

Popular

Após 22 anos, Grêmio marca 8 gols em um único jogo

Tricolor repetiu resultado de 1999, pelo Gauchão A noite desta última quinta-feira (6), foi histórica. Não pela grandiosidade do oponente ou da competição, mas o...

NBA tem recorde de Raulzinho, lesão de Davis, Bush na torcida e show de Curry

Brasileiro tem sua melhor partida na NBA, pivô volta a preocupar os Lakers, e ex-presidente dos Estados Unidos vai à arquibancada Sete jogos movimentaram a...

Palmeiras vence e elimina Santos, que corre risco de rebaixamento

Com a derrota, o Santos joga sua vida na elite do futebol paulista contra o São Bento. Caso perca, o Peixe será rebaixado pela...

Fluminense empata com o Junior Barranquilla e segue líder do seu grupo

Após saga para chegar a Guayaquil, time comandado por Roger Machado consegue empate com gol do garoto Kayky Depois de uma verdadeira saga para chegar...