Pular para o conteúdo

Atlético-MG confirma chegada do atacante chileno Eduardo Vargas

    Foto: Marcello Zambrana/AGIF

    Jogador já poderá estrear no próximo jogo do Galo, contra o Flamengo

    Eduardo Vargas será a mais nova contratação do Atlético-MG. Os acertos foram definidos e o jogador estará no clube pelo menos até 2022. A negociação com o Tigres, clube do México, com quem o meia- atacante tinha contrato até o fim do ano, foi confirmada pela diretoria do time mineiro que pagou menos de 2 milhões de dólares pela dispensa do jogador. Para mais, o Atlético encerra a fase de contratações do ano.

    O atleta de 30 anos é aguardado neste sábado (7) em Belo Horizonte para a realização de exames médicos e acertar os últimos detalhes para a assinatura do contrato com o time. O jogador foi um dos pedidos do técnico Jorge Sampaoli à diretoria, se tornando o 11º reforço contratado pelo clube desde a chegada do treinador argentino.

    Antes da chegada de Vargas, foram contratados pelo Galo na “era Sampaoli”: Léo Sena (emprestado ao Spezia, da Itália), Keno, Marrony, Bueno, Junior Alonso, Alan Franco, Mariano, Eduardo Sasha, Everson e Matías Zaracho. O Atlético já anunciou 19 contratações em toda a temporada, incluindo o período pré-Sampaoli.

    Nesta ocasião, o time mineiro conta com seis estrangeiros no grupo principal: Junior Alonso, Alan Franco, Savarino, Dylan Borrero, Matías Zaracho e agora, Eduardo Vargas. Pela norma do Campeonato Brasileiro, a única competição que a equipe ainda concorre na temporada, apenas cinco dos jogadores listados podem ser relacionados por jogo.

    Veja também: Internacional confirma renovação de contrato de Thiago Galhardo e Edenílson

    Revelado no Cobreloa, o meia-atacante despontou na Universidad de Chile que venceu a Copa Sul-Americana de 2011 ao lado de Sampaoli, sendo vendido ao Napoli posteriormente. Em 2013, defendeu o Grêmio disputando 37 partidas, marcando nove gols e conquistando ainda o título de vice-campeão brasileiro.

    Passou ainda pelo Velencia-ESP e outros clubes até chegar ao futebol mexicano. Foi bicampeão da Copa América em 2015 também sob comando do técnico argentino, e em 2016, este por outro treinador. Nos Tigres, o jogador atuou em 153 jogos durante cinco temporadas e marcou 26 gols.

    Vale dizer que o treinador Sampaoli já havia tentado a contração do jogador antes do reinício das competições, porém a negociação não foi pra frente.

    Passagem pelo Brasil

    Depois de sete anos, Eduardo Vargas está de volta ao Brasil. Quando esteve em 2013 no Grêmio participou da campanha do vice-campeonato brasileiro acompanhado de um time recheado de grandes nomes como Dida, Cris, André Santos, Zé Roberto Elano e Barcos. A equipe, no entanto não fez uma boa Copa Libertadores e foi desclassificado nas oitavas de final da competição para o time Santa Fe, da Colômbia.

    Sobre Eduardo Vargas

    Vargas se se insere no modelo de atacante requisitado por Sampaoli à diretoria do clube. O argentino deixou claro que seu intuito é contar com um jogador móvel, apto a sair da área para cooperar no momento ofensivo do time.

    Algumas ofertas ao treinador foram oferecidas como alguns centroavantes considerados típicos “Camisas 9”. O argentino por sua vez recusou todas as propostas e insistiu em nomes como o do chileno, que se insere melhor a maneira de jogo que é apresentado pelo Galo.

    Fique por dentro: Copa do Brasil: Confrontos e chaveamento das quartas de final definidos; confira