Pular para o conteúdo

Inter minimiza ascensão do Flamengo para valorizar a liderança e pretende retomar o caminho das vitórias

    Praxedes não conseguiu liderar o Inter por mais uma vitória

    Colorado mantém o topo da tabela com uma vantagem de dois pontos

    Após nove vitórias seguidas pelo Campeonato Brasileiro, o Inter saiu de campo sem os três pontos no empate em 0 a 0 com o Athletico-PR. Ainda viu o Flamengo encurtar a distância na ponta da tabela a quatro rodadas do fim do campeonato e com confronto direto pela frente. Mas os colorados valorizam a liderança e analisam como natural o fim da sequência.

    Na última quinta-feira (4), o primeiro e o segundo colocados entraram em campo ao mesmo tempo. A equipe gaúcha foi à Arena da Baixada duelar com o Furacão, enquanto os comandados de Rogério Ceni tiveram o clássico no Maracanã diante do Vasco.

    O empate do Inter e a vitória do time rubro-negro fizeram a distância reduzir em dois pontos entre as equipes na disputa pelo título. Mesmo sem repetir atuações anteriores, até por sofrer com a adaptação ao gramado sintético da Arena da Baixada, o Inter procurou cumprir a estratégia traçada e somar, pelo menos, um ponto.

    O próprio resultado do Flamengo em Curitiba diante do mesmo Athletico virou exemplo para o treinador Abel Braga. No dia 24 de janeiro, os paranaenses venceram os cariocas por 2 a 1.

    “A gente não tem que pensar no Flamengo. Nós defendemos o Internacional, ainda somos líderes do campeonato. O Flamengo há três rodadas veio aqui na Arena e perdeu o jogo. Conseguimos um ponto importantíssimo, a gente sabe que o Campeonato Brasileiro é super competitivo. É ir para casa orgulhoso do que a gente fez e continuar trabalhando”, assegurou o lateral-direito da equipe gaúcha, Rodinei.

    A longa sequência de vitórias, recorde no Campeonato Brasileiro de pontos corridos, era celebrada, mas não por motivo de deslumbramento. Abel Braga, que tratou de blindar o grupo contra a euforia, vacinou o vestiário que um tropeço estava por ocorrer. O objetivo é retomar a partir da próxima rodada o caminho das vitórias.

    “Foi um momento excelente. Faremos de tudo para que não ocorra mais nada. O São Paulo empatou aqui (1 a 1), Flamengo foi derrotado. É muito difícil. A dificuldade aqui é grande. Hoje (quinta-feira) perdemos a sequência de vitórias, ela ocorreria, mas já estamos prontos para o próximo”, completou o treinador da equipe gaúcha.

    Na próxima rodada, o treinador não contará com as atuações de Moisés e Rodrigo Lindoso, que estão suspensos. As mudanças já estão definidas. Uendel entra na lateral esquerda e Rodrigo Dourado, que ficou fora da partida pelo terceiro cartão e se recuperou de um desconforto na coxa esquerda, será o protetor da zaga.

    A 35ª rodada foi desmembrada. O Flamengo entra em campo no próximo domingo (7), às 20h30 (de Brasília), e pode assumir a liderança provisoriamente, caso vença o Bragantino no estádio Nabi Abi Chedid.

    Os colorados secarão o time carioca e buscarão fazer sua parte na próxima quarta-feira (10), quando recebem o Sport no Beira-Rio, às 19h (de Brasília). Será mais um passo na caminhada rumo a liderança cada vez mais isolada e consequentemente poderão alcançar o tão sonhado título do Campeonato Brasileiro nesta temporada.

    LEIA MAIS

    Inter é o time mais efetivo do Campeonato Brasileiro e fará confronto de opostos com o Athletico