Pular para o conteúdo

Cristiano Ronaldo no PSG? Leonardo comenta rumores do craque

    Foto: Getty Images

    Juventus vê uma grande oportunidade de operação de CR7 com PSG

    Vender Dybala e sugerir uma troca de Neymar por Cristiano Ronaldo ao PSG é o plano estabelecido pela Juventus para a próxima temporada. O camisa 10 da seleção brasileira tem contrato com o clube francês até junho de 2022 assim como os outros dois atacantes no time italiano. Palmieri declara que é incerta a renovação com o CR7 na Juve uma vez que o jogador completará 37 anos em 2022.

    Deste modo, a única forma de conseguir resgatar parte do investimento realizado no português em 2018 é negociar Cristiano Ronaldo em 2021 para não perdê-lo sem nenhum ganho no ano seguinte. Aí que entra a estratégia de negociar com o PSG.

    O objetivo por trás de toda operação, segundo o jornalista Tancredi Palmieri, é diminuir despesas a curto prazo, mas sem afetar a competitividade do clube.  A atual eneacampeã italiana anunciou prejuízo de € 89,7 milhões (R$ 569 milhões) na última temporada.

    A Juventus conseguirá sugerir a troca por Neymar no ano que vem. O jogador ficou perto de deixar o PSG em 2019 e ainda não renovou seu acordo com o clube francês para além de 2022. Ontem, Leonardo, diretor-técnico do time de Paris, declarou que vai “intensificar” as conversas para renovação de alguns dos fundamentais nomes da equipe, no meio deles o de Neymar.

    Veja também: Copa do Brasil: Tudo sobre os jogos de ida das quartas de final

    Palmieri anunciou a informação no mesmo dia em que Leonardo não desconsiderou a chance de contar com CR7 no time francês. O clube italiano vai sugerir uma troca simples entre os jogadores. Ambos ganham o mesmo salário: cerca de € 31 milhões por temporada (R$ 192 milhões, na cotação atual).

    A Juventus não se enxerga em condições de renovar o contrato do português e visa o PSG como uma grande oportunidade para uma negociação antes que acabe a ligação com o craque italiano. Segundo Tancredo, outro motivo favorável ao negócio, olhando pelo lado da Velha Senhora, é o desejo do camisa 10 do PSG retornar ao Barcelona. Isso mostra que o atleta brasileiro está predisposto a deixar o time.

    Em frente a incerteza da continuação de Messi no time catalão na próxima temporada, o futuro do jogador brasileiro fica mais amplo.

    Situação de Dybala

    No ano passado, o argentino foi nomeado o melhor jogador do Campeonato Italiano, mas não se fez muito até o momento sob o comando de Pirlo. Próximo a completar seus 27 anos, o atleta assim como Cristiano e Neymar, possui contrato com a Juve até junho de 2022 e o clube não cogita a renovação.

    O camisa 10 exige ganhar o segundo maior salário da equipe para prolongar o contrato. Isso significa que o valor deve passar dos € 7 milhões (R$ 44,8 milhões) por anos atuais para, no mínimo, os € 12,5 (R$ 80 milhões) pagos ao zagueiro De Ligt. A presente diretoria da Velha Senhora compreende que é muito para um atleta que rejeitou propostas do Manchester United e Tottenham no ano passado e terá 29 anos em 2022.

    As contratações Kulusevski, de 20 anos, e Chiesa de 23, são indicações de que a Juve não pensa em um futuro com Dybala. O jogador marcou um gol e atuou em apenas três jogos como titular dos seis na temporada. Diante da instabilidade, o time italiano espera negociá-lo.

    Fonte: Globo Esporte e UOL Esporte

    Veja mais: Destaque na WNBA, Damiris retorna ao Brasil para defender o Campinas