Pular para o conteúdo

Cavani deve ficar livre no mercado: Ainda tem espaço no Grêmio?

    Edinson Cavani durante partida do Manchester United na semifinal da Europa League 2020/21 Getty Images

    Centroavante tem contrato se encerrando e surge como opção para times sul-americanos

    Em 2020 o Grêmio esteve muito próximo de fechar a contratação do astro Edinson Cavani. Porém, o jogador preferiu assinar contrato de um ano com o Manchester United e foi jogar na Inglaterra. Seu começo até foi promissor, mas ele nunca foi titular absoluto e pouco tem entrado nos jogos.

    Cavani tem 38 partidas com a camisa do Manchester United, marcando 18 gols.

    O centroavante uruguaio recebe 800 mil libras por mês na Inglaterra, o que dá R$ 5,8 milhões ao mês. Em 2020, ele aguardou até os últimos instantes para fechar com os Red Devils. Além disso, esperou propostas da Juventus e Atlético de Madrid, que não chegaram. Mas a dos ingleses também foi boa.

    O contrato de Cavani com o United termina em junho e dificilmente toparão manter os mesmos vencimentos para um jogador que não ganhou tanto espaço. O técnico do clube disse que o atleta está indeciso quanto ao futuro, mas que isso não seria um problema.

    O Grêmio esteve perto de pagar R$ 1,6 milhão ao mês para ter Rafael Santos Borré. A direção segue em busca de uma estrela, para elevar a qualidade do plantel.

    Concorrência do Boca Jrs

    Em busca do seu 7º título de Conmebol Libertadores na atual temporada, o Boca Juniors nunca escondeu o sonho que tem de um dia poder contratar o atacante Edinson Cavani, atualmente no Manchester United. Em entrevista exclusiva à ESPN argentina, Juan Román Riquelme, ídolo e atual vice-presidente do Xeneize, revelou que teve uma conversa com o uruguaio e que a intenção de contratá-lo a partir do próximo ano ainda existe.

    Na última semana, o jogador de 34 anos renovou o seu contrato com os Diabos Vermelhos até junho de 2022, o que por ora impede o Boca de tentar a sua contratação. Riquelme, porém, revelou que o clube argentino tem um trunfo para acertar com o reforço futuramente.

    “Eu fui muito claro (com o Cavani). Eu disse a ele: ‘a única coisa que podemos te oferecer de diferente do que você tem na Europa é quando o estádio está cheio, o chão se move”, começou o dirigente, revelando o teor da conversa que teve com o uruguaio.

    “É a única coisa que temos de diferente para oferecer. Mas agora não temos nem isso… não tem público!”, prosseguiu.

    Em relação à possibilidade de tentar a sua contratação mais para frente, Riquelme disse que vai aguardar pela definição da sua situação com o clube inglês e que jamais perdeu as esperanças em tê-lo como reforço de peso em La Bombonera.

    “O Cavani renovou por um ano (com o United), certo? No outro ano, pode ser que venha? Ele assinou por mais um ano. Tinha dois anos. Quando terminar o primeiro, bem… se o United disser que ele vai ter outro ano… Bem, ainda temos a esperança… sempre terei a esperança de trazê-lo para o Boca Juniors”, finalizou.

    Cavani está na Europa desde 2007 e passou por Palermo, Napoli e Paris Saint-Germain antes de se transferir para a Inglaterra, em 2020. Na atual temporada, a sua segunda no United, o uruguaio tem a chance de conquistar o seu primeiro título pela equipe, já que disputará a decisão da Europa League contra o Villarreal.

    LEIA MAIS

    Marcações: