Pular para o conteúdo

Anthony Davis pretende recusar player option e renovar com os Lakers

    Anthony Davis

    Segundo jornalista, Davis planeja fazer novo contrato com os Lakers e tentar o bicampeonato

    Anthony Davis deve continuar sua trajetória no Los Angeles Lakers. O ala-pivô tem em seu contrato a opção de se tornar agente livre na temporada 2020/21, mas segundo informações de Shams Charania, do The Athletic, nesta quinta-feira (15), Davis pretende recusar a player option de seu último ano de contrato, no valor de US$ 28,7 milhões, e renovar com os Los Angeles Lakers em um novo contrato.

    Ainda de acordo com o repórter, Davis e seu agente, Rich Paul, farão reuniões nos próximos dias para discutirem a situação e o melhor contrato possível para o jogador de 27 anos.

    Considerando o atual salary cap de US$ 109.140.000, Charania elencou algumas possibilidades esperadas para um acordo entre Davis e os Lakers:

    • Dois anos e US$ 68.103.360, com uma player option no segundo ano;
    • Três anos e US$ 106.084.080, com uma player option no terceiro ano. Com este cenário, Davis teria 10 anos de carreira na NBA antes da free agency de 2022, o que o faria elegível para um contrato máximo equivalente a 35% do cap. Considerando um salary cap de US$ 125 milhões em 2022, o contrato máximo de AD poderia valer US$ 253,75 milhões por cinco anos ou US$ 196 milhões por quatro anos;
    • Quatro anos e US$ 146.684.160, com uma player option no quarto ano. Considerando um potencial salary cap de US$ 131,25 milhões em 2023, Davis poderia fechar contratos ainda maiores, como US$ 266,4 milhões por cinco anos ou US$ 205,8 milhões por quatro anos.

    A pandemia do coronavírus pode influenciar a receita da NBA na temporada 2020/21. No entanto, o salário máximo de Davis só seria menor do que o valor da player option, que ele está prestes a recusar, se o teto salarial por cada franquia da liga caísse para menos de U$ 95,8 milhões – o que é improvável.

    Em sua primeira temporada com o Lakers, Davis teve uma média de 26.1 pontos, 10.4 rebotes, 2.2 assistências, 1.4 roubos de bola e 2.4 bloqueios por jogo em 62 jogos. Nos playoffs, ele teve uma média de 27.7 ppg, 9.7 rpg, 3.5 apg, 1.2 spg e 1.4 bpg quando o Lakers derrotou o Miami Heat nas finais pelo primeiro título da franquia da NBA desde 2010.

    A primeira escolha geral do draft de 2012 foi sólida em suas primeiras finais, com média de 25,5 ppg, 10,7 rpg, 3,2 apg, 1,3 spg e 2,0 bpg enquanto o Lakers venceu a série por 4-2.

    Na entrevista após o título, Davis comentou que “não tinha ideia” do que faria na offseason e que pensaria no assunto nos próximos meses. “Tive um grande momento em L.A. neste ano. Nada além de alegria e admiração. Nos próximos meses veremos. Não estou 100% certo”, comentou o astro, que não precisou de todo esse tempo para decidir.

    Além de Anthony Davis, os Lakers têm diversas questões para lidar com o time campeão desta temporada, já que diversos jogadores se tornarão agentes livres irrestritos, como Rajon Rondo, Kentavious Caldwell-Pope, Alex Caruso, Danny Green, Avery Bradley, JaVale McGee e Dwight Howard. a franquia tem a 28ª escolha do próximo Draft, região de seleção que a franquia Teve sucesso recente.

     

     

    Fonte: The Playoffs, NBA e Globo Esporte