Pular para o conteúdo

“Ele pode dizer que quer até o Pelé”, diz presidente do Benfica sobre Jorge Jesus

    Divulgação - Benfica

    Treinador reclamou da falta de reforços do gigante português, mas diretoria rebate

    O Benfica se reforçou bastante para a temporada de retorno de Jorge Jesus ao comando. A defesa foi um dos setores que mais recebeu atenção, com as chegadas de Nicolás Otamendi e Jan Vertonghen, além de Jean-Clair Todibo, emprestado pelo Barcelona. Ainda assim, o nome de Lucas Veríssimo, do Santos, segue em pauta no clube por causa do treinador — que já reclamou publicamente.

    Segundo Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, por sua vez, disse que o clube está feliz com os nove reforços contratados que, juntos, somaram quase 100 milhões de euros (R$ 665 milhões, pelas cotações atuais).

    Jorge Jesus, porém, parece não estar satisfeito com os muitos reforços que chegaram: além dos brasileiros contratados, como Everton Cebolinha, Gilberto, Helton Leite e Pedrinho, o Mister quer a chegada do zagueiro santista.

    “O Benfica está muito feliz com o elenco que tem neste momento e vamos fazer uma avaliação no final de novembro para projetarmos a segunda metade da temporada. Se Lucas Veríssimo vem ou não, não sei, pois ainda não conversamos sobre isso”, comentou Vieira, que não poupou ironias a Jesus.

    “Jorge Jesus pode dizer… ele disse isso [que deseja Lucas], mas não sabe se temos ou não hipótese de o trazer. O Jorge pode dizer até que quer o Pelé…”, completou.

    O Santos só aceita abrir negociação por, no mínimo, 6,5 milhões de euros (R$ 43,3 mi). Internamente, o objetivo é viabilizar 8 milhões de euros (R$ 53,3 mi). O presidente em exercício Orlando Rollo admite a necessidade de fazer caixa, mas tenta resolver as dívidas de curto prazo sem vender jogadores, muito menos algum como Lucas Veríssimo, com status de titular absoluto do elenco.

    LEIA MAIS: Confira as 10 melhores equipes da Champions desta rodada

    O Benfica ocupa atualmente a liderança do Campeonato Português, com 100% de aproveitamento em quatro partidas disputadas. Os encarnados, no entanto, acabaram eliminados na Pré-Champions para o PAOK, da Grécia.

    Na mesma entrevista, o presidente comentou o planejamento conjunto para a temporada e se disse feliz com o trabalho de Jesus em sua segunda passagem como treinador da equipe de Lisboa, ainda afirmando que o ex-Flamengo se sente da mesma forma.

    “Não foi fácil trazer Jesus. Foram necessários alguns contatos. Agora, ele está muito feliz no Benfica, também com o objetivo claro de lutar por títulos europeus. Ele também mudou bastante. A preparação desta época foi pensada em conjunto com ele, ou seja, não fui só eu que pensei o que seria a equipa do Benfica no futuro. Eu, Jorge Jesus, Rui Costa [administrador] e Tiago Pinto [diretor de futebol] nos reunimos várias vezes, Jorge nos deu indicações dos jogadores que queria e, curiosamente, a maioria deles também estava nos nossos planos”, completou.

    Números de Jorge Jesus após seu retorno ao Benfica

    Jogos: 5
    Vitórias: 4
    Derrotas: 1
    Gols pró: 14
    Gols contra: 7

    A única derrota do técnico em seu retorno foi nos playoffs da Champions League, onde a equipe acabou eliminada pelo PAOK, fato que complicou um pouco as metas do Benfica para a temporada.

    LEIA MAIS

    Com apoio da FIFA, gigantes europeus iniciam projeto para substituir a Champions