Home Mais Esportes Cezar Mutante, que nocauteou Nick Roehrick em apenas 37 segundos, lidera temporada...

Cezar Mutante, que nocauteou Nick Roehrick em apenas 37 segundos, lidera temporada regular no meio-pesado

Lutador mineiro revela mensagem de apoio da filha antes da vitória na PFL

Cezar Mutante tinha obtido sua última vitória em maio de 2018. Após isso, foi derrotado nas duas últimas lutas que realizou no UFC. Mas na última quinta-feira (29), em sua estreia na PFL, voltou à coluna das vitórias ao nocautear Nick Roehrick em 37 segundos, passando a liderar a temporada regular no meio-pesado (até 93kg). A felicidade estava estampada na cara do lutador mineiro, que logo após a luta revelou ter recebido uma mensagem da filha Yara, de 13 anos, que o motivou ainda mais.

Em conversa com o Combate, divulgada na íntegra no site do Globo Esporte após a vitória, Mutante revelou detalhes da mensagem recebida na véspera da luta em Atlantic City, na bolha criada pela organização.

“Pai, você está aí porque ama fazer isso, e você sempre falou que a gente nunca pode colocar nossa felicidade abaixo da felicidade dos outros. A gente não pode fazer uma coisa porque os outros querem, e sim porque você quer. Você está hoje aí porque você quer, porque você gosta, vai lá e se diverte bastante. Ganhando ou perdendo, o importante é se divertir”. O lutador comentou ainda que achou muito maduro da parte de sua filha de apenas 13 anos.

Mas Yara não é somente uma incentivadora com as palavras. O brasileiro contou que a filha mais velha o incentivou até a praticar uma nova modalidade de artes marciais. Com esse incentivo vindo de casa, Mutante estreou em uma nova categoria. Vindo do peso-médio (até 84kg), foram nove quilos a menos para cortar de vez, o que permitiu o atleta ter uma preparação melhor. Na hora da luta, tudo ficou mais confortável.

“Me senti muito bem na categoria. Era uma coisa que devia ter feito antes na minha carreira, mas tudo tem a hora certa. Aquele corte de peso agressivo é ir na contramão da preparação. Pensa bem: você se prepara bem, treina bem, se alimenta bem, e aí na semana da luta, que é a quando tem que descansar, dormir bem, beber e comer, você começa a bombardear o corpo. Essa categoria ficou muito boa para mim porque perdi pouco peso, coisa de 1,5kg só. Me senti leve, me senti bem. Foi muito bom! ”.

Sobre estar diante de um rival mais pesado, Cezar Mutante – responsável por um cartel de 14 triunfos e oito derrotas – viu na velocidade uma vantagem para se impor. E demorou pouco para que encontrasse a brecha para a vitória.

“O Nick é um cara duro, só tinha uma derrota na carreira, passagem pela final do TUF, e tem um queixo duro, aguenta pancada. César Carneiro, meu treinador na MMA Masters, falou para mim: ‘Vindo do peso-médio, você vai ver uns caras um pouco mais lentos, use bastante a velocidade, o tempo de entrada, não se expõe muito, que você vai ver as brechas para começar a entrar’. Quando comecei a luta, já dei umas fintadas e vi bastante coisa. O vi com os cotovelos um pouco abertos, e pensei na hora que desse um chute vai entrar, e o primeiro que joguei entrou. O chute entrou bem encaixado, senti meus dedos entrando na barriga dele, e ele fez uma feição de dor. Esse era o ‘setup’ para acabar com a luta”.

Dez lutadores fazem agora uma nova rodada em 17 de junho para determinar os quatro que seguem para as semifinais. Após a primeira rodada da temporada regular, Mutante lidera com seis pontos, mesma pontuação de Antônio Cara de Sapato, mas à frente por uma vitória mais rápida que a do compatriota. Marthin Hamlet vem em seguida com cinco pontos, e o atual campeão Emiliano Sordi aparece em quarto lugar com três pontos. Jordan Young, que fez três pontos depois que ficou sem oponente e não lutou, é o quinto. Os outros cinco não somaram pontos.

LEIA MAIS

Weidman admite dificuldade em ver “lado bom” de lesão brutal

- Advertisment -

Popular

Após 22 anos, Grêmio marca 8 gols em um único jogo

Tricolor repetiu resultado de 1999, pelo Gauchão A noite desta última quinta-feira (6), foi histórica. Não pela grandiosidade do oponente ou da competição, mas o...

NBA tem recorde de Raulzinho, lesão de Davis, Bush na torcida e show de Curry

Brasileiro tem sua melhor partida na NBA, pivô volta a preocupar os Lakers, e ex-presidente dos Estados Unidos vai à arquibancada Sete jogos movimentaram a...

Palmeiras vence e elimina Santos, que corre risco de rebaixamento

Com a derrota, o Santos joga sua vida na elite do futebol paulista contra o São Bento. Caso perca, o Peixe será rebaixado pela...

Fluminense empata com o Junior Barranquilla e segue líder do seu grupo

Após saga para chegar a Guayaquil, time comandado por Roger Machado consegue empate com gol do garoto Kayky Depois de uma verdadeira saga para chegar...