Home Mais Esportes Glover Teixeira aparece como principal desafiante no meio-pesado do UFC

Glover Teixeira aparece como principal desafiante no meio-pesado do UFC

A finalização de Glover Teixeira, no último sábado (7), diante de Thiago Marreta, levou o brasileiro à posição de número 1 no ranking peso-meio-pesado (até 93kg) do UFC. O lutador paulista subiu duas posições na lista depois da vitória em Las Vegas. Já o lutador carioca, que ocupava a primeira posição, agora é o número 2. O top 3 é completado por Dominick Reyes, último desafiante ao título, hoje de posse do polonês Jan Blachowicz.

Aos 41 anos, Glover, que era considerado azarão contra Marreta, se impôs no jogo de chão e aplicou mata-leão que levou o adversário a desistir, a 1min49 do terceiro assalto. Depois de mais uma vitória, o mineiro nascido em Sobrália e que treina e reside em Danbury (EUA), destacou justamente o fato de ter sido posto em descrédito por muitos que jamais esperavam vê-lo disputar o cinturão novamente.
“Tenho cinco vitórias contra oponentes de alto nível, números 1 e 2 do ranking, caras que o Jon Jones não conseguiu finalizar, e eu consegui acabar com eles. Acho que mereço o cinturão, mas isso não está no meu controle. Vamos esperar e ver o que vai acontecer. Muito obrigado pela torcida e continuem torcendo por mim. Parem de não achar que vou ganhar. Parem de falar da minha idade porque o coração é de leão, eu vou cair pra dentro e ser o campeão desta p***”, declarou Glover, em entrevista ao Combate.

A expectativa na divisão que tinha Jon Jones como campeão, e que ficou mais acirrada após “Bones” abrir mão do título de olho numa subida ao peso-pesado, é quem será o próximo desafiante. Blachowicz, logo após a vitória de Glover, o chamou para o duelo caso Israel Adesanya, campeão dos médios, não aceite lutar até março. Dana White também abriu a possibilidade de deixar o nigeriano na espera e casar Blachowicz x Glover.

O chefão do UFC disse, em entrevista à ESPN norte-americana, que concorda com o mineiro em relação a uma nova chance para disputar o cinturão. Glover Teixeira foi desafiante de Jon Jones, em abril de 2014, e acabou batido pelo então campeão por decisão unânime. Depois, o veterano passou por momentos de instabilidade, mas se recuperou e engatou nova sequência positiva nos meio-pesados.
“Isso é algo que precisamos considerar. Mas eu o ouvi e concordo com ele, e estou levando-o a sério. Não vou mais duvidar desse cara”, frisou Dana, que admitiu ter se surpreendido com as exibições de Glover nas cinco vitórias seguidas. “Eu estava sentado ouvindo a entrevista dele. Ele não está errado, entende o que quero dizer? Ele fica falando que merece a disputa de cinturão. Ele está aqui há muito tempo”, acrescentou o mandatário.
Antes mesmo do duelo entre Marreta, então o número um dos meio-pesados, abaixo apenas do campeão, que fica acima dos postulantes ao título no ranking da divisão, um eventual confronto entre Jan Blachowicz, novo dono do cinturão que estava vago desde a saída de Jon Jones, e o nigeriano Israel Adesanya (detentor da cinta dos médios) vinha sendo badalado pela mídia especializada. O africano naturalizado na Nova Zelândia vinha pedindo um combate na categoria até 93kg, para alcançar o objetivo de faturar o segundo cinturão na organização.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Após 22 anos, Grêmio marca 8 gols em um único jogo

Tricolor repetiu resultado de 1999, pelo Gauchão A noite desta última quinta-feira (6), foi histórica. Não pela grandiosidade do oponente ou da competição, mas o...

NBA tem recorde de Raulzinho, lesão de Davis, Bush na torcida e show de Curry

Brasileiro tem sua melhor partida na NBA, pivô volta a preocupar os Lakers, e ex-presidente dos Estados Unidos vai à arquibancada Sete jogos movimentaram a...

Palmeiras vence e elimina Santos, que corre risco de rebaixamento

Com a derrota, o Santos joga sua vida na elite do futebol paulista contra o São Bento. Caso perca, o Peixe será rebaixado pela...

Fluminense empata com o Junior Barranquilla e segue líder do seu grupo

Após saga para chegar a Guayaquil, time comandado por Roger Machado consegue empate com gol do garoto Kayky Depois de uma verdadeira saga para chegar...