Home Futebol Palmeiras domina River, faz 3 a 0 e sai na frente por...

Palmeiras domina River, faz 3 a 0 e sai na frente por final da Libertadores

Verdão pode perder por até dois gols de diferença

O Palmeiras dominou o River Plate e venceu o jogo de ida da semifinal da Copa Libertadores por 3 a 0, na Argentina. Rony, Luiz Adriano e Viña marcaram os gols nesta grande atuação alviverde, que atropelou o time da casa.

O resultado deixa o Verdão em situação confortável para voltar a uma final de Libertadores. A equipe pode até perder por dois gols de diferença na próxima terça-feira (12), no Allianz Parque. Gols marcados fora de casa são considerados critério de desempate.

O Palmeiras já é finalista da Copa do Brasil e ainda disputa o Brasileirão. No próximo sábado (9), vai visitar o Sport na Ilha do Retiro, pela 29ª rodada da competição nacional, mas o treinador Abel Ferreira deve poupar titulares.

O melhor em campo: Rony

Eleito o melhor jogador de três jogos nesta Libertadores, Rony começou a abrir o caminho da grande vitória palmeirense em Buenos Aires. Ele aproveitou a falha de Armani e chutou firme, cruzado, no momento do jogo em que o Verdão pouco atacava. Foi o quinto gol dele nas últimas seis partidas na competição. O “cara” do Palmeiras na Libertadores! Os garotos Patrick de Paula, Danilo e Gabriel Menino também foram destaque na partida.

O pior em campo: Carrascal

O River Plate voltou para o segundo tempo com problemas e a situação ficou ainda pior a partir da expulsão de Carrascal. O camisa 8 deu um pontapé em Gabriel Menino em um lance sem perigo e recebeu um cartão vermelho imediatamente, aos 14 minutos da segunda etapa. A partir desse momento, a equipe argentina se desconcentrou e ainda viu o placar ficar ainda mais dilatado.

Empereur atua de “surpresa”

Alan Empereur soube que iria jogar apenas dez minutos antes de a partida começar. Luan estava escalado para atuar ao lado de Gustavo Gómez, mas sentiu dores na região lombar durante o aquecimento e acabou vetado. O camisa 6 entrou e teve atuação segura, apesar da reclamação de torcedores nas redes sociais que gostariam de ver Kuscevic como titular.

Atuação do River Plate

O time de Marcelo Gallardo iniciou o jogo do jeito que gosta: tocando a bola, buscando espaços pelo chão, e até começou com duas boas oportunidades em cinco minutos. Os argentinos, porém, sofreram diante de um problema antigo: a transição defensiva. Vulnerável em contragolpes do Verdão, o time foi desmoronando aos poucos em sua casa e poderia ter perdido por um placar ainda maior. O segundo tempo foi amplamente dominado pelo Palmeiras.

Atuação do Palmeiras

Concentradíssimo no primeiro tempo, o Palmeiras evoluiu a partir do momento que Gabriel Menino passou a fechar uma linha de cinco na defesa. Com a vantagem no primeiro tempo, a equipe voltou atuando de forma agressiva depois do intervalo e cansou de criar oportunidades roubando a bola do River já no campo de ataque. A estratégia de Abel Ferreira foi atuar sem a bola e com uma saída rápida para o ataque. Deu muito certo. Grande atuação palmeirense, que poderia ter saído com uma goleada.

Cronologia do jogo

O jogo iniciou com o River tendo perto de 70% da posse de bola e tocando para entrar na defesa do Verdão pelo chão. Aos cinco minutos, Weverton fez a primeira defesa, na finalização de Carrascal. Quando começou a conseguir contra-atacar melhor, o Palmeiras abriu o placar, com Rony, aos 27, depois de uma saída ruim do goleiro Armani. Gustavo Scarpa chegou a marcar o segundo do Verdão, mas Luiz Adriano estava impedido no início da jogada.

Após o intervalo, o jogo foi todo do Palmeiras. Luiz Adriano fez um excelente pivô aos dois minutos, carregou do meio-campo até a área do River e tocou com tranquilidade para fazer 2 a 0. Depois da expulsão do camisa 8 do time argentino, o Verdão fez o terceiro com Viña, de cabeça, aos 16, e teve mais chances para ampliar, com Raphael Veiga, Breno Lopes e Gabriel Menino.

LEIA MAIS 

Base vira suporte e solução para Abel Ferreira no Palmeiras

- Advertisment -

Popular

Fred sonha com vaga direta do Fluminense na Libertadores

Camisa 9 lembra desconfiança sobre elenco no início da temporada: "Serviu para nos fortalecer" Oito anos depois, o Fluminense está de volta à Libertadores. E mais uma...

Joia do Bayern, Musiala decide defender seleção da Alemanha

Com dupla nacionalidade, meia-atacante de quase 18 anos se tornou o inglês mais jovem a marcar na Liga dos Campeões na vitória bávara sobre...

Veja a lista dos concorrentes na 22ª edição do Prêmio Laureus

Lista não tem brasileiros. Astros e estrelas como LeBron, Hamilton, Nadal e Naomi Osaka concorrem. Bayern de Munique e Liverpool disputam melhor equipe do...

Veja os recordes que Djokovic bateu e quais marcas ainda podem ser batidas

Sérvio já está entre os maiores da história do tênis Campeão do Australian Open pela nona vez, Novak Djokovic já atingiu alguns recordes históricos no...