Home Futebol Coudet sofre pior derrota da carreira em estreia pelo Celta de Vigo

Coudet sofre pior derrota da carreira em estreia pelo Celta de Vigo

Treinador argentino viu seu time ser derrotado por 4 a 2 pelo Sevilla; torcida do Inter cria hashtag

Eduardo Coudet mal chegou ao Celta de Vigo e já está tendo que lidar com a pressão da torcida, mas não dos apoiadores do clube espanhol. Os protestos vêm dos torcedores do Internacional, ex-clube do argentino, que deixou o Colorado afirmando “não se sentir apoiado”.

Na primeira partida à frente do Celta de Vigo, Coudet foi derrotado por 4 x 2 no em duelo contra o Sevilla pela La Liga. A goleada marca a pior estreia do argentino como treinador, e é a segunda pior derrota sofrida por ele desde o início de sua carreira fora das quatro linhas, em 2015.

O revés contra o Sevilla só é superado pela sonora goleada sofrida por Coudet quando dirigia o Racing, em agosto de 2019, quando foi derrotado por 6×1 pelo River Plate, vice-campeão daquela temporada. Só em mais uma oportunidade um time comandado por Coudet sofreu quatro gols, em 2016, quando treinava o Rosário Central. O adversário? River Plate novamente, que venceu por 4×3 na ocasião.

As reações na rede social vão do amor ao ódio, com alguns dos usuários desejando o retorno do treinador, que fez bom trabalho no Internacional, enquanto outros fazem a publicação como uma forma de represália a Coudet. Desde sua saída o time gaúcho perdeu três partidas, além da vitória por 1×0 contra o América-MG, em que foi eliminado da Copa do Brasil na disputa por pênaltis.

Carreira de Eduardo Coudet

Como jogador, Coudet foi um bom meio-campista, que fez história com duas camisas importantes do futebol argentino: o Rosario Central e o River Plate. No auriazul logo se tornou ídolo, por suas boas atuações e por declarações inflamadas na imprensa contra o Newell’s Old Boys, ex-clube de Messi e maior rival na cidade de Rosario.

Nos Millonarios, foi titular e peça importante em uma das eras mais vencedores do River Plate nacionalmente, com um título do Torneo Apertura e quatro do Clausura. Nos torneios continentais, entretanto, teve menos sorte, com eliminações sofridas e várias decepções, chegando até a ser eliminado pelo Grêmio, em 2002.

A afirmação como técnico

Mas Coudet foi se ‘superar’ mesmo como treinador e, em poucos anos na função, já é considerado um dos mais promissores técnicos da Argentina. O ex-jogador recebeu a primeira oportunidade em 2015, no comando do clube que o consagrou, o Rosario Central: “Chacho” pegou uma equipe que havia ficado em 15º lugar do Campeonato Argentino, em 2014, e a levou para uma inesperada terceira colocação.

Na Libertadores do ano seguinte, o Rosario se classificou no grupo do Palmeiras e Coudet teve sua “vingança” contra o Grêmio, eliminando a equipe então treinada por Roger Machado nas oitavas, acabando por cair nas quartas-de-final da competição para o Atlético Nacional, eventual campeão do torneio.

Resultados ruins apareceram, e o ídolo acabou deixando o Central em 2017. Depois de uma passagem apagada no Tijuana, do México, Coudet assumiu o Racing no meio da temporada 2017/18 da Superliga. Foi lá que ele se consagrou de vez como técnico, conquistando o Campeonato Nacional por La Academia, saindo de uma fila que já durava cinco anos.

No Brasil, Coudet deixou o Inter na liderança do Brasileirão e classificado para as oitavas de final da Libertadores e quartas da Copa do Brasil. Em 46 jogos, soma 24 vitórias, 13 empates e nove derrotas, com aproveitamento de 61,5%.

- Advertisment -

Popular

Após 22 anos, Grêmio marca 8 gols em um único jogo

Tricolor repetiu resultado de 1999, pelo Gauchão A noite desta última quinta-feira (6), foi histórica. Não pela grandiosidade do oponente ou da competição, mas o...

NBA tem recorde de Raulzinho, lesão de Davis, Bush na torcida e show de Curry

Brasileiro tem sua melhor partida na NBA, pivô volta a preocupar os Lakers, e ex-presidente dos Estados Unidos vai à arquibancada Sete jogos movimentaram a...

Palmeiras vence e elimina Santos, que corre risco de rebaixamento

Com a derrota, o Santos joga sua vida na elite do futebol paulista contra o São Bento. Caso perca, o Peixe será rebaixado pela...

Fluminense empata com o Junior Barranquilla e segue líder do seu grupo

Após saga para chegar a Guayaquil, time comandado por Roger Machado consegue empate com gol do garoto Kayky Depois de uma verdadeira saga para chegar...