Pular para o conteúdo

Futebol não vai parar em Pernambuco, apesar de quarentena mais rígida no estado

    Secretário de Planejamento de Pernambuco, Alexandre Rebelo (E), de Saúde, André Longo (centro) e procurador-geral do estado, Ernani Medicis, dão coletiva sobre Covid-19 — Foto: Reprodução/YouTube

    O governo de Pernambuco anunciou, nesta segunda-feira, medidas mais rígidas para a contenção da Covid-19 no estado. O futebol profissional, no entanto, não será paralisado – ao contrário da maioria das atividades econômicas não-essenciais, que para na quinta-feira (18) até o dia 28/03. O Campeonato Pernambucano, portanto, continua normalmente, assim como as demais competições profissionais no estado.

    Em entrevista coletiva no Palácio do Campo das Princesas, sede do governo estadual, na qual participaram o secretário de Saúde, André Longo, e o secretário de Planejamento e Gestão do Estado, Alexandre Rebelo, o procurador-geral de Pernambuco, Ernani Medicis, confirmou que o futebol profissional continua em funcionamento.

    “Os campeonatos profissionais não serão paralisados. Obviamente que eles devem seguir cumprindo os protocolos atuais. Por exemplo, o Campeonato Pernambucano (continua) sem público, com a testagem cíclica e contínua. As únicas atividades atingidas, que devem ser paralisadas, são as modalidades amadoras. Os profissionais, a exemplo do futebol profissional, seguem funcionando, observado o protocolo específico”, afirmou Medicis.

    Desta forma, os jogos previstos para acontecerem nos próximos dias continuam agendados normalmente, assim como os treinamentos das equipes profissionais.

    Início de temporada do Salgueiro tem maratona de jogos e mais de 3 mil km viajados de ônibus

    LEIA MAIS