Pular para o conteúdo

Dicas de treinamento de força para atletas de triatlo

    força para atletas de triatlo

    O Triatlo é um evento esportivo que reúne três modalidades. A combinação de natação, ciclismo e atletismo com a corrida faz com que seja uma prática que requer muito preparo. Confira neste artigo a importância do treinamento de força para atletas de triatlo.

    Princípios do treinamento

    Um ponto importante do treinamento de força para atletas de triatlo é que se terá mais êxito se existir um planejamento consistente, com programações diárias, mesmo que simples, do que algo esporádico.

    Portanto, não é muito interessante começar com muita intensidade se não vai ser possível manter por um período mais longo. É fundamental para o treino de força a consistência.

    Com esta rotina o atleta de triatlo consegue ficar mais preparado para as práticas e também se previne de lesões.

    Equilíbrio muscular

    Uma etapa importante na construção de um programa de exercícios é garantir um equilíbrio muscular. É preciso focar em todas as partes do corpo, sem negligenciar nada.

    É fundamental também intercalar entre os exercícios de alongamento e o de amplitude de movimento.

    Os triatletas precisam também dar uma atenção à parte inferior das pernas e a inferior das costas, pois são as que mais sofrem nas competições.

    O planejamento de exercícios precisa, portanto, envolver os músculos centrais para garantir uma estabilidade física.

    Organização dos treinos

    Com esses princípios levados em consideração, é a hora de organizar os treinos de força para atletas de triatlo.

    Para isso é preciso levar em consideração a sua rotina, como tempo de trabalho, outras atividades de lazer e qualquer tipo de demanda que você precise ter diariamente.

    Afinal, treinamentos demandam um tempo considerável e como falado acima é preciso que você mantenha essa rotina.

    Intensidade dos treinamentos

    Depois de analisar qual o tempo que você tem para se dedicar aos treinamentos é a hora de você fazer o planejamento.
    O começo tem que ser em formato de adaptação, para o seu corpo se preparar para a sequência que terá.

    Lembre-se que é importante que você coloque uma intensidade que você tenha condições de suportar e isso não represente um abandono ou relaxamento.

    Isso porque os treinos de força para atletas de triatlo devem começar com um ritmo mais básico e depois adotar um estilo progressivo. Dessa forma, recomenda-se que você aumente a intensidade em cerca de 10% a cada semana, fazendo com que os intervalos entre os exercícios sejam reduzidos com o tempo.

    Para isso, é fundamental que você tenha uma planilha ou caderno que você vá colocando distâncias, ritmos e frequência cardíaca de cada exercício.

    A depender da região em que você mora, não é possível o treinamento em águas abertas. Por isso, você terá que treinar em piscinas pequenas. Porém, é preciso lembrar-se de que a prática no mar é diferente das piscinas.

    Por isso, é importante treinar a respiração para os dois lados e bater as pernas com intensidade.

    Treinamento cruzado

    Como no Triatlo é uma competição com três modalidades, você precisa adotar três tipos diferentes de treinamento. Ou seja, um com foco na corrida, outro para a natação e outro para a bicicleta.

    Só que uma sugestão de treinamento para atletas do triatlo é adotar o treinamento cruzado, no qual você substitui uma modalidade por outra dentro de um ciclo.

    Na prática, é como se você treinasse natação duas vezes em vez de adotar uma parte para a corrida.

    Esta alteração te possibilita desenvolver uma modalidade e também te previne de lesões.

    Outras dicas são utilizar palmares para os treinos de natação e subir ladeiras nas corridas para o desenvolvimento da força.

    Tempo na academia

    Quando se fala de treinamento de força para atletas de triatlo consequentemente também se fala de academia.

    Isso porque, por mais que você possa aplicar intensidade nas práticas de natação, corrida e pedalada, é na academia que você consegue realizar exercícios focados em força. Novamente, é importante que se adote um ritmo que possa ser mantido

    Para isso, é fundamental também que você conte com um personal trainer para que te auxilie nos melhores exercícios para ganho de força e resistência.

    Treinamento das transições

    Outro momento que exige um treinamento de força é o de transição. Aquele momento que você salta de uma modalidade para outra. Esta é uma hora que exige muito do atleta. Isso porque ao sair da natação para o ciclismo, por exemplo, ocorra uma leve tontura.

    Na hora da saída do ciclismo e início da corrida também, pois ambos exigem muito dos membros inferiores. Portanto, é fundamental que na sua rotina de treinos você coloque mudanças repentinas de exercícios.

    O que fazer na semana de competição?

    O treinamento de força para atletas de triatlo é fundamental e você viu alguns pontos importantes do que adotar para ter um melhor rendimento. Só que é preciso estar atento ao período de competições que você pretende participar. Isso porque nesta época é necessário que você realize uma adaptação da sua programação a fim de ter melhor condição no momento do evento.

    Por isso, na semana de prova o objetivo é armazenar energia. Desta forma, você vai reduzir a quantidade de treinos e adotar exercícios curtos e mais leves.

    Além disso, é fundamental reservar pelo menos um dia da semana somente para descanso. Tudo isso sem esquecer dos cuidados com a alimentação.

    Breve história do Triatlo

    O Triatlo surgiu em 1974, em San Diego, nos Estados Unidos. Na região, um clube de atletismo passava uma rotina de treinos para seus atletas realizarem durante as férias.

    Quando retornavam, os atletas eram submetidos a testes para que os treinadores identificassem quem realmente seguia a cartilha. Para isso teriam que nadar 500 metros na piscina do clube, pedalar por 12 km e correr mais de 5 km.

    A exigência caiu no gosto dos atletas e o Triatlo foi se espalhando pelo Mundo. A popularidade levou a modalidade a ser incluída nos Jogos Olímpicos de Sidney, em 2000. O formato adotado era de 1.500 metros de natação, 40 km de ciclismo e mais de 10 km de corrida. Distâncias que são mantidas até hoje.

    Marcações: