Home Futebol "Ele pode dizer que quer até o Pelé", diz presidente do Benfica...

“Ele pode dizer que quer até o Pelé”, diz presidente do Benfica sobre Jorge Jesus

Treinador reclamou da falta de reforços do gigante português, mas diretoria rebate

O Benfica se reforçou bastante para a temporada de retorno de Jorge Jesus ao comando. A defesa foi um dos setores que mais recebeu atenção, com as chegadas de Nicolás Otamendi e Jan Vertonghen, além de Jean-Clair Todibo, emprestado pelo Barcelona. Ainda assim, o nome de Lucas Veríssimo, do Santos, segue em pauta no clube por causa do treinador — que já reclamou publicamente.

Segundo Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, por sua vez, disse que o clube está feliz com os nove reforços contratados que, juntos, somaram quase 100 milhões de euros (R$ 665 milhões, pelas cotações atuais).

Jorge Jesus, porém, parece não estar satisfeito com os muitos reforços que chegaram: além dos brasileiros contratados, como Everton Cebolinha, Gilberto, Helton Leite e Pedrinho, o Mister quer a chegada do zagueiro santista.

“O Benfica está muito feliz com o elenco que tem neste momento e vamos fazer uma avaliação no final de novembro para projetarmos a segunda metade da temporada. Se Lucas Veríssimo vem ou não, não sei, pois ainda não conversamos sobre isso”, comentou Vieira, que não poupou ironias a Jesus.

“Jorge Jesus pode dizer… ele disse isso [que deseja Lucas], mas não sabe se temos ou não hipótese de o trazer. O Jorge pode dizer até que quer o Pelé…”, completou.

O Santos só aceita abrir negociação por, no mínimo, 6,5 milhões de euros (R$ 43,3 mi). Internamente, o objetivo é viabilizar 8 milhões de euros (R$ 53,3 mi). O presidente em exercício Orlando Rollo admite a necessidade de fazer caixa, mas tenta resolver as dívidas de curto prazo sem vender jogadores, muito menos algum como Lucas Veríssimo, com status de titular absoluto do elenco.

LEIA MAIS: Confira as 10 melhores equipes da Champions desta rodada

O Benfica ocupa atualmente a liderança do Campeonato Português, com 100% de aproveitamento em quatro partidas disputadas. Os encarnados, no entanto, acabaram eliminados na Pré-Champions para o PAOK, da Grécia.

Na mesma entrevista, o presidente comentou o planejamento conjunto para a temporada e se disse feliz com o trabalho de Jesus em sua segunda passagem como treinador da equipe de Lisboa, ainda afirmando que o ex-Flamengo se sente da mesma forma.

“Não foi fácil trazer Jesus. Foram necessários alguns contatos. Agora, ele está muito feliz no Benfica, também com o objetivo claro de lutar por títulos europeus. Ele também mudou bastante. A preparação desta época foi pensada em conjunto com ele, ou seja, não fui só eu que pensei o que seria a equipa do Benfica no futuro. Eu, Jorge Jesus, Rui Costa [administrador] e Tiago Pinto [diretor de futebol] nos reunimos várias vezes, Jorge nos deu indicações dos jogadores que queria e, curiosamente, a maioria deles também estava nos nossos planos”, completou.

Números de Jorge Jesus após seu retorno ao Benfica

Jogos: 5
Vitórias: 4
Derrotas: 1
Gols pró: 14
Gols contra: 7

A única derrota do técnico em seu retorno foi nos playoffs da Champions League, onde a equipe acabou eliminada pelo PAOK, fato que complicou um pouco as metas do Benfica para a temporada.

LEIA MAIS

Com apoio da FIFA, gigantes europeus iniciam projeto para substituir a Champions

- Advertisment -

Popular

No Fluminense, Martinelli vai para 1ª Libertadores com Europa de olho

Titular absoluto com apenas 19 anos, volante recebe sondagens de clubes da Inglaterra antes do torneio de maior vitrine Em cinco meses, tudo pode mudar....

Anderson Silva reconhece favoritismo de Julio Cesar Chávez Jr. em confronto do dia 19 de junho

Spider exalta oponente, mas vê chance de conseguir nocaute Depois de deixar o Ultimate, Anderson Silva assinou contrato para enfrentar Julio Cesar Chávez Jr. em...

Miami bate Lakers e vence a quinta em seis jogos

Time da Califórnia não é páreo para Butler e Oladipo, que deixa a quadra com lesão no joelho Jogando em casa, o Miami Heat completou...

F1 2021: salário de Hamilton encolhe R$ 57 mi, mas ainda é o maior

Receita do atual campeão cai de R$ 225 milhões, em 2020, para R$ 168 milhões no novo contrato; Vettel também tem redução drástica com...