Pular para o conteúdo

De Cristiano Ronaldo a Paulinho: os trintões mais caros da história do futebol

    Foto: Getty Images

    CR7 lidera o top 10 sendo 117 milhões de euros na contratação

    Já parou para pensar em quanto você pagaria pela contratação de um jogador de futebol que esteja na casa dos 30 anos, que já ultrapassou do auge físico e técnico e que, possivelmente, possuirá pouco (ou nenhum) potencial de revenda no futuro?

    Houve um clube que investiu 117 milhões de euros (R$ 748,1 milhões) na chegada de um atleta dessa faixa etária. Na ocasião, o jogador envolvido tinha 33 anos. O mesmo é apaixonado pelos cuidados com o corpo e possui a mesma dedicação de um jovem recém-promovido para os profissionais e que ainda não ganhou nenhum título importante no futebol.

    A saída de Cristiano Ronaldo do Real Madrid para a Juventus, finalizada logo após a Copa do Mundo de 2018, é a maior movimentação já registrada de um atleta que havia passado da casa dos 30 anos.

    O recorde anterior pertencia a uma temporada passada do CR7, quando o zagueiro Leonardo Bonucci, hoje companheiro de equipe de Cristiano e então com 30 anos, migrou para o Milan por 42 milhões de euros (268,5 milhões).

    Veja também: Grêmio encerra “novembro azul” e demonstra força para brigar nas três competições da temporada

    No momento, a transação do zagueiro da Juve ocupa a terceira posição no ranking dos maiores negócios já realizados incluindo os trintões, empatada com a volta do meia brasileiro Paulinho para o Guangzhou Evergrande.

    O ex-jogador do Timão e da seleção brasileira, é inclusive, o único representante do único futebol pentacampeão do planeta, nos 10 primeiros dessas transferências. A relação ainda possui dois argentinos, um português, um bósnio, um italiano, um belga, um holandês, um francês e um alemão.

    Além de Cristiano Ronaldo, Paulinho e Bonucci também estão atrás de Miralem Pjanic. O bósnio de 30 anos saiu da Juve e foi para o Barcelona, na última janela de transferências, em uma substituição com o brasileiro Arthur. Seu valor anunciado no negócio foi de 60 milhões de euros (R$ 383,6 milhões), o segundo maior da história de um jogador trintão.

    Dos 10 maiores negócios já realizados de atletas +30, nove foram feitos no decorrer das últimas 12 temporadas. A única exceção foi a ida de Gabriel Batistuta para Roma, em 2000, por 36,2 milhões de euros (R$ 231,5 milhões).

    Essa transferência seguiu durante 17 anos como recorde de maior negócio envolvendo jogador com 30 anos ou mais. A marca só foi ultrapassada em 2017, quando Bonucci foi para o Milan.

    Chama a atenção também como o futebol da Itália é aquele do primeiro grau que mais aprecia os veteranos. Afinal, metade das dez transações da lista possui times do Calcio como compradores.

    Os trintões mais caros da história do futebol

    1 – Cristiano Ronaldo

    33 anos (2018)

    Português

    Juventus (ITA)

    117 milhões de euros

    2 – Miralem Pjanic

    30 anos (2020)

    Bósnio

    Barcelona (ESP)

    60 milhões de euros

    3 – Leonardo Bonucci

    30 anos (2017)

    Italiano

    Milan (ITA)

    42 milhões de euros

    4 – Paulinho

    30 anos (2019)

    Brasileiro

    Guangzhou Evergrande (CHN)

    42 milhões de euros

    5 – Radja Nainggolan

    30 anos (2018)

    Belga

    Inter de Milão (ITA)

    38 milhões de euros

    6 – Gabriel Batistuta

    31 anos (2000)

    Argentino

    Roma (ITA)

    36,2 milhões de euros

    7 – Jasper Cillessen

    30 anos (2019)

    Holandês

    Valencia (ESP)

    35 milhões de euros

    8 – Mats Hummels

    30 anos (2019)

    Alemão

    Borussia Dortmund (ALE)

    30,5 milhões de euros

    9 – Anthony Modeste

    30 anos (2018)

    Francês

    Tianjin Quanjian (CHN)

    29 milhões de euros

    10 – Diego Milito

    30 anos (2009)

    Argentino

    Inter de Milão (ITA)

    25 milhões de euros

    Fonte: UOL Esporte