Home Futebol Inter estabelece evolução em linha de trabalho de Ramírez com três goleadas...

Inter estabelece evolução em linha de trabalho de Ramírez com três goleadas e 15 gols em quatro jogos

Treinador começa a idealizar seu modelo de jogo e encontrar resposta positiva dos jogadores

Miguel Ángel Ramírez escancarou suas ambições logo em sua primeira fala como treinador do Internacional: falou que queria dar espetáculo, comparou o clube a uma Ferrari e pediu que os torcedores apertassem os cintos para o que pretendia para o time. Todas palavras ditas ainda em março refletem no que o Colorado já consegue fazer hoje dentro de campo.

Os 15 gols empilhados nas últimas quatro partidas estão aí para provar. O Inter aplicou três goleadas e sofreu uma dolorida derrota em duas semanas. Mostrou a ambição tão pedida pelo treinador para se impor, assumir o controle da partida e seguir buscando o ataque mesmo em vantagem, até construir placares elásticos.

O desempenho após o jogo mostra evolução. Um passo a passo seguido pela equipe para começar a consolidar a adaptação ao modelo de jogo do treinador. Mesmo que o recorte seja limitado a três das últimas quatro partidas.

O time abriu a série goleadora ao aplicar um espetáculo de 6 a 1 sobre o Aimoré pelo Gauchão. Pode não parecer, mas a equipe passou dificuldades e só construiu a goleada após duas expulsões, uma de cada lado.

O jogo seguinte foi traumático. O Inter fugiu totalmente da sua forma de jogo, viveu sua pior atuação com Ramírez e foi amarrado pelo Always Ready na derrota por 2 a 0 em La Paz, pela estreia na Libertadores.

Os últimos 4 jogos do Inter:

  • Aimoré 1 x 6 Inter
  • Always Ready 2 x 0 Inter
  • Inter 5 x 0 Esportivo
  • Inter 4 x 0 Deportivo Táchira

O tropeço na altitude despertou críticas, mas a avaliação interna foi de que a derrota era somente um ponto fora da curva de um trabalho ainda em processo de adaptação a uma nova metodologia.

Para a diretoria, a equipe mostrava evolução e compreensão das ideias de jogo nas partidas anteriores, mesmo com complicações para criar chances de gol. Mas era preciso tempo até que o time enraizasse o modelo de atuação. A resposta de momento foi imediata.

Mesmo com preservações, o Inter fez 5 a 0 no Esportivo pelo Gauchão no último sábado (24). Restava transferir os gols à Libertadores. Os jogadores titulares voltaram e venceram o Deportivo Táchira por 4 a 0 no Beira-Rio na última terça-feira (27).

A goleada sobre os venezuelanos foi construída conforme a ideia de jogo de Ramírez. O Colorado teve controle do jogo e soube criar vantagens e aproveitar a superioridade numérica e os espaços para atacar. O placar é prova disso.

Ramírez defende a cada entrevista coletiva que o “indivíduo precisa servir o coletivo e não o contrário”. As goleadas também mostram que o time segue este modelo de trabalho. Tanto que 10 atletas diferentes marcaram os 15 gols.

Após a goleada sobre o Táchira, o Inter tenta repetir a dose contra o Juventude neste domingo (2), às 16h (de Brasília), na Montanha dos Vinhedos, pela partida de ida da semifinal do Gauchão. Esta quinta-feira (29) é de folga para o elenco colorado.

LEIA MAIS

Palmeiras joga como campeão e vê Rony voltar a ser o cara da Libertadores

- Advertisment -

Popular

Conheça a origem do futsal

O futsal, também conhecido como futebol de salão, é uma modalidade de esporte que se adaptou do futebol de campo para as quadras. O...

O que é atletismo e suas modalidades?

O que é atletismo? Em tempos de Olimpíadas, o atletismo entra em pauta de jornais, programas de TV e no entretenimento da população. Mas, afinal,...

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...