Home Basquete Doncic passa Jordan em triplo-duplos, mas Mavs perdem para os Bulls

Doncic passa Jordan em triplo-duplos, mas Mavs perdem para os Bulls

Luka Doncic infernizou o adversário, fez de tudo em quadra e brilhou como poucas vezes nessa temporada. Foram 36 pontos, 16 rebotes, 2 roubadas de bola e 15 assistências, deixando para trás ninguém menos que Michael Jordan na lista de jogadores com mais triplo-duplos na história da NBA. Sem falar em uma assistência mágica para encher os olhos dos fãs da maior liga de basquete do mundo.

O craque esloveno, no entanto, não teve a sorte de ver os companheiros serem contagiados por uma atuação tão inspiradora. Altamente dependente da genialidade do camisa 77, o Dallas Mavericks não resistiu ao bom jogo coletivo do Chicago Bulls, que venceu a partida por 117 a 101. O destaque do time do Illinois foi Lauri Markkanen, com 29 pontos e 10 rebotes.

Foi uma tarde em que Doncic jogou praticamente sozinho. O Dallas sofreu com desfalques e precisou se apoiar por inteiro no seu astro. Vale lembrar que o time não teve Jalen Brunson, Tim Hardaway Jr., Josh Richardson, Dorian Finney-Smith, Maxi Kleber e Dwight Powell, todos afastados pelo protocolo da NBA contra a Covid-19.

Embora tenha mostrado força nos rebotes ofensivos (12 a 5), o time texano não resistiu à boa defesa (14 roubadas e 6 tocos) e à boa atuação coletiva do Chicago, que teve uma contribuição de 61 pontos do seu banco de reservas.

A genialidade de Luka Doncic em um lance

Além de dono da melhor performance da partida nas estatísticas, o craque esloveno protagonizou um lance mágico num contra-ataque, finalizando a jogada com uma assistência de costas.

Doncic passa Michael Jordan em triplo-duplos

Doncic chegou ao seu triplo-duplo número 29 na NBA. Um a mais que Michael Jordan, que em toda sua carreira teve 28. Agora, o esloveno iguala a marca de Grant Hill e fica a um de igualar Ben Simmons, dos 76ers.

O JOGO

1º Quarto – Doncic inferniza os Bulls, mas os Mavs largam atrás

Enquanto Doncic era soberano nos Mavericks, quem aparecia para ajudar Carter Jr na tarefa de pontar para os Bulls era Lauri Markkanen. Aos poucos, com muita força nos rebotes, o Chicago conseguiu tomar a liderança. Faltou aos Mavericks uma maior produção para além de Luka, e ao fim do período o time texano perdia por 27 a 23.

2º Quarto – Doncic joga “sozinho”, Temple decola, e Bulls abrem vantagem

Os Bulls seguiam superiores na reta final do quarto, diante de um Doncic efetivo, genial, mas solitário na criação de situações de pontuação. Graças a uma espetacular atuação de Gerrett Temple, o Chicago chegou a 19 pontos de vantagem. Mas mesmo sozinho, Doncic era incansável, alcançando 30 pontos ainda no intervalo. Na ida para o vestiário, os Bulls venciam por 67 a 52.

3º Quarto – Mavericks ameaçam reagir, mas perdem fôlego e Bulls voltam a abrir

Porzingis conseguia contribuir na pontuação e o Dallas reduzia a diferença para dígito único. O banco dos Bulls, no entanto, tinha tarde inspirada e sob comando de Markkanen e Temple, recolocava o time numa posição confortável na partida. O Chicago abria 14 pontos ao fim do quarto.

4º Quarto – Bulls administram boa vantagem e garantem a vitória

No último quarto, diante de uma ação mais equilibrada, o Chicago pôde manter a diferença no placar. O Dallas precisava não só de Doncic no nível que mostrou toda a partida, como também de um lampejo de seu elenco para buscar uma improvável virada.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

Suns vencem e adiam classificação dos Blazers aos playoffs

Devin Booker acerta dois lances livres no final e da vitória aos locais sobre o Portland por 118 a 117 Com um final de arrepiar,...

Jardine convoca Claudinho, Pedro e Gerson para a seleção olímpica

Atletas do Flamengo e atleta do Bragantino são novidades na lista de convocados para a próxima Data Fifa O treinador André Jardine anunciou nesta sexta-feira...

Corinthians fracassa ao apostar no Paulistão como único caminho viável

Timão usa equipe B contra Peñarol e cai na Sul-Americana Muita gente lamentou quando o Corinthians ficou fora da zona de classificação da Libertadores via Brasileirão-2020. Mas...

NBA: volta de Harden e estreia de Didi agitam a rodada

Noite de quarta-feira também tem homenagem a Varejão e suor dos Lakers sem LeBron e Davis Depois de mais um mês fora das quadras, James...