Pular para o conteúdo

Lucas Paquetá acusado de má conduta relacionada a apostas na Premier League

Lucas Paquetá

A Federação Inglesa de Futebol (FA) denunciou Lucas Paquetá por má conduta relacionada a apostas em quatro jogos da Premier League. Segundo a acusação formal, divulgada pela FA nesta quinta-feira, Paquetá teria forçado cartões amarelos em partidas entre novembro de 2022 e agosto de 2023, sendo três na temporada passada e uma na atual. Ele estava sob investigação desde agosto do ano passado, mas ainda não havia sido denunciado formalmente.

Segundo a acusção, ele procurou influenciar diretamente o andamento, a conduta ou qualquer outro aspecto ou ocorrência dessas partidas, buscando intencionalmente receber um cartão do árbitro com o propósito indevido de afetar o mercado de apostas, permitindo que uma ou mais pessoas lucrassem com essas apostas, diz o comunicado da federação.

Lucas Paquetá tem até o dia 3 de junho para apresentar sua defesa oficial. O brasileiro se manifestou através de um texto em suas redes sociais, negando as acusações.

“Estou extremamente surpreso e chateado com o fato de a FA ter decidido me acusar. Cooperei com todas as etapas da investigação e forneci todas as informações que pude durante esses nove meses. Nego as acusações na íntegra e lutarei com todas as minhas forças para limpar meu nome. Devido ao processo em andamento, não farei mais comentários.”

Lucas Paquetá (West Ham)

Lucas Paquetá (West Ham)

O West Ham também se manifestou oficialmente em um comunicado enviado ao jornal “The Sun”. O clube londrino afirmou que continuará defendendo o atleta.

“O clube confirma o recebimento da denúncia da FA contra Lucas Paquetá por alegadas violações das regras. Lucas nega categoricamente essas violações e continuará defendendo sua posição com firmeza. O clube seguirá apoiando o jogador ao longo do processo e não fará novos comentários até que a questão seja concluída.”

De acordo com a FA, Lucas Paquetá teria violado as regras de conduta relacionadas a apostas esportivas em quatro partidas: contra Leicester City em 12 de novembro de 2022, Aston Villa em 12 de março de 2023, Leeds United em 21 de maio de 2023 (todas da temporada passada), e Bournemouth em 12 de agosto de 2023, no primeiro jogo da atual temporada. Em todas essas partidas, Paquetá recebeu cartão amarelo.

Paquetá será ouvido por uma comissão independente e, se considerado culpado, poderá ser suspenso, conforme relatado pela imprensa inglesa. No entanto, seu caso é diferente do de Ivan Toney, atacante da seleção inglesa, que foi suspenso por oito meses por fazer apostas em jogos de futebol.

A investigação teria começado após uma denúncia sobre o cartão amarelo recebido por Lucas Paquetá no jogo contra o Aston Villa. Aos 24 minutos do segundo tempo, Paquetá deu um carrinho por trás em John McGinn, meia do Aston Villa, durante a partida válida pela 27ª rodada do Campeonato Inglês 2022/23.

O processo de investigação teria sido desencadeado por um volume incomum de apostas combinadas em dois jogos realizados no mesmo dia, um na Premier League e outro no Campeonato Espanhol. A aposta combinada previa que Lucas Paquetá receberia um cartão amarelo no jogo entre West Ham e Aston Villa, e que Luiz Henrique seria advertido com um cartão amarelo na partida entre Real Betis (seu time) e Villarreal. Ambos os jogadores receberam os cartões amarelos.