Home Futebol Sem Neymar e Mbappé, PSG perde de virada para o RB Leipzig

Sem Neymar e Mbappé, PSG perde de virada para o RB Leipzig

Di María abre o placar, mas Nkunku e Forsberg viram para clube alemão

Na reedição da semifinal da temporada passada, a história foi diferente do encontro de RB Leipzig e PSG nesta quarta-feira (4), pela terceira rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões 2020/21.

Os franceses, que levaram a melhor em agosto, até começaram bem, mas sofreram virada e viram os alemães tomarem a vice-liderança do Grupo H. Di María abriu o placar e perdeu pênalti, e Nkunku e Forsberg deram a vitória por 2 a 1 ao time da casa na RB Arena. Os visitantes, desfalcados de Neymar e Mbappé, entre outros, ainda tiveram dois jogadores expulsos: Gueye e Kimpembe.

O RB Leipzig se recupera após goleada do Manchester United e iguala os seis pontos dos ingleses – que perderam mais cedo para o Basaksehir -, dentro da zona de classificação. O PSG permanece com três, agora em terceiro, mesmo número dos turcos. O confronto direto é o primeiro critério de desempate na Champions.

GRUPO H

Manchester United – 6 pontos
RB Leipzig – 6 pontos
PSG – 3 pontos
Istanbul – 3 pontos

Os times repetem os confrontos na quarta rodada da Champions no próximo dia 24: o PSG recebe o RB Leipzig no Parque dos Príncipes. Bem antes disso, os líderes do Francês enfrentam o Rennes no próximo sábado, mesmo dia em que os alemães, na terceira posição da Bundesliga, recebem o Freiburg.

O JOGO

Logo de cara, aos cinco minutos, gol dos visitantes. Na primeira chegada do PSG, Upamecano, zagueiro de 22 anos que vale R$ 400 milhões, falou feio, Kean ficou com a bola e deixou Di María na cara do goleiro para fazer 1 a 0.

Grande nome do PSG, Di María logo teve outra chance, mas chutou sobre a marcação. Pouco depois, Kean girou na grande área, bateu, e Upamecano – de novo ele – cometeu pênalti, com a bola desviando em seu braço. Na cobrança, o argentino tentou fazer seu segundo na partida batendo no canto esquerdo de Gulácsi, mas o goleiro acertou o lado e defendeu.

O time de Paris balançou as redes mais duas vezes ainda na primeira etapa, mas ambas comemorações foram frustradas.

Aos 40 minutos, Angeliño avançou pela esquerda e passou para Nkuku, que chegava pelo meio. De fora da área, o meia francês, que defendeu o PSG entre 2015 e 2019, bateu firme e venceu Keylor Navas.

Na segunda etapa, o RB Leipzig manteve o ritmo dos últimos minutos antes da pausa e logo tomou as rédeas do placar.

Depois de uma linda jogada de Forsberg, que bateu para fora, e grande chegada do PSG com Kean, também por cima do gol, o placar foi alterado. Kimpembe botou a mão na bola dentro da área e deu um presente para o time alemão.

Angeliño cruzou da esquerda e o zagueiro do PSG se complicou. Após rápida ida ao VAR, o árbitro apontou para a marca de cal. Forberg bateu com perfeição no canto direito de Navas, que até acertou o lado, e fez 2 a 1.

Com pouca inspiração, o PSG já sofria muito para criar chances na segunda etapa. Sem Neymar nem Mbappé, Di María ficou sobrecarregado e Kean isolado lá na frente.

Aos 23 minutos, Gueye chegou atrasado em dividida com Haidara, levou o segundo cartão amarelo e foi expulso, dificultando ainda mais a situação do time.

O PSG não conseguiu o empate, apesar de pressionar – mesmo sem muita organização – até o fim. Inclusive, foi o Leipzig que ficou mais perto do 3º gol, abusando dos contra-ataques.

No último minuto de jogo, em uma dessas disparadas, Poulsen foi derrubado por trás em carrinho de Kimpembe e forçou o 2º amarelo do defensor, que consequentemente levou o vermelho.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Conheça a origem do futsal

O futsal, também conhecido como futebol de salão, é uma modalidade de esporte que se adaptou do futebol de campo para as quadras. O...

O que é atletismo e suas modalidades?

O que é atletismo? Em tempos de Olimpíadas, o atletismo entra em pauta de jornais, programas de TV e no entretenimento da população. Mas, afinal,...

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...