Home Basquete Flamengo vence na raça na Champions League das Américas de basquete

Flamengo vence na raça na Champions League das Américas de basquete

Equipe carioca chegou a ficar 14 pontos atrás no marcador, mas conseguiu virada

Em um jogo duríssimo, o Flamengo venceu o Instituto Córdoba por 78 a 77 na noite desta segunda-feira (8) pela Champions League das Américas, em Belo Horizonte. O Fla chegou a ficar 14 pontos atrás no placar, mas reagiu a partir da reta final do terceiro quarto para vencer o jogo, que foi válido pelo grupo D da competição.

O cestinha do Rubro Negro na partida foi Luciano González, com 13 pontos, que também teve ajuda de Olivinha (11) e Lucas Martínez. Pelo time argentino, o destaque foi Martín Cuello, com 25 pontos.

Agora com duas vitórias na competição e quatro pontos somados, o Flamengo encara nesta terça-feira (9) o Minas Tênis Clube a partir das 17h40 (de Brasília).

O jogo

O primeiro quarto foi um festival de arremessos de três pontos perdidos. As duas equipes sofreram com a movimentação de bola. Depois do início errático, porém, os argentinos conseguiram organizar melhor seu setor ofensivo, enquanto o Rubro Negro penava.

Com isso, o Instituto chegou a abrir nove pontos de vantagem (19 a 10) antes de fechar o primeiro período com uma dianteira confortável de 11 (24 a 13).

O quarto seguinte não iniciou mais promissor para a equipe brasileira. Com dificuldades nas organizações de ataque e cheia de buracos na defesa, o Flamengo viu o déficit chegar a 14 pontos (33 a 19) depois que Santiago Scala arrematou uma bola de três para o Instituto a 6min30s do intervalo.

O treinador Gustavinho de Conti tentou melhorar a defesa com várias mudanças, mas viu pouco efeito imediato. A 4min35s do fim do segundo quarto, Cuello conseguiu converter dois pontos e um lance livre de bonificação para deixar os argentinos dez à frente (36 a 26). Com uma enterrada de Espinoza, o placar foi a 44 a 31.

Bolas de três pontos levantam o espírito de qualquer equipe, e com duas seguidas, uma com Yago e outra com Balbi, o time Rubro-Negro conseguiu diminuir o prejuízo para sete pontos (44 a 37). Mas a arrancada foi parada com cinco pontos seguidos do Instituto, que teve 67% de aproveitamento nos tiros de quadra – um deles foi uma bola de três no estouro do cronômetro de Cuello, cestinha do primeiro tempo (14 pontos), que deixou o marcador em 49 a 37.

O Flamengo voltou diferente para o segundo tempo. Rapidamente cortou a diferença para cinco pontos (52 a 47). Além disso, apresentou outro comportamento, muito mais preparado na defesa. Só que o Instituto não estava disposto a ceder terreno. Depois de uma falta flagrante de Martínez em Colmenares, os argentinos voltaram a abrir frente (60 a 47).

Faltando cinco minutos para o término do terceiro quarto, contudo, o Flamengo engrenou sete pontos seguidos (uma bola de três de Lucas Martínez, e duas cestas de Demetrio e Balbi) para voltar de vez para a partida: 60 a 56. Em seguida, o marcador ficou 61 a 59. A maré do jogo parecia mudar, e mudou.

Com um tiro de três pontos de Chiuzito, o Fla assumiu a liderança: 62 a 61. E embora tenha encerrado o terceiro período atrás (67 a 64), teve tudo para entrar no derradeiro quarto com muita moral.

Foi o que aconteceu. O Rubro-Negro emplacou sete pontos consecutivos para se impor a dominar os três primeiros minutos do quarto (71 a 67). Agressivo na defesa, a equipe sufocou o adversário. A 5min do fim da partida, o placar apontava 76 a 72 para os brasileiros.

Mas os argentinos não largaram o osso. Pouco a pouco, eles tiraram a diferença e até conseguiram voltar à liderança a 3min16s do fim, após uma cesta de Colmenares (77 a 76). Os últimos minutos da partida foram um festival de falhas de ataque entre partes, com pouca organização e muita precipitação.

Com 11 segundos, Marquinhos saiu em contra-ataque, mas foi parado com falta. Após a reposição de bola, Olivinha partiu em direção a cesta e sofreu falta, agora sim para bater lances livres a quatro segundos do fim. O ala converteu os dois tiros e colocou a equipe carioca na frente por 78 a 77.

Na bola decisiva, Rafa Mineiro deu um toco incrível em Scala para selar a vitória carioca, na raça.

LEIA MAIS

Flamengo vence Bauru e se mantém na liderança do NBB

- Advertisment -

Popular

Conheça a origem do futsal

O futsal, também conhecido como futebol de salão, é uma modalidade de esporte que se adaptou do futebol de campo para as quadras. O...

O que é atletismo e suas modalidades?

O que é atletismo? Em tempos de Olimpíadas, o atletismo entra em pauta de jornais, programas de TV e no entretenimento da população. Mas, afinal,...

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...