Home Basquete NBA mantém negociações para manutenção do play-in

NBA mantém negociações para manutenção do play-in

O comissário da NBA aumenta urgência para inicio da temporada e negocia continuidade do play-in

Em uma teleconferência com os gerentes gerais da liga, Adam Silver disse aos principais executivos do basquete que “o tempo está se esgotando” sobre a possibilidade de começar a temporada 2020-21 antes do dia de Natal e potencialmente salvar centenas de milhões de dólares em receita.

As discussões com a National Basketball Players Association continuaram no fim de semana e na segunda-feira, mas a relutância do sindicato em concordar com o início em 22 de dezembro e uma temporada regular reduzida de 72 jogos deixou a liga temerosa de ter apenas alguns dias restantes antes de abrir os campos de treinamento por volta de 1º de dezembro para uma dica pré-natal não é mais uma possibilidade realista.

Aparentemente, o play-in veio mesmo para ficar. Segundo Adrian Wojnarowski e Zach Lowe, da ESPN, a direção da liga avança negociações com a Associação dos Jogadores para que o minitorneio que definiu o último classificado aos playoffs na “bolha” seja expandido e torne-se uma atração permanente. Há meses, a NBA já dava sinais de que trabalharia pela manutenção do modelo de play-in nas próximas temporadas.

A proposta do torneio de play-in se aglutinou em torno da estrutura que a ESPN relatou pela primeira vez que estava ganhando força no início de 2018: um torneio de quatro equipes entre os nºs 7, 8, 9 e 10 sementes para as duas vagas finais do playoff em cada conferência.

O novo formato traçado pela liga, a princípio, trará mais equipes envolvidas e duas vagas em cada conferência em jogo. Para melhor compreensão, a fórmula proposta é explicada passo a passo a seguir:

– Sétimo e oitavos colocados de cada conferência disputam a sétima posição de Leste e Oeste;
– Nono e décimo colocados de cada conferência disputam o direito de competir pela oitava posição;
– Vencedor do duelo entre nono e décimo colocados enfrenta perdedor da disputa entre sétimo e oitavos colocados para definição da oitava posição.

Não existe uma definição sobre número de jogos e datas que o novo play-in teria no calendário, já que esse novo artifício não seria uma aplicação essencialmente competitiva à temporada. Lowe apurou que a realização do minitorneio aparece como uma alternativa para alavancar as rendas da liga em meio à pandemia do coronavírus, usando a audiência de mais jogos eliminatórios para compensar a recente queda de receita.

play-in é uma ideia antiga defendida pelo comissário da NBA, Adam Silver, que tentou ser emplacada em alguns momentos sem sucesso. O executivo utilizou a situação de exceção da “bolha” para aplicar o método como um teste e, mesmo antes da realização do jogo eliminatório, passou a qualificá-lo como um sucesso.

Na última temporada, Portland Trail Blazers e Memphis Grizzlies disputaram o play-in no Oeste em uma série de duas partidas: o oitavo colocado precisava vencer só um jogo para confirmar vaga nos playoffs, enquanto o dono da nona posição tinha que vencer dois duelos em noites seguidas para “roubar” a vaga. O que não chegou nem perto de acontecer, na verdade: o Blazers ganhou a primeira partida e seguiu para a pós-temporada.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Mayra Sheetara reclama da decisão do árbitro apesar de admitir erro

Mineira aponta que punição não foi dada na mesma situação do que em outras lutas do evento A busca de Mayra "Sheetara" Bueno por sua...

Mogi Futsal anuncia que não terá time adulto neste ano

O time disputará torneios no sub-20 devido a redução do orçamento da equipe para 2021 A diretoria do Mogi Futsal definiu nesta segunda-feira (1), que...

Renato critica VAR após derrota para o Palmeiras e diz que sua equipe “deu mole”

Treinador reclamou de toque de mão antes do gol do Palmeiras e do pênalti não marcado em Pepê no jogo de ida da final...

Arthur Cabral passa Neymar e é brasileiro com mais gols na temporada

Atacante do Basel marca em derrota para o St. Gallen e chega aos 14 gols. Ele supera o atacante do PSG, Rodrigo Pinho, do...