Home Futebol Flamengo goleia o Madureira e chega em alta para prova de fogo...

Flamengo goleia o Madureira e chega em alta para prova de fogo na Supercopa

Fla apresenta reportório de sucesso e encara o Palmeiras no domingo, em Brasília

Repertório, objetividade, pontaria e postura agressiva do início ao fim. O futebol não costuma ter muita fórmula de sucesso, mas, se tivesse, o dever de casa do Flamengo no Campeonato Carioca foi impecável para chegar voando na Supercopa do Brasil, no próximo domingo (11), diante do Palmeiras, no Mané Garrincha. O jogo acontecerá às 11h (de Brasília).

Se o 3 a 0 diante do Bangu já apresentou uma equipe avassaladora, mas que oscilou na voltagem no decorrer da partida, não há o que falar do 5 a 1 sobre o Madureira, na noite desta segunda-feira (5). A performance foi tão alto nível que dá para relevar até o gol de cabeça de Luiz Paulo em desatenção no posicionamento em cobrança de escanteio. O Fla amassou o Tricolor Suburbano em Volta Redonda, ao ponto de Felipe Lacerda ter enumerado boas defesas mesmo tendo buscado cinco bolas no fundo do gol.

Confira abaixo os dados da partida entre Flamengo e Madureira divulgados na íntegra no site do Globo Esporte

Flamengo contra o Madureira

  • 73% de posse de bola
  • 27 finalizações (19 só no primeiro tempo)
  • 15 na direção do gol
  • 8 escanteios

É importante ressaltar que o Madureira estava invicto e briga por uma vaga nas semifinais do Campeonato Carioca. A ousadia nas saídas em contragolpes mostrou que a equipe de Alfredo Sampaio não queria ficar só lá atrás se defendendo. Não teve muito jeito, porém o que se viu foi um time acuado diante do volume de jogo e repertório ofensivo da equipe Rubro-Negra.

Os números apontam 73% de posse de bola, 27 finalizações (19 só na primeira etapa), 15 na direção do gol e oito escanteios. Some a isso três bolas na trave e um gol mal anulado de Gabriel. Um atropelo do líder do Carioca, que não quis saber de pisar no freio para se poupar visando o Palmeiras.

Muito da força ofensiva se deu pelo posicionamento dos volantes. Diego e Gerson jogavam quase que como meias, e os meias Éverton Ribeiro e Arrascaeta como atacantes. Era uma avalanche vermelha e preta para cima do Madureira, que contava ainda com ultrapassagens constantes de Filipe Luís e Isla.

Quando se fala em repertório é preciso exemplificar que o Fla criou oportunidades e marcou os gols de todas as formas possíveis: tabelas pelo meio, triangulações, bola parada, cruzamento da direita e cruzamento da esquerda. As duas semanas de pré-temporada parecem ter dado fôlego e confiança para que a equipe se jogasse de maneira ainda mais contundente ao ataque.

Outro ponto que chama a atenção, é que mesmo tendo pela frente um adversário com as linhas baixas e que diminui os espaços, a equipe não perde mais tempo rodando a bola. Trata-se de um Flamengo objetivo, que tenta finalizar o quanto antes para levar o rival ao nocaute.

A prática contra Bangu e Madureira comprovou a teoria do que deveria ser feito visando a Supercopa do Brasil. Resta agora passar no teste diante do Palmeiras, neste domingo, para garantir a nota 10.

LEIA MAIS

Liderança do Flamengo e choque de realidade alvinegra

- Advertisment -

Popular

Conheça a origem do futsal

O futsal, também conhecido como futebol de salão, é uma modalidade de esporte que se adaptou do futebol de campo para as quadras. O...

O que é atletismo e suas modalidades?

O que é atletismo? Em tempos de Olimpíadas, o atletismo entra em pauta de jornais, programas de TV e no entretenimento da população. Mas, afinal,...

Saiba quem é o 4 de Julho, rival do São Paulo na Copa do Brasil

Clube piauiense recebe o Tricolor do Morumbi nesta terça, às 21h30. Com folha de R$ 140 mil/mês, time soma quase R$ 3 milhões de...

Carlo Ancelotti é o escolhido para ser o novo técnico do Real Madrid

Com contrato com o Everton, da Inglaterra, até 2024, técnico italiano assume a liderança da fila de mais cotados para substituir Zidane Jornais da Espanha,...