Home Futebol Joia do Bayern, Musiala decide defender seleção da Alemanha

Joia do Bayern, Musiala decide defender seleção da Alemanha

O meia-atacante Jamal Musiala, joia do Bayern de Muniquedecidiu que vai defender a seleção da Alemanha em vez da Inglaterra.

Com dupla nacionalidade, o jogador que completa 18 anos na próxima sexta-feira se tornou o inglês mais jovem a marcar em uma partida de Liga dos Campeões, ao fazer um dos gols da vitória de 4 a 1 do Bayern sobre a Lazio na última quarta.

– Tenho um coração pela Alemanha e pela Inglaterra. Pensei muito nisso, mas no final ouvi a sensação de que é a decisão certa jogar pela Alemanha – disse Musiala à TV alemã ARD.

Nascido em Stuttgart, Musiala se mudou para a Inglaterra quando tinha sete anos. Seus primeiros passos no futebol foram no Chelsea, de onde saiu para o Bayern em julho de 2019. O jogador chegou a defender as Seleções Sub-15, Sub-16, Sub-17 e Sub-21 da Inglaterra (também fez partidas pela seleção sub-16 da Alemanha).

– Tive uma conversa muito boa e honesta com Joachim Löw (técnico da Alemanha). Nos encontramos em Munique e ele me mostrou claramente meu caminho para a seleção nacional – revelou Musiala, que é o segundo jogador mais jovem (17 anos e 363 dias) a fazer um gol na fase de mata-mata da Liga dos Campeões na história, ficando apenas atrás de Bojan Krkić (17 anos e 217 dias), que marcou pelo Barcelona em 2008 diante do Schalke.

Técnico do Bayern tem o maior percentual de vitórias na história da Champions

Um dia depois da goleada sobre a Lazio, pela Liga dos Campeões, o técnico do Bayern de Munique, Hans-Dieter Flick, comemora nesta quarta-feira 56 anos de idade. O alemão tem o maior percentual de vitórias na história da Champions League (93%), entre os treinadores que disputaram no mínimo dois jogos da competição.

– Nós tivemos uma performance muito boa. Todo mundo atendeu às expectativas. Nós queríamos pressionar o adversário desde o início, e isso deu muito certo. Ganhamos a bola várias vezes no campo de ataque, criamos chances e marcamos várias vezes. Queremos avançar às quartas de final e demos um passo gigante rumo a isso. Mas ainda há um segundo jogo – comentou Hansi Flick, após a goleada por 4 a 1.

Hansi Flick assumiu o comando do Bayern em novembro de 2019. Além das 14 vitórias em 15 jogos pela Champions, que levaram ao título na edição passada e à boa campanha na atual temporada, o treinador tem outros 56 jogos pelo time alemão, com 45 vitórias, seis empates e cinco derrotas (aproveitamento geral de 83,9%).

“A Champions League é especial para nós. O time estava muito determinado desde o início para mostrar quem iria ganhar o jogo. Acredito que merecemos ganhar.”, disse após a goleada.

Autor de um dos gols do triunfo por 4 a 1, o atacante Robert Lewandowski foi eleito o melhor jogador da partida e recebeu o prêmio após o apito final. Artilheiro da última edição com 15 gols, o polonês tem quatro na competição nesta temporada.

Lewandowski também se tornou o terceiro maior artilheiro da história da Champions League. Ele ultrapassou o espanhol Raúl, ex-Real Madrid, e chegou a 72 gols no torneio, ficando atrás apenas de Cristiano Ronaldo (134) e Lionel Messi (119).

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Conheça a origem do futsal

O futsal, também conhecido como futebol de salão, é uma modalidade de esporte que se adaptou do futebol de campo para as quadras. O...

O que é atletismo e suas modalidades?

O que é atletismo? Em tempos de Olimpíadas, o atletismo entra em pauta de jornais, programas de TV e no entretenimento da população. Mas, afinal,...

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...