Home Mais Esportes Medina diz ser leigo no mundo das drogas

Medina diz ser leigo no mundo das drogas

“Nunca experimentei drogas. Acho que o esporte tem que ser limpo”

Gabriel Medina vem treinando todos os dias – coisa que, desde o início da pandemia do novo Coronavírus, não podia fazer. Neste mês, ele estreia no Pipe Masters, no Havaí, após um ano de dúvidas. Em entrevista ao UOL Esporte, o surfista relata que em Maresias (SP), onde mora, as praias encontram-se ainda mais lotadas do que antes da recomendação de isolamento.

Fora o mundial, Medida busca a medalha Olímpica de Tóquio, no primeiro ano em que o esporte estará entre as modalidades dos jogos. Conta que por ser bicampeão do mundo, acredita que a pressão sobre ele é ainda maior do que seu companheiro brasileiro Ítalo Ferreira – e que notou os efeitos dessa pressão logo após vencer o mundial pela primeira vez.

“Mas isso que é legal no esporte, eu gosto dessa rotina de pressão; gosto de buscar meu melhor, de me preparar para qualquer situação. Sei que as pessoas sempre vão torcer pelo novato, por quem está chegando e não tem muita experiência. Mas tenho uma torcida gigante ao meu lado, e isso me motiva cada vez mais”, fala.

Para tanto, aumentou os treinos desde que as medidas de isolamentos foram alargadas. Antes, treinava em casa somente a parte física.

Veja também: Deus na Argentina e ídolo na Itália: relembre momentos da carreira de Maradona

“Hoje, passo uma hora e meia, duas horas, na academia. O mar tem tido pouca onda, então não tenho surfado muito. Assim que chegar ao Havaí, volto a treinar intensamente. Nenhuma preparação é melhor do que estar na água surfando”, conta.

Por um esporte limpo

O surfista Gabriel Medina contou ao UOL Esporte ao longo do anúncio de sua nova patrocinadora, a instituição de depilação “Espaçolaser”. Entre os assuntos da breve conversa, o atleta falou sobre as mudanças nas normas da Agência Mundial Antidoping para a Olímpiada.

A agência passou a rotular drogas como maconha, cocaína, ecstasy, heroína como “substâncias de abuso”, com menor penalização. Ao ser interrogado, como atleta olímpico, sobre a alteração, o surfista se diz leigo no assunto. “Nunca experimentei droga, nunca tomei nada. Sou a favor do esporte estar sempre o mais limpo possível”.

Sophia Medina de 15 anos, irmã de Gabriel, também é patrocinada pela marca. No decorrer do evento, o atleta elogiou a caçula e ainda se comparou a ela quando iniciou no surfe.

“É muito legal acompanhar de perto a evolução da minha irmã. Me choca a dedicação que ela tem ao surfe, me lembra a mim mesmo quando eu era moleque. Entrava no mar cedo, saía para almoçar e ficava até escurecer. E ela vem nessa mesma pegada”, contou.

Em relação ao mundial, Medina afirma que a alteração de rota para o início da competição é novidade: acostumado a decidir títulos no Havaí, o Estado receberá a primeira etapa do torneio.

A final será na Califórnia, o que na sua opinião não é um dos locais mais agradáveis para se competir. “Não acho que a Califórnia tem ondas ideais para definir uma competição, mas estou me preparando: para ser o melhor do mundo, é preciso se adaptar a qualquer situação”.

Apesar de estar entusiasmado para iniciar os treinos no Havaí – Medina chegou ao Estado na quinta-feira (26) – o atleta fala que as ondas são muito disputadas por lá.

“Em três horas de água, pego duas ou três ondas. É muita gente —os atletas e os locais. Em Maresias, nesse mesmo tempo, pego umas 60 ondas. Mas faz parte, no outro dia tento de novo e é isso. A gente sempre dá um jeito”, finalizou.

Fonte: UOL Esporte

- Advertisment -

Popular

Conheça a origem do futsal

O futsal, também conhecido como futebol de salão, é uma modalidade de esporte que se adaptou do futebol de campo para as quadras. O...

O que é atletismo e suas modalidades?

O que é atletismo? Em tempos de Olimpíadas, o atletismo entra em pauta de jornais, programas de TV e no entretenimento da população. Mas, afinal,...

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...