Pular para o conteúdo

Anthony Davis deve assinar contrato de R$ 957 milhões com os Lakers

Davis renova com o Lakers. Foto: El Fildeo.

Segundo a ESPN, novo acordo será assinado nesta quinta-feira; jogador terá opção de interrompê-lo antes do quinto ano

Anthony Davis está prestes a assinar um contrato de cinco anos de duração com o Los Angeles Lakers. O ala-pivô, campeão com a equipe na última temporada, deve renovar o vínculos com a franquia por US$ 190 milhões (R$ 957 milhões, aproximadamente). As informações são da ESPN, que as recebeu do agente do jogador, Rich Paul.

O acordo entre o time de Los Angeles e Davis prevê uma cláusula de interrupção antes do quinto ano, em 2024/25. A assinatura está prevista para ocorrer nesta quinta-feira.

De acordo com Bobby Marks, da ESPN, Davis ganharia:

US$ 32.742.000 nesta temporada;
US$ 35.361.360 em 2021/22;
US$ 37.980.720 em 2022/23;
US$ 40.600.080 em 2023/24;
US$ 43.219.440 no quinto ano do negócio.

A renovação do contrato de Davis veio na sequência de uma extensão do acordo entre os Lakers e LeBron James por mais dois anos (até 2023/24). A dupla foi a grande responsável pelo título de Los Angeles na “bolha” da liga em Orlando – com uma vitória nas finais sobre o Miami Heat por 4 a 2.

Ao lado de LeBron James, Davis foi peça-chave para o título do Lakers na última temporada, o 17º na história da franquia. Ele é considerado um pilar da equipe para as próximas campanhas, já que James está prestes a completar 36 anos.

Primeira escolha do Draft de 2012, Davis chegou ao Lakers via troca, em junho do ano passado, após sete temporadas no New Orleans Pelicans. Em 62 partidas disputadas com a camisa do time angelino, ele angariou médias de 26,1 pontos, 9,3 rebotes e 2,3 tocos.

Por conta do ótimo desempenho nos dois lados da quadra, Davis foi selecionado para o Jogo das Estrelas e escolhido para o primeiro time da temporada, além do quinteto ideal de defesa.

Ele teve 50% de aproveitamento nos arremessos de quadra e 84.6% da linha do lance livre – esta a melhor porcentagem de sua carreira.

Não vemos isso apenas como uma janela de um ou dois anos”, disse Rob Pelinka, vice-presidente de operações de basquete e gerente geral dos Lakers, recentemente. “Queremos permanecer competitivos a longo prazo e tomar decisões que nos permitam fazer exatamente isso”.

Embora nunca tenha terminado acima da terceira colocação na votação de MVP em sua carreira, as médias de Davis de 27,2 pontos e 11,1 rebotes nas últimas quatro temporadas o colocam na companhia de alguns MVPs. Apenas Antetokounmpo e Russell Westbrook – os vencedores de três dos últimos quatro MVPs – tiveram média de mais de 25 pontos e mais de 10 rebotes no jogo moderno, de acordo com dados da ESPN Stats.

Por mais devastador que Davis seja no ataque, ele se mostrou um defensor espetacular. Os adversários acertaram 38% dos seus arremessos na temporada passada quando Davis era o defensor mais próximo, de acordo com o ESPN Stats Info. Dos 167 jogadores que defenderam pelo menos 500 arremessos na última temporada, apenas Antetokounmpo foi melhor.

Para a temporada 2020/21, que começará no dia 22 de dezembro, os Lakers contrataram jogadores de relevo na liga para melhorar seu elenco: Dennis Schröder (ex-Oklahoma City Thunder), Montrezl Harrell (ex-Los Angeles Clippers), Wesley Matthews (ex-Milwaukee Bucks) e Marc Gasol (ex-Toronto Raptors).