Home Futebol Covid-19 e lesões tiram principais jogadores do Brasil para jogo contra Venezuela

Covid-19 e lesões tiram principais jogadores do Brasil para jogo contra Venezuela

Neymar, Philippe Coutinho e Casemiro são alguns dos jogadores que não estarão em campo nesta sexta

A seleção brasileira será desfalcada por três jogadores titulares para o jogo desta sexta-feira (13), às 21h30 (de Brasília), contra a Venezuela, pela terceira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo do Qatar. Além do meia Philippe Coutinho e do atacante Neymar com problemas musculares, Casemiro foi diagnosticado com Coronavírus. Com a perda no meio e no ataque, Tite terá apenas a linha defensiva inteira para a disputa no Morumbi.

Melhor dizendo, a defesa contará com um “reforço”: Alisson, o goleiro do time estará à disposição do treinador após voltar recuperado de uma lesão no ombro que o tirou por 30 dias do Liverpool e também dos dois primeiros confrontos das Eliminatórias. O camisa 1 se apresentou ontem (9) à Granja Comary onde está a concentração da seleção. Dessa forma, Weverton será opção ao titular acompanhado com Ederson.

Se não houver nenhuma alteração de ordem técnica, a escalação da equipe para esta sexta-feira inicia com os seguintes jogadores: Alisson; Danilo, Marquinhos, Tiago Silva e Renan Lodi. A começar do primeiro volante, na falta de Casemiro e Fabinho, é que surgem as dúvidas que vão ser decididas nos treinos ao longo da semana.

Com a linha defensiva intacta, o time brasileiro terá o propósito de reparar os erros realizados contra a seleção do Peru quando sofreu dois gols. Nesta fase para a Copa de 2022, iniciada após o Mundial da Rússia-2018, a equipe do Brasil tinha tomado dois gols no mesmo jogo apenas na disputa contra a Colômbia, em 6 de setembro do ano passado, quando resultou no empate por 2 a 2.

Veja também: Flamengo oficializa contratação de Ceni e jogadores comemoram a chegada do treinador

Alex Sandro foi o responsável naquele jogo por cometer duas falhas individuais: falta de atenção ao cometer pênalti e depois num erro de cobertura. Já diante a seleção adversária, os erros foram generalizados.

No primeiro gol do Brasil, Roberto Firmino perdeu a posse de bola em confronto no meio e em seguida em um bate-rebate em que Marquinhos não conseguiu tirar o perigo, Carrillo foi quem apareceu e marcou um golaço. O segundo veio quando Rodrigo Caio desviou o chute de Renato Tapia, no rebote que enganou o goleiro Weverton e balançou a rede.

“Manter uma linha defensiva que vem sendo convocada e atuando junto dá uma confiança maior, mas os jogadores que estão vindo deixam o Tite bem servido”, comentou Thiago Silva.

A defesa do time brasileiro não saiu ileso aos vários problemas desta convocação, pois Rodrigo Caio sofreu com lesão e Éder Militão foi diagnosticado com o novo Coronavírus. A sorte é que ambos os jogadores não são titulares e foram substituídos por Felipe e Diego Carlos que fará estreia.

A seleção brasileira sofreu 19 gols, sendo sete deles em bolas aéreas, provocados por escanteios e faltas laterais. Vale dizer que estes dados da equipe são todos sob comando do técnico Tite e a sua maior apreensão no momento é em relação ao sistema defensivo que apresentará intacto no estádio do Morumbi para demonstrar que é digno da confiança do treinador.

- Advertisment -

Popular

Alex Cowboy promete nocaute no UFC de sábado

Seu adversário foi substituído por Ramazan Kuramagomedov Alex Cowboy levou um susto na última segunda-feira (22), quando deixou a cidade de Três Rios (RJ) rumo...

Rodrigo Caio reencontra São Paulo no Morumbi pela primeira vez desde saída

Absoluto no Flamengo, zagueiro fará seu primeiro jogo contra o time que o revelou no estádio Não é só Rogério Ceni que terá um reencontro...

Vasco tem missão inglória no ato final do Brasileiro

Com despedida de Luxa, diretoria anunciará mudanças estruturais em coletiva de Jorge Salgado já com planejamento do cenário de Série B em curso O Vasco...

Neymar se aproxima de renovação com PSG

Negociação com Mbappé, no entanto, parece menos avançada. Os dois craques do Paris terminam contrato em junho de 2022 A renovação do contrato de Neymar...