Home Mais Esportes Cruzeiro vence Blumenau em partida atrasada da Superliga Masculina

Cruzeiro vence Blumenau em partida atrasada da Superliga Masculina

Clube mineiro cola no líder Taubaté

O Cruzeiro superou o Blumenau por 3 a 0 jogando no Ginásio do Riacho, em Contagem, Minas Gerais, com parciais de 25/19, 25/16 e 25/20. Com o resultado alcançado após uma atuação confiante, o time celeste fica somente dois pontos atrás do Taubaté, única equipe que segue invicta na Superliga Masculina 2020/2021.

Titulares da vez no rodízio apresentado pelo comandante da equipe, Marcelo Mendez, entre os ponteiros, Rodriguinho e López se sobressaíram no duelo, marcando 14 pontos cada. O jovem, cria da base, conquistou o importante Troféu Viva Vôlei como melhor jogador da partida. Outro nome de destaque na vitória foi o oposto Oppenkoski, que entrou na vaga de Alan na metade no primeiro set e permaneceu na quadra pelo restante do confronto.

Em relação ao lado catarinense, o critério que mais obteve resultado foi o bloqueio, que foi até superior comparado aos dos rivais. No entanto, a complicação na virada de bola foi fundamental para a derrota fora de casa.

Pela oitava rodada da competição, o time mineiro viaja para enfrentar o Caramuru, neste sábado (5), às 15h (de Brasília). Pouco depois, às 12h30 (de Brasília), o Blumenau encara o América-MG, em Montes Claros.

Veja também: Taila Santos acredita que vitória pode alavancar sua carreira contra rival ranqueada no UFC

O Jogo: veja como o Cruzeiro levou a melhor no duelo

Primeiro set

Rodriguinho foi o titular na vaga de Facundo Conte e foi muito acionado pela equipe. Foi ele o responsável por marcar três dos cincos primeiros pontos cruzeirenses no começo do jogo. Do lado do Blumenau, o bloqueio surgiu bem na largada do duelo. Depois de dois erros consecutivos, que permitiram o time catarinense abrir 12 a 10, o oposto Alan foi substituído por Oppenkoski. A virada no placar celeste chegou após uma sequência de Cachopa pelo saque, marcando 17 a 14. Na liderança e com o saque com êxito, a vantagem do clube mineiro só aumentou ao longo da parcial, encerrada em 25 a 19.

Segundo set

Seguindo do mesmo embalo que o da primeira etapa, a Raposa iniciou forte o segundo set. Contando com uma boa passagem do central Cledenílson no saque, os donos da casa conseguiram abrir 7 a 1 a partir de contra-ataques bem explorados. Mesmo com as alterações geradas pelo treinador André Donega, os visitantes não conseguiram ameaçar a margem do Cruzeiro em nenhum momento. Preservando a diferença segura com a virada de bola dando certo, o time celeste encerrou a parcial em 25 a 16.

Terceiro e último set

Com a intenção de finalizar a partida em sets diretos, o Cruzeiro esqueceu do freio e não tirou o pé do acelerador. Com um ponto inesperado do líbero Lukinha e dois bloqueios em seguida, a equipe de Marcelo Mendez marcou 8 a 3, dificultando a vida do time catarinense no confronto. Mais uma vez, a equipe celeste conseguiu controlar e administrar a vantagem conquistada com facilidade. Contando com grandes ataques nas extremidades com López, Rodriguinho e Oppenkoski, o maior campeão da história da Superliga finalizou o jogo em 25 a 20.

O Cruzeiro conseguiu dominar a partida e derrotou com facilidade o Blumenau.

Fonte: Globo Esporte

- Advertisment -

Popular

Após 22 anos, Grêmio marca 8 gols em um único jogo

Tricolor repetiu resultado de 1999, pelo Gauchão A noite desta última quinta-feira (6), foi histórica. Não pela grandiosidade do oponente ou da competição, mas o...

NBA tem recorde de Raulzinho, lesão de Davis, Bush na torcida e show de Curry

Brasileiro tem sua melhor partida na NBA, pivô volta a preocupar os Lakers, e ex-presidente dos Estados Unidos vai à arquibancada Sete jogos movimentaram a...

Palmeiras vence e elimina Santos, que corre risco de rebaixamento

Com a derrota, o Santos joga sua vida na elite do futebol paulista contra o São Bento. Caso perca, o Peixe será rebaixado pela...

Fluminense empata com o Junior Barranquilla e segue líder do seu grupo

Após saga para chegar a Guayaquil, time comandado por Roger Machado consegue empate com gol do garoto Kayky Depois de uma verdadeira saga para chegar...