Home Futebol No Fluminense, Martinelli vai para 1ª Libertadores com Europa de olho

No Fluminense, Martinelli vai para 1ª Libertadores com Europa de olho

Titular absoluto com apenas 19 anos, volante recebe sondagens de clubes da Inglaterra antes do torneio de maior vitrine

Em cinco meses, tudo pode mudar. E Martinelli é a prova viva disso. No dia 30 de novembro do ano passado, o volante de 19 anos fazia sua estreia no profissional do Fluminense no empate sem gols com o Bragantino no Maracanã. De lá para cá, a joia se firmou como titular do time com três técnicos diferentes (Odair Hellmann, Marcão e Roger Machado), virou peça-chave do meio de campo, vai disputar a sua primeira Copa Libertadores e já começou a chamar atenção do futebol europeu.

Antes mesmo de fazer a sua primeira partida internacional no torneio de maior vitrine da América do Sul para a Europa, Martinelli já passou a ser observado pela Inglaterra. Com as recentes vendas de Richarlison (Watford-Everton), João Pedro (Watford) e Kayky (Manchester City) para o país, os clubes ingleses parecem estar mais atentos ao Fluminense. O Globo Esporte apurou e divulgou na íntegra que olheiros do Manchester United e do Arsenal fizeram sondagens ao seu estafe nos últimos dias.

Por enquanto, não passaram de consultas e busca de informações, como por exemplo o tempo de contrato no Fluminense, até o fim de 2024, e a multa rescisória para o exterior, que é de € 40 milhões de euros (R$ 265,7 milhões na cotação atual). Não houve qualquer sinalização de proposta oficial e sequer contato com a diretoria tricolor. Martinelli passou a ser patrocinado pela Nike e é agenciado pela empresa “ADM Esporte”, que não quis comentar o assunto ou confirmar as sondagens.

Mas o ge apurou que o jogador e o seu estafe não cogitam uma transferência a curto prazo. Natural de Presidente Prudente, no interior de São Paulo, Martinelli passou pelo Marília e Grêmio Prudente nas categorias de base até chegar a Xerém, onde disputou mais de 100 jogos e completou sua formação passando pelo sub-17, sub-20, sub-23 e seleções de base. Para pessoas próximas, o volante não esconde seu carinho pelo Fluminense e o desejo de ficar mais tempo no clube carioca, além da grande expectativa de disputar a sua primeira Libertadores.

Em 17 partidas no profissional, sendo 15 como titular, Martinelli acumula números expressivos: três gols, duas assistências, índice próximo a 90% de acertos nos passes (segundo dados do site “Footstats”) e até o fim do mês passado não sabia o que era perder quando começava jogando – a invencibilidade caiu nos 3 a 2 para o Volta Redonda em Bacaxá. Ao todo, soma 10 vitórias, cinco empates e duas derrotas no profissional.

Além de tudo isso, ele ainda substituiu Dodi, que se transferiu para o Kashiwa Reysol, do Japão, e era visto como o motorzinho da equipe. Martinelli fez a torcida esquecer o antecessor, virou o novo xodó e já ganhou um apelido nas redes sociais: “Xavinelli”, em uma mistura de seu nome com o ex-jogador Xavi Hernández, que foi craque do Barcelona e da seleção espanhola.

“Na base, um sempre brincava com o outro colocando apelido, mas nunca tinha recebido esse apelido ainda. Fiquei muito feliz quando vi no Twitter (Xavi). É um cara que é ídolo, não tem o que falar, foi um grande jogador. Fico muito feliz com essa comparação. Vou tentar seguir os passos dele”, comentou Martinelli em recente entrevista ao ge.

Com Martinelli na equipe, o Fluminense volta a campo no próximo domingo (11) para enfrentar o Nova Iguaçu às 18h (de Brasília), no Maracanã, pela 9ª rodada Taça Guanabara. Com 13 pontos e em 4º lugar a três partidas do fim, o Tricolor defende a permanência no G-4, zona de classificação para a semifinal do Campeonato Carioca. A Libertadores começará para o time daqui a duas semanas.

LEIA MAIS

Mbappé e Neymar usam estratégia de “arco e flecha” para explorar a defesa do Bayern

- Advertisment -

Popular

Após 22 anos, Grêmio marca 8 gols em um único jogo

Tricolor repetiu resultado de 1999, pelo Gauchão A noite desta última quinta-feira (6), foi histórica. Não pela grandiosidade do oponente ou da competição, mas o...

NBA tem recorde de Raulzinho, lesão de Davis, Bush na torcida e show de Curry

Brasileiro tem sua melhor partida na NBA, pivô volta a preocupar os Lakers, e ex-presidente dos Estados Unidos vai à arquibancada Sete jogos movimentaram a...

Palmeiras vence e elimina Santos, que corre risco de rebaixamento

Com a derrota, o Santos joga sua vida na elite do futebol paulista contra o São Bento. Caso perca, o Peixe será rebaixado pela...

Fluminense empata com o Junior Barranquilla e segue líder do seu grupo

Após saga para chegar a Guayaquil, time comandado por Roger Machado consegue empate com gol do garoto Kayky Depois de uma verdadeira saga para chegar...