Pular para o conteúdo

Lakers acaba com invencibilidade dos Wolves

    LeBron deu sua palinha na fácil vitória dos Lakers

    Time californiano faz 127 a 91, vence a segunda e já assume a co-liderança do Oeste

    Após a estreia com derrota para o Clippers, o Los Angeles Lakers emplacou a segunda vitória na temporada regular ao arrasar e desbancar o Minnesota Timberwolves por 127 a 91, encerrando no Staples Center a rodada deste domingo (27) na temporada regular da NBA. Com o resultado, o time da Califórnia se junta na dianteira da Conferência Oeste ao lado do então invicto rival e mais Sacramento Kings, New Orleans Pelicans, San Antonio Spurs, Phoenix Suns e os Clippers.

    Apesar de não contar com Anthony Davis (lesão na panturrilha direita), os Lakers dominaram desde o começo. LeBron James não precisou brilhar. Fechou com 18 pontos e ficou a um rebote do duplo-duplo. O cestinha dos locais e do jogo acabou sendo Kyle Kuzma. Depois de um ótimo primeiro quarto, o ala frisou sua atuação conseguindo 20 pontos no total. Contabilizando 12 pontos, 8 assistências e 7 rebotes, Marc Gasol também esteve bem.

    O Minnesota ficou devendo, e seu principal atleta acabou saindo do banco. Primeira escolha do draft, o ala-amador Anthony Edwards (19 anos) mostrou suas credenciais e fechou com 15 pontos (além de 4 rebotes), 4 pontos a mais que outro jovem, o pivô Naz Reid.

    O jogo

    Com 14 pontos na conta, Kuzma foi o dono dos 12 minutos iniciais, vencidos com sobras pelos donos da casa (40 a 23). LeBron já aparecia com 7 pontos e 5 rebotes, enquanto Dennis Schroder computava 7 pontos e 3 assistências. Sem se encontrar em quadra, os Wolves tinham em Malik Beasley o principal pontuador com 5 até então.

    O passeio continuou no segundo quarto. Kuzma já registrava sua pontuação total, e Montrezl Harrell saiu do banco para passar a ser o segundo melhor anotador dos Lakers com 8 pontos. Sem brilhos individuais, o Minnesota tentava esboçar algo com a força do conjunto. Dos 11 atletas utilizados até então, 10 já haviam pontuado, com destaque para Ricky Rubio, com 9 pontos.

    LeBron voltou do intervalo mais faminto e regeu a ampliação da vantagem do time californiano, que chegou a abrir 36 pontos (103 a 67) no fim do terceiro período e já encaminhar a vitória. Ficando 26 minutos em quadra, The King saiu de cena faltando apenas um rebote para alcançar o duplo-duplo.

    Com o resultado praticamente em mãos, Frank Vogel resolveu poupar os titulares e fez os suplentes entrarem em ação nos 12 minutos finais. Ciente de que a invencibilidade já tinha ido para o espaço, o treinador do Timberwolves fez o mesmo, e os minutos restantes foram utilizados como uma espécie de treino de luxo no Staples Center.

    Suns acabam com a banca dos Kings

    Mesmo jogando na Califórnia, o Phoenix Suns bateu o Sacramento Kings por 116 a 110, encerrando a invencibilidade dos locais. Quatro nomes pontearam o time do Arizona: Mikal Bridgers (22 pontos e 7 rebotes), Cameron Johnson (21 pontos), Devin Booker (20 pontos) e Deandre Ayton (11 pontos e 15 rebotes). Pelos lados dos Kings, destaque para Buddy Hield, dono de 17 pontos, 2 a mais que o calouro Tyrese Haliburton.

    LEIA MAIS

    Los Angeles Lakers homenageia Kobe Bryant nos anéis do título