Pular para o conteúdo

Libertadores: como chegam os rivais dos times brasileiros na competição

    Foto: Manuel Velasquez/Getty Images

    Racing e LDU voltaram a vencer e River Plate permanece invicto há cinco jogos

    Os placares com os resultados dos jogos de ida das oitavas de final da Libertadores não confirmam nada, mas apontam o que pode haver, pela primeira vez, cinco brasileiros nas quartas de final. Nos anos de 2009, 2010, 2012 e 2019, houveram quatro. Cinco, nunca.

    O Athletico Paranaense é quem tem a tarefa mais complicada, nesta terça-feira (1), pois irá enfrentar o River Plate que possui a sexta melhor campanha da fase de grupos e a melhor do futebol. O time argentino não perde há cinco jogos, com quatro vitórias e o empate em Curitiba.

    A LDU, adversária do Santos na Vila Belmiro, vinha de três confrontos sem vitórias, mas venceu na última rodada do Campeonato Equatoriano, contra o Olmedo. Marcou 3 a 0, placar que serve para os líderes do Equador. O time santista era o favorito.

    Veja também: Corinthians é bicampeão da Supercopa de Futsal

    O Racing foi derrotado quatro vezes consecutivas, então empatou contra o Flamengo e venceu do Unión Santa Fé, pela Copa Diego Maradona, como agora é chamada a Copa da Liga.

    Na próxima quinta-feira (3), o Palmeiras jogará contra o Delfín, que acumulou cinco derrotas seguidas e ganhou do Independiente del Valle, na última rodada, no Equador.

    O Boca Juniors estreia nas oitavas de final, em razão ao adiantamento da partida contra o Internacional, da semana passada. Vinha de dois jogos sem vitória, porém venceu do Newell’s Old Boys, no encontro entre dois clubes que Maradona defendeu em seu país natal.

    Na quinta-feira (3), o Grêmio disputará com o Guaraní. O time do Paraguai vinha de duas derrotas, sendo uma contra o Grêmio. Venceram do Sportivo Luqueño em seu último compromisso.

    Confira as escalações, desfalques e arbitragem dos jogos de hoje

    River Plate – Técnico: Marcelo Gallardo

    Escalação do River Plate: Armani; Montiel, Paulo Díaz, Pinola e Casco; Sosa e Enzo Pérez; De La Cruz e Ignacio Fernández; Borré e Matías Suárez.

    Quem está fora: ninguém.

    Athletico – Técnico: Paulo Autuori

    Escalação do Athletico: Bento; Erick, Pedro Henrique, Thiago Heleno e João Victor; Wellington, Richard, Christian e Léo Cittadini; Carlos Eduardo (Walter) e Kayzer.

    Quem está fora: atacante Reinaldo (por suspensão), goleiros Santos, Jandrei e Léo Linck, lateral-direito Khellven, zagueiros Felipe Aguilar e Zé Ivaldo, lateral-esquerdo Abner, volante Alvarado, meia-atacante Nikão e atacante Geuvânio (diagnosticado com Covid-19); lateral-direito Jonathan, lateral-esquerdo Márcio Azevedo e atacante Vitinho (lesionados).

    Arbitragem

    Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)

    Assistente 1: Lubin Torrealba (VEN)

    Assistente 2: Jorge Urrego (VEN)

    Quarto árbitro: Juan Soto (VEN)

    Árbitro de vídeo: Cristian Garay (CHI)

    Santos – Técnico: Cuca

    Escalação do Santos: John; Luan Peres (Luiz Felipe), Lucas Veríssimo; Felipe Jonatan e Pará; Alison; Diego Pituca e Jean Mota (Jobson); Soteldo, Marinho e Kaio Jorge.

    Quem está fora: Carlos Sánchez, Raniel, Vladimir, Renyer (departamento médico).

    LDU – Técnico: Pablo Repetto

    Escalação LDU: Gabbarini; Ordóñez e Luis Caicedo; Perlaza e Cruz; Villarruel e Alcívar; Billy Arce (Marcos Caicedo), Jhojan Julio e Quintero; Martínez.

    Quem está fora: Franklin Guerra, Ezequiel Piovi, Adolfo Muñoz (lesionados).

    Arbitragem

    Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)

    Árbitros assistentes: Diego Bonfá e Gabriel Chade (Argentina)

    VAR: Mauro Vigliano (Argentina)

    Fique por dentro: Mineirinho vai estrear no Circuito Mundial de surfe no Havaí vestindo bermudas da NBA

    Fonte: Globo Esporte