Home Futebol Após assalto, Di María agradece apoio da torcida do PSG e afirma:...

Após assalto, Di María agradece apoio da torcida do PSG e afirma: “Somos felizes aqui”

O atacante Ángel Di María usou as redes sociais para se manifestar pela primeira vez depois do assalto à sua casa, no último domingo, quando bandidos fizeram sua família de refém por algumas horas. O argentino agradeceu ao apoio dos torcedores do PSG e fez questão de indicar que se sente feliz no clube.

– Muito obrigado pelo apoio contínuo. Minha família e eu somos muito felizes aqui e nada vai apagar nosso sorriso. VAMOS PARIS ❤️ – escreveu.

Di María postou uma foto ao lado da esposa, Jorgelina, e das filhas, Mía e Pía, que estavam em casa e foram feitas de refém durante a ação dos bandidos. O jogador também registrou a homenagem feita pela torcida organizada Virage Auteuil, uma das principais do PSG, que exibiu uma faixa de apoio a ele e ao zagueiro Marquinhos durante o confronto contra o Lille, na última quarta-feira, com os dizeres “Marqui, Ángel, toda a Virage está com você”.

O trauma vivido pela família de Di María ocorreu enquanto ele estava em campo para enfrentar o Nantes, no domingo. No começo do segundo tempo, o argentino foi substituído às pressas pelo técnico Mauricio Pochettino, que foi chamado pelo diretor esportivo Leonardo para uma conversa à beira das tribunas do Parque dos Príncipes. O brasileiro havia recebido uma ligação informando do assalto à casa do jogador e repassou a informação – e Pochettino acompanhou Di María, que deixou o campo chorando.

Durante o duelo do último domingo, que o PSG perdeu de virada por 2 a 1, a casa dos pais do zagueiro Marquinhos também foi vítima da invasão de bandidos. Estes casos aumentaram a lista de jogadores do time que tiveram suas casas alvo de assaltos nos últimos anos – a polícia indica que uma quadrilha especializada neste tipo de crime atua na região metropolitana de Paris. A imprensa francesa aponta que o clube pagará seguranças para ficarem de plantão nas residências dos atletas nos próximos meses.

PSG reforçará segurança de jogadores após assaltos às famílias de Marquinhos e Di María

O drama causado com os assaltos às famílias de Marquinhos e Di María, no último domingo, levará o PSG a reforçar a segurança dos jogadores. O jornal “L’Équipe” afirma que o clube financiará a presença de seguranças nas casas dos atletas do elenco durante um período específico, tentando evitar possíveis ataques de quadrilhas especializadas em roubos a residências de luxo na região da capital francesa.

O jornal frisa que as residências dos atletas costumam ser equipadas com sistemas de vigilância com câmeras e alarmes, mas que, neste momento, se vê como necessária a presença de reforço humano, com guardas de plantão por 24 horas nas casas. O custo com os seguranças será arcado pelo próprio clube por um determinado período, visando oferecer maior tranquilidade aos jogadores.

LEIA MAIS

- Advertisment -

Popular

No Fluminense, Martinelli vai para 1ª Libertadores com Europa de olho

Titular absoluto com apenas 19 anos, volante recebe sondagens de clubes da Inglaterra antes do torneio de maior vitrine Em cinco meses, tudo pode mudar....

Anderson Silva reconhece favoritismo de Julio Cesar Chávez Jr. em confronto do dia 19 de junho

Spider exalta oponente, mas vê chance de conseguir nocaute Depois de deixar o Ultimate, Anderson Silva assinou contrato para enfrentar Julio Cesar Chávez Jr. em...

Miami bate Lakers e vence a quinta em seis jogos

Time da Califórnia não é páreo para Butler e Oladipo, que deixa a quadra com lesão no joelho Jogando em casa, o Miami Heat completou...

F1 2021: salário de Hamilton encolhe R$ 57 mi, mas ainda é o maior

Receita do atual campeão cai de R$ 225 milhões, em 2020, para R$ 168 milhões no novo contrato; Vettel também tem redução drástica com...