Home Mais Esportes Dana White temeu por vida de Calvin Kattar em derrota para Max...

Dana White temeu por vida de Calvin Kattar em derrota para Max Holloway

Em vídeo publicado nos EUA, presidente do UFC é visto reclamando por árbitro não encerrar luta no quarto round

O primeiro evento do UFC neste ano, no último dia 16 de janeiro, teve como destaque principal um atropelo de Max Holloway sobre Calvin Kattar pelo peso-pena. A performance de Holloway foi muito celebrada por fãs e mídia especializada, mas do outro lado, o estrago sofrido por Kattar nos cinco rounds na derrota por decisão unânime dos juízes, pareceu excessivo e desnecessário. Esta foi também a opinião de Dana White.

Em um vídeo publicado no canal oficial da companhia no Youtube, White aparece muito preocupado com os danos absorvidos por Kattar e suas possíveis sequelas. O vídeo intitulado “UFC’s Grand New Stage”, tem como foco principal apresentar a Etihad Arena, espaço que recebeu os eventos do Ultimate neste mês, mas também mostra os bastidores do duelo principal do “UFC Holloway x Kattar”.

Dana assistiu a maior parte da luta ao lado de seus amigos Din Thomas e Matt Serra, ex-lutadores que o acompanham no reality show “Lookin For A Fight”, no qual o dirigente observa novos talentos fora do UFC. A partir do terceiro round da luta principal, o dirigente já começa a se preocupar com a quantidade de golpes duros que Kattar sofria. No quarto assalto, durante uma blitz de Holloway com Kattar encurralado na grade, White pede como torcedor: “Entra lá, juiz. Vamos lá, juiz. Ele está balançando. Ele está nocauteado em pé, p***. Vamos lá, juiz, para a luta”.

Ao final do quarto round, Dana se levanta e encontra Hunter Campbell, vice-presidente executivo do UFC. A câmera grava a conversa entre ambos, na qual o presidente confessa temer pela vida de Kattar. “Ele sofreu tanto estrago nesta luta, estou surtando um pouco. Não sei, não estou gostando. Isso me lembra do tipo de luta que quando a luta termina, ele volta para o vestiário e morre. Eu acho que a p*** do Herb Dean deveria ter encerrado no quarto round. Ele estava cambaleando para todo lado. Ele devia ter terminado a luta ali”, diz White e Campbell concorda.

O vídeo também captura o presidente reunindo parte de seu estafe e ordenando que transportem Kattar diretamente para o hospital após a luta. “Quando esta luta terminar, ninguém para, ninguém fala. Botem este garoto numa ambulância e tirem ele daqui imediatamente. Quero ele fora daqui. Não falem com ninguém e vão direto para a p*** do hospital”, manda White, orientando especificamente para Kattar não dar entrevistas.

Quando Kattar deixa o octógono, Dana o agradece pelo desempenho, o informa que ele vai direto ao hospital e promete “cuidar dele”, o que tipicamente significa pagamentos de bônus a lutadores que excederam as expectativas.

Responsável pela arbitragem da luta, Herb Dean é um dos árbitros de MMA mais respeitados do mundo, mas tem lidado com críticas por supostamente deixar alguns confrontos seguirem além do necessário. Em 2020, ele entrou numa discussão áspera com o comentarista Dan Hardy, que gritou para que ele parasse a luta após Jai Herbert sofrer um knockdown contra Francisco Massaranduba.

No último sábado, Dean causou confusão ao se aproximar das lutadoras após Marina Rodriguez impor um knockdown a Amanda Ribas; Marina achou que a luta havia terminado, mas precisou voltar a golpear a compatriota e Dean encerrou pouco depois.

A polêmica veio também na mesma semana em que Spencer Fisher contou ao site “MMA Fighting” que sofre de sintomas de encefalopatia traumática crônica (CTE, na sigla em inglês), uma doença degenerativa do cérebro ligada a sucessivas concussões. Fisher alega que a doença é fruto de seus anos treinando e lutando no Ultimate e conta que após receber apoio durante os primeiros anos de sua aposentadoria, foi cortado pela companhia em 2016, pouco após sua venda.

Depois da publicação das revelações de Fisher, Dana White causou controvérsia ao falar em entrevista ao site “MMA Junkie” que “Fisher não é o primeiro e certamente não será o último” a lidar com trauma cerebral no UFC e que isso era “parte do trabalho”. O presidente reiterou que o Ultimate está investindo em pesquisas sobre os efeitos das lutas no cérebro e sobre formas de lidar e aliviar sintomas de trauma cerebral.

LEIA MAIS

Dana White descarta Spider x Jones Jr. “Não me interesso por lutas entre velhos”

- Advertisment -

Popular

Flamengo vence Bauru e se mantém na liderança do NBB

Infiltrado no garrafão e cavando lances livres, o Flamengo conseguiu virar o jogo diante do Bauru depois de tomar um susto no segundo quarto Em...

Coritiba encerra negociações e “entrega” acerto de Miranda com o São Paulo

Em nota, Coritiba diz que o zagueiro Miranda quis um clube "com maior calendário esportivo e que proporcione a disputa da Libertadores ainda nesta...

Megan Anderson encara Amanda Nunes no sábado

Australiana cita envergadura e potência física como desafios à luta contra a brasileira Megan Anderson vai tentar neste sábado (6) fazer o que dez outras...

Vendido para o Porto, Pepê tem chance de marcar nome antes da despedida ao Grêmio

Atacante é vice-artilheiro do clube gaúcho na temporada e não marca há quatro partidas A relação de sucesso entre Pepê e Grêmio já tem data...