Pular para o conteúdo

Roni volta a treinar, e Corinthians não tem mais jogadores afastados por Covid

    Fábio Santos e Fagner treino Corinthians — Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

    O volante Roni voltou a treinar com o elenco do Corinthians na manhã desta segunda-feira e, com isso, o clube não tem mais jogadores afastados por conta da Covid-19.

    No início do mês, o Corinthians foi atingido por um surto de coronavírus, que afastou 16 jogadores profissionais e mais 11 membros da comissão técnica e da diretoria alvinegra.

    Com a paralisação do Campeonato Paulista, o técnico Vagner Mancini pretende aproveitar a semana livre para recondicionar fisicamente os atletas e fazer ajustes táticos no time.

    Nesta segunda, de acordo com informações divulgadas pelo Corinthians, Mancini organizou um coletivo no CT Joaquim Grava. A imprensa segue sem poder frequentar o local por conta das medidas de distanciamento social.

    Depois, Mancini comandou um trabalho de passes e finalizações.

    A atividade desta manhã também marcou o primeiro treino coletivo de Gustavo Silva e Léo Natel, atacantes que estavam em tratamento de lesões e foram desfalques nas últimas partidas.

    O Timão volta a treinar nesta terça-feira pela manhã. O próximo compromisso no Campeonato Paulista é contra o Mirassol, com data e horário ainda a definir.

    O Corinthians inscreveu nesta segunda-feira o lateral-esquerdo Fábio Santos na Lista A do Campeonato Paulista. Os jogador fica à disposição do técnico Vagner Mancini para as próximas rodadas do Campeonato Paulista.

    Com desgaste muscular, o jogador não participou das primeiras rodadas do estadual. Lucas Piton foi o titular da equipe nos empates contra Bragantino e Palmeiras. Depois de testar positivo para a Covid-19, foi substituído pelo zagueiro Bruno Méndez nas vitórias contra Ponte Preta e São Caetano.

    Sub-20 do Corinthians suspende treinos presenciais

    O Corinthians suspendeu temporariamente os treinamentos presenciais da categoria sub-20. Eliminada na primeira fase da Copa do Brasil, a equipe só voltará a campo em maio, quando começa o Campeonato Brasileiro.

    Desde o início do mês, as categorias sub-17 e sub-23 já tinham suspendido os treinos para evitar a propagação do novo coronavírus.

    Os jovens estão realizando exercícios em casa, sob supervisão de profissionais do clube.

    O time de juniores do Corinthians vive um momento de indefinição em seu comando. Após a saída do técnico Dyego Coelho, no fim de janeiro, o sub-20 passou a ser comandado interinamente por Márcio Bittencourt. O nome dele desagrada a parte da direção alvinegra, que é favorável à contratação de um novo treinador.

    O principal fiador de Márcio Bittencourt no cargo é Jacinto Antonio Ribeiro, conselheiro vitalício conhecido como Jaça, que exerce forte influência no departamento.

    Uma alternativa estudada pela direção alvinegra é a manutenção de Márcio Bittencourt na base, mas ocupando outro cargo.

    Os principais responsáveis pelo departamento viajaram no último domingo para o Oriente Médio, onde vão buscar parcerias e oferecerão jogadores.

    Com a promoção de diversos atletas ao time profissional e outros que foram ao sub-23 por terem atingido a idade máxima da categoria, o sub-20 alvinegro passa por uma reformulação. Alguns garotos que estavam na equipe sub-17 foram integrados ao elenco de juniores e dois reforços foram contratados: o atacante Anderson Chaves, do Vila Nova, e o volante Vitor, do Globo-RN.

    LEIA MAIS