Home Futebol Times do Chile e da China procuram D'Alessandro após saída do Inter

Times do Chile e da China procuram D’Alessandro após saída do Inter

Em um pronunciamento emocionado, D’Alessandro revelou na última segunda-feira que não renovará seu contrato com o Inter ao final da temporada. O gringo se despede do clube após 12 anos em 31 de dezembro de 2020. E bastou o anúncio oficial para as primeiras sondagens chegarem ao argentino.

D’Ale recebeu já contatos de inúmeros clubes e países diferentes. Segundo a imprensa gaúcha, há equipes do Chile e da China interessadas em contar com o meia de 39 anos a partir de 2021.

As sondagens todas foram preliminares, sem grandes avanços negociais. Até o momento, D’Alessandro não tem definição sobre o seu futuro na próxima temporada. Na entrevista coletiva da última segunda-feira, ele brincou em dois momentos.

Primeiro, disse que sabia apenas que não atuaria pelo Celta de Vigo de Eduardo Coudet, ex-técnico do Inter com quem tinha pouco espaço em campo. Depois, disse aos risos que enfim seu empresário, Matías Aldao, teria trabalho, após anos sucessivos de renovação com o Colorado.

– Isso será trabalho ao meu empresário. Faz tempo que não trabalha, 12 anos aqui no Inter. Estava fácil para ele – disse D’Ale.

O argentino vive seus últimos 36 dias de Inter. Serão ao menos mais sete jogos a disputar. Nove, se a equipe passar pelo Boca Juniors na Libertadores.

O meia argentino busca um time que lhe dê condições de seguir atuando em alto nível, além de uma cidade em que se sinta confortável para viver.

O argentino desembarcou no Beira-Rio no último dia de julho de 2008. Está no clube desde então, com um breve hiato de uma temporada em 2016, quando defendeu o River Plate por empréstimo. E com uma coleção de títulos a se orgulhar.

D’Alessandro conquistou a Sul-Americana (2008), Libertadores (2010), Recopa (2011), seis Gauchões (2009, 2011, 2012, 2013, 2014 e 2015) e duas Recopas Gaúchas (2016 e 2017).

Com tanto tempo de Beira-Rio, o gringo fincou raízes de vez em Porto Alegre e no Brasil. Em setembro, D’Alessandro obteve a dupla cidadania. Ele é hoje o brasileiro e também o argentino com mais jogos na história da Libertadores. São 90 jogos.

D’Alessandro é o terceiro jogador com mais jogos na história do Inter. São 513 partidas, com 95 gols marcados. Em 2020, ele atuou em 36 partidas, com três gols feitos.

Ao citar o possível encerramento da carreira, no futuro, D’Ale disse, em coletiva, que gostaria que fosse no Inter ou no River Plate. Pelo Colorado, ele pretende fazer um jogo de despedida, quando decidir se aposentar.

A decisão de não renovar

Em 31 de dezembro de 2020, o argentino viverá o último de seus 4.537 dias como atleta do clube desde que fincou pés no Beira-Rio pela primeira vez, em 31 de julho de 2008.

A decisão é mais um capítulo de um novembro que parece sem fim no clube, com a saída abrupta de Eduardo Coudet, a chegada de Abel Braga e o duelo de ida com o Boca Juniors pela Libertadores já na próxima quarta-feira. Tudo isso no intervalo de míseros 16 dias.

Mas D’Alessandro não decidiu por esse rumo na carreira de uma hora para outra, ou de cabeça quente, como o próprio disse na entrevista coletiva. A decisão “pessoal” foi amadurecida pouco a pouco durante a temporada e tomada ainda sob o comando de Coudet.

Conforme apurado pelo ge, a decisão passa por dois pontos principais: o entendimento de que se chegou a um final de ciclo no clube e o desejo pessoal de ser uma peça mais importante dentro de campo. Em suma, D’Alessandro quer jogar mais. E isso pesou muito na decisão.

- Advertisment -

Popular

Mayra Sheetara reclama da decisão do árbitro apesar de admitir erro

Mineira aponta que punição não foi dada na mesma situação do que em outras lutas do evento A busca de Mayra "Sheetara" Bueno por sua...

Mogi Futsal anuncia que não terá time adulto neste ano

O time disputará torneios no sub-20 devido a redução do orçamento da equipe para 2021 A diretoria do Mogi Futsal definiu nesta segunda-feira (1), que...

Renato critica VAR após derrota para o Palmeiras e diz que sua equipe “deu mole”

Treinador reclamou de toque de mão antes do gol do Palmeiras e do pênalti não marcado em Pepê no jogo de ida da final...

Arthur Cabral passa Neymar e é brasileiro com mais gols na temporada

Atacante do Basel marca em derrota para o St. Gallen e chega aos 14 gols. Ele supera o atacante do PSG, Rodrigo Pinho, do...