Pular para o conteúdo

Rafael dos Anjos vence Paul Felder e desafia Conor McGregor

    Foto: Jeff Bottari/Zuffa LLC

    Dos Anjos aguentou cinco rounds contra o americano e levou a melhor

    Rafael dos Anjos enfrentaria o russo Islam Makhachev até uma semana atrás. O número 12 do peso-leve (até 70kg) no entanto, teve que deixar o duelo por problemas do corte de peso. Rafael então ganhou um novo adversário ainda melhor ranqueado: Paul Felder, na posição 7. O retorno à categoria onde foi campeão em 2015 foi com vitória, que levou a melhor na decisão definida pelos juízes que consideraram 47-48, 50-45 e 50-45.

    O brasileiro ficou por dois anos e meio na categoria meio-médio, onde ocupa o 12º lugar do ranking, agora alcançou um cartel com 30 vitórias e 13 derrotas. Na entrevista após o término da luta, Rafael falou que o próximo duelo a ser realizado na sequência será entre ele e o irlandês Conor McGregor, apesar de Conor já ter luta marcada para o dia 23 de janeiro contra Dustin Poirier.

    “Quando você não tem nada a perder, torna mais difícil para seu oponente. Felder entrou para se divertir, e eu tinha muita coisa em jogo. Mas tiro o chapéu para ele por entrar nesta luta e estou feliz de tê-lo enfrentado. Acho que quero enfrentar quem estiver na fila pelo cinturão. Tenho 36 anos, hoje foi minha 30ª aparição no UFC. Se você vir os desafiantes, eu e Conor somos os únicos campeões de verdade da divisão, todos os outros são interinos. Acho que eu contra Conor seria a luta a se fazer”, disse Rafael dos Anjos na entrevista após o duelo.

    Como foi a luta

    O brasileiro iniciou a luta com chutes baixos, porém levou a pior após uma cotovelada rodada de seu adversário, que abriu um corte no supercílio do Dos Anjos. Com 1m30 de confronto, Rafael encurtou e jogou para baixo no double leg. Felder por sua vez conseguiu trabalhar bem no chão e com o auxílio da grade conseguiu ficar em pé novamente. Na luta de pé, os dois lutadores trocaram golpes de modo franco. O primeiro round foi finalizado com o brasileiro pressionando o americano na grade combinando uma cotovelada e um cruzado que acabou abrindo um corte em Felder.

    Veja também: São Paulo deve prorrogar contrato de lateral espanhol Juanfran

    O segundo round, o brasileiro retornou com golpes precisos e levou Felder para a grade. Os chutes baixos foram ótimos para Rafael que tentou ir novamente ao double leg, no entanto Felder suportou e se manteve em pé. O americano apresentou velocidade e também entrou com golpes limpos no rosto de Rafael. Faltando dois minutos para o término do round, Dos Anjos foi nas pernas do adversário e desta vez conseguiu jogá-lo para baixo ficando grudado nele até próximo do fim. Faltando menos de um minuto, Dos Anjos soltou um direto esquerda limpo no frontal do americano.

    No terceiro round o brasileiro pressionava Felder para o chão, entretanto o adversário conseguia subir novamente. O tempo foi marcado por total domínio do brasileiro após o americano cansar e Dos Anjos disparar golpes duros na trocação. Felder retornou mais agressivo no round seguinte indo pra cima tanto com golpes na parte de cima e com chutes nas pernas de Rafael. Com um vai e vem de golpes, Felder conseguiu no último minuto atacar o brasileiro sentado. Por azar, não conseguiu dominar Dos Anjos e acabou tomando socos nas suas costas.

    No quinto e último round, o brasileiro voltou a tentar ir nas pernas do adversário mas não obteve sucesso. Logo em seguida, em uma nova tentativa, Rafael colocou Felder na grade e após o botou no chão. Estando por cima, Rafael demonstrou total domínio e aguentou até o final da luta para êxtase de sua equipe, comandada por Dedé Pederneiras.

    Fonte: Globo Esporte

    Leia também: Patriots viram para cima do Baltimore Ravens e chegam a quarta vitória