Home Futebol Renato Portaluppi pede demissão e não é mais o técnico do Grêmio

Renato Portaluppi pede demissão e não é mais o técnico do Grêmio

Renato Portaluppi não é mais técnico do Grêmio. O treinador pediu demissão do cargo na manhã desta quinta-feira, após a eliminação na terceira fase da Libertadores para o Independiente del Valle, na noite passada. O treinador Thiago Gomes, da equipe sub-21, será o comandante nas próximas partidas. Em nota oficial, o Tricolor diz que a saída foi em “comum acordo” (leia a íntegra no fim do texto).

Conforme apurou o GE, a informação foi repassada aos jogadores antes do treino desta tarde de quinta, no CT Luiz Carvalho. Renato está isolado no hotel da concentração do Grêmio em recuperação de um quadro de Covid-19.

Ele comunicou sua decisão ao presidente Romildo Bolzan por telefone. O mandatário se pronunciou oficialmente sobre a saída do treinador em um vídeo divulgado pelo clube à tarde e confirmou também as saídas dos auxiliares Alexandre Mendes e Victor Hugo Signorelli.

Já pela manhã, a diretoria se reuniu para debater o futuro do treinador. Participaram o CEO Carlos Amodeo e os membros do Conselho de Administração, presidido por Romildo Bolzan e os seis vice-presidentes: Marcos Herrmann, Cláudio Oderich, Paulo Luz, Duda Kroeff, Guto Peixoto e Adalberto Preis.

Logo após a eliminação do clube na terceira fase da Libertadores, com nova derrota para o Independiente del Valle, Renato foi alvo de cobranças e contestações internas e externas. Ainda na noite de quarta, o vice-presidente Cláudio Oderich revelou ao ge que as avaliações internas ocorreriam de “cabeça fria” e que nada estava descartado.

A pressão sobre Renato já existia durante as conversas para a renovação, no início de março, com correntes internas do clube se posicionando contra a permanência.

A turbulência iniciou na noite da última quarta-feira, na Arena, quando o Grêmio perdeu outra vez por 2 a 1 para o Independiente del Valle e deu adeus à Libertadores. O Tricolor agora disputará a Sul-Americana.

O técnico Renato Portaluppi, que ainda se recupera da Covid-19, não esteve à beira do campo. O auxiliar Alexandre Mendes comandou o time nas duas derrotas para os equatorianos.

Contratado em setembro de 2016, Renato está há mais de quatro anos e meio no cargo. Ele se tornou o técnico da elite do futebol brasileiro por mais tempo no comando de uma equipe.

Em sua terceira passagem, Renato virou também o técnico com mais jogos na história do Grêmio e ganhou uma estátua na Arena. Além de conquistar os títulos da Copa do Brasil (2016), da Libertadores (2017), da Recopa Sul-Americana (2018), de três estaduais (2018, 2019 e 2020) e uma Recopa Gaúcha (2019).

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Após 22 anos, Grêmio marca 8 gols em um único jogo

Tricolor repetiu resultado de 1999, pelo Gauchão A noite desta última quinta-feira (6), foi histórica. Não pela grandiosidade do oponente ou da competição, mas o...

NBA tem recorde de Raulzinho, lesão de Davis, Bush na torcida e show de Curry

Brasileiro tem sua melhor partida na NBA, pivô volta a preocupar os Lakers, e ex-presidente dos Estados Unidos vai à arquibancada Sete jogos movimentaram a...

Palmeiras vence e elimina Santos, que corre risco de rebaixamento

Com a derrota, o Santos joga sua vida na elite do futebol paulista contra o São Bento. Caso perca, o Peixe será rebaixado pela...

Fluminense empata com o Junior Barranquilla e segue líder do seu grupo

Após saga para chegar a Guayaquil, time comandado por Roger Machado consegue empate com gol do garoto Kayky Depois de uma verdadeira saga para chegar...